• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Em indefinição no Santos, lateral pode acabar saindo de graça

Matheus Ribeiro não treina com o elenco principal e busca empréstimo para voltar a atuar.

19/09/2019 09:05h

O lateral-direito Matheus Ribeiro vive um momento de indefinição no Santos. Fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli, o jogador sequer treina com o elenco principal do clube e busca um empréstimo para voltar a atuar. No entanto, o clube da Vila Belmiro não tem interesse em um empréstimo longo e, com a temporada há três meses do final, Matheus pode ficar encostado até poder assinar um pré-contrato e sair de graça.


Leia também:

Santos abre 3 a 0, cede empate e perde liderança para o Flamengo 


O contrato do lateral com o Santos vai até o final de 2020, o que significa que ele poderia assinar um novo vínculo com outro clube e sair de graça a partir de julho do ano que vem. Com a temporada já perto de seu final e os clubes com elencos montados, Matheus vem encontrando dificuldade em achar interessados nesta altura do ano.

O atleta vê com bons olhos um empréstimo parecido com o que foi feito com Guilherme Nunes, até o final dos campeonatos estaduais da próxima temporada, mas o Santos tem cautela nesse tipo de acerto, pois colocaria o jogador em evidência e teria o atleta de volta apenas cerca de dois meses antes de ele poder assinar um pré-contrato e sair de graça.


Matheus Ribeiro foi contratado após se destacar pelo Atlético-GO - Foto: Reprodução

Lateral-direito de origem, Matheus Ribeiro foi contratado após se destacar pelo Atlético-GO na Série B e veio como possível reposição a Zeca, pela facilidade em utilizar também o pé esquerdo, sendo um lateral que poderia atuar em ambos os lados. Ele nunca conseguiu se firmar no time e acabou emprestado.

No início deste ano, quando estava no Figueirense, o técnico Jorge Sampaoli pediu seu retorno, pois não contava com Daniel Guedes, que era o reserva de Victor Ferraz. Matheus atuou cinco vezes na temporada, mas acabou não convencendo o argentino, que o liberou.

Com a contratação de Pará até o final de 2020 e a provável permanência de Sampaoli no comando técnico da equipe, Matheus Ribeiro não deve ser mais utilizado no Santos e segue buscando outro clube para atuar.

Por: Eder Traskini, da Folhapress

Deixe seu comentário