• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Equatorial fullbanner
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

André é eliminado do 'MasterChef' em prova de banquete romântico

O participante foi muito elogiado por Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella e, antes de sair, declarou torcida a Fernando Consoni.

10/06/2019 10:44h - Atualizado em 10/06/2019 12:37h

Os participantes do MasterChef Brasil encararam no último programa, exibido na noite deste domingo (9), um desafio com a famosa caixa misteriosa. Com ela, os 11 cozinheiros tiveram que preparar uma receita em que os frutos do mar fossem os grandes protagonistas do prato.

Os piores pratos do desafio levaram os participantes para a prova de eliminação, na qual tiveram de reproduzir um banquete romântico com dois pratos criados pelo chef Erick Jacquin (um prato principal e uma sobremesa) em apenas duas horas.

Com um salmão ao molho holandês e uma genoise com nougatine e creme anglaise, André Boratto não agradou os jurados e foi o eliminado da semana, mesmo com forte torcida e diversos avisos dos colegas.

"Foi uma prova difícil, com muita coisa complicada para fazer. Os pratos eram complexos demais, tinha muito procedimento e o tempo era curto. Eu acho que a dificuldade maior era fazer, ao mesmo tempo, todos esses procedimentos. Isso é o que estava mais me preocupando", disse o eliminado em entrevista ao Portal da Band.

O participante foi muito elogiado por Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella e, antes de sair, declarou torcida a Fernando Consoni.

Ele ainda disse que seu "grande erro" foram os molhos. "Eu não podia ter colocado água naquele holandês de jeito nenhum. Coloquei água na panela achando que eu já tinha terminado, que eu já tinha colocado o molho no pote. Então, eu ia lavar a panela. Quando eu joguei a água, ficou um líquido e não ganhou textura", disse. "Se eu não tivesse errado aquele molho, tudo teria ido bem. Eu tentei reduzir, mas o molho não chegou na consistência certa porque não vai água nesse molho."

Criticado pelos jurados por conta do tamanho de seus pratos, ele se explicou. "Cozinho para 500 pessoas o tempo inteiro. Meus amigos todos vão o tempo todo na minha casa e eu adoro a casa cheia. Filho de mineira com carioca, é festa o tempo todo. É difícil para mim entender [...] Tentei tirar o mínimo possível para desperdiçar o mínimo possível. [...] Não era um prato para duas pessoas? Fiz um prato para duas pessoas que se amam e que são apaixonadas pela comida", brincou.

Para o futuro, André quer estudar gastronomia, se aperfeiçoar trabalhando em um restaurante, e brincou que até pediria um estágio para o chef Fogaça.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário