• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Dia Mundial do Rock - livro para ler e reler

O livro de Paul Friedlander revisita a cena do rock clássico, alternativo e do punk-rock

15/07/2019 16:18h

Em Rock and Roll: Uma História Social - crônica cobrindo 30 anos de um dos mais importantes fenômenos de massa do século XX - Paul Friedlander mostra com o gospel, o country e o blues influenciaram desde Elvis e Marvin Gaye ao The Who O autor revisita a cena do rock clássico, alternativo e do punk-rock traçando a história do gênero musical que já atravessou cinco décadas de sucesso ininterrupto. A força social das melodias do Rock and Roll flui das páginas, enquanto Friedlander analisa todo um movimento histórico-social baseado em hits como Johnny B. Good e Walk on the wild side. Em sua viagem musical, Friedlander oferece os harmônicos acordes e notas tocadas por Elvis Presley, The Beatles, The Who, Bob Dylan, Rolling Stones, Eric Clapton, entre outros. Além de oferecer uma visão do universo das principais gravadoras, como Motown, e principais tendências das últimas décadas - new wave, rap, soul e folk. Rock and Roll: Uma História Social retrata os diversos estilos musicais como locações de um gigantesco mapa rodoviário. Ao abri-lo, começa uma viagem de vila a vila, cidade para cidade, parando a cada capítulo para exemplificar cada vertente com seus representantes mais expressivos. Repleto de fatos curiosos, histórias, sons e sentimentos de cada locação, o livro esquadrinha como a sociedade reagiu ao se ver colocada entre o coração da bateria e o chiado das guitarras.

Além dessa obra cheia de informações, a coluna também indica Alguém Come Centopeias Gigantes?, de V. Vale com organização de Fabio Massari: o radialista Fabio Massari buscou diversas entrevistas realizadas pelo editor norte-americano V. Vale e selecionou os melhores materiais para montar esse livro. Nas páginas estão conversas com Jello Biafra, Devo, The Clash, Cramps, Timothy Leary, John Waters, Henry Rollins, Lydia Lunch, entre outros.

A Garota da Banda, de Kim Gordon: a artista escreveu um livro sobre sua própria história, relatando os bastidores de gravações, shows e até como foi o fim da banda Sonic Youth. Ela também relata como foi o casamento e o divórico com Thurston Moore, que era guitarrista do grupo.

Kid Vinil – Um Herói do Brasil, de Ricardo Gozzi e Duca Belintani: Kid Vinil foi um dos artistas mais importantes no cenário musical do Brasil. Os jornalistas Gozzi e Belintani, em uma biografia autorizada, contam os principais fatos e acontecimentos da história de Vinil.

David Bowie: Uma Vida em Canções, de Rob Sheffield:

Jornalista da revista Rolling Stone, Sheffield fez um livro que narra a carreira de Bowie, desde o começo até a morte dele, em janeiro de 2016. Revisitando todas as turnês, discos e músicas, o livro é uma das obras mais completas sobre o criador de Ziggy Stardust.

Por: Marco Vilarinho

Deixe seu comentário