• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Torquato

15 de agosto de 2019

Teresina recebe 14ª Balada Literária nos dias 27 e 28 de agosto

Teresina recebe 14ª Balada Literária nos dias 27 e 28 de agosto

Nesta edição, o encontro homenageia Paulo Freire e Élio Ferreira e as atividades integrarão a programação do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso2019).

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) realiza, nos dias 27 e 28 de agosto, a programação  14ª Balada Literária, no Complexo Cultural Theatro 4 de Setembro, em Teresina. Nesta edição, o encontro homenageia Paulo Freire e Élio Ferreira e as atividades integrarão a programação do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso2019). O evento também receberá o escritor português Valter Hugo Mãe.

A Balada Literária, organizada pelo professor Wellington Soares, é uma extensão do evento homônimo que ocorre no Brasil, organizado pelo escritor Marcelino Freire, cujo objetivo é divulgar escritores contemporâneos em suas mais variadas vertentes. A partir disso, o encontro reúne corpo docente da Uespi das áreas de Letras, História e Pedagogia, além de atrações convidadas em um debate sobre temas como as mesas-redondas “Itinerário Poético: Das Performances de Rua à Afirmação da Negritude” e “A Leitura do Mundo Precede a Leitura das Palavras”.


Foto:Reprodução

Na Uespi, a balada já passou por três campi (Floriano, Oeiras e Parnaíba) e contou com a presença de alunos e professores dos cursos de Letras, Pedagogia, História, Enfermagem, Geografia, Biologia, Educação Física e estudantes secundaristas das escolas municipais.

Os alunos tiveram a oportunidade de discutir sobre cultura e poesia de uma forma dinâmica. A aluna Kássia Tapety, do curso de Pedagogia de Floriano, destaca que o projeto é uma melhor forma de enxergar a Literatura. “Achei que o projeto vem com uma proposta interessante, como o próprio Marcelino Freire diz: ‘celebrar a Literatura sem frescura’ nos diverte, trazendo fundamentação teórica, nos dando oportunidades de conhecer e nos aprofundar nos autores homenageados, importante para todos da academia. Vejo, principalmente, para mim, como futura cientista da educação”, ressalta a estudante.

A estudante do curso de Letras Português de Floriano, Sara Araújo, disse que é importante a Uespi receber um evento de integração entre escritores, professores e estudantes da área de Letras. “Eventos como esses são necessários, pois contribuem para a disseminação do conhecimento e legado deixado por Paulo Freire e Élio Ferreira”, afirma a graduanda.

O encerramento da 14ª edição da Balada Literária é aberto e gratuito para toda a comunidade acadêmica e população em geral. Os participantes irão contar com palestras, mesas-redondas e uma apresentação cultural entre os dias 27 e 28.

FestLuso 2019

A integração da literatura com a música ganha agora um novo aliado: o teatro. A parceria entre a Balada Literária e o organizador do FestLuso foi selada na presença do diretor do teatro João Vasconcelos, grande incentivador de eventos que fazem parte do calendário cultural do Piauí.

Wellington Soares, curador da Balada em Teresina, afirma que a parceria se deu pela necessidade de unir esforços. “Os dois eventos valorizam a cultura em Língua Portuguesa em diversas manifestações artísticas, pontos importantes para valorização cultural”, pontua o professor.

Para Francisco Pellé, integrante do Grupo Harém de Teatro, organizador do FestLuso, inserir a Balada Literária na programação do festival concretizou uma necessidade. “É de extrema importância homenagear Paulo Freire nestes tempos em que a educação pública corre o risco de ser drasticamente reduzida ou privatizada no Brasil”, conclui o artista.

O lançamento dos eventos será no dia 15 de agosto no Theatro 4 de Setembro, às 20h, com show das bandas piauienses Alma Roots e Batuque Elétrico.

Cinemas Teresina: produção nacional é destaque nas estreias

Cinemas Teresina: produção nacional é destaque nas estreias

"Bacurau", um dos filmes brasileiros em cartaz nesta cinesemana.

Os Cinemas Teresina, no Teresina Shopping, mais uma vez destaca a produção nacional apresentando quatro longas que prometem sucesso de bilheteria. Em pré-estreia exclusivas, filmes imperdíveis nesta cinesemana com sessões especiais: "Abaixo a Gravidade", "O Mistério de Henri Pick" e "Bacurau". 

No sábado (17), às 11h, "Abaixo a Gravidade": o longa nacional que mistura drama e comédia traz Bené (Everaldo Pontes) em um sério dilema, pensando se deve se tratar ou espera o desenvolvimento natural da grave doença que descobriu possuir. Sua amizade com a jovem e descolada Letícia, leva o homem que vive há anos isolado em uma comunidade rural no interior da Bahia, de volta para a cidade grande e todo o seu caos. 

O premiado filme "Bacurau" é outra pré-estreia de sábado (17), com exibição exclusiva nos Cinemas Teresina, às 21h10. O filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles ganhou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2019. É a primeira vez que o Brasil ganha na categoria, a terceira mais importante da competição oficial do evento. 


Bacurau entra em cartaz nesta quinta - Foto: Divulgação

Trata-se de um filme de aventura e ficção científica. Em um futuro próximo, o pequeno povoado do sertão brasileiro, Bacurau, dá adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida por quase todos, falecida aos 94 anos. 

Além da exibição exclusiva neste sábado, os Cinemas Teresina farão uma Sessão com Debate no dia 31 de agosto, às 19h. A exibição terá a presença dos diretores Kleber Mendonça e Juliano Dornelles. Eles irão conversar com o público teresinense sobre o processo e construção do longa. 

"O Mistério de Henri Pick", em pré-estreia, será exibido no domingo(18), às 10h30: Daphné Despero (Alice Isaaz) é uma ambiciosa editora em busca de novos romances para publicar. Um dia ela conhece uma livraria de manuscritos rejeitados e se encanta com uma história nunca antes publicada, escrita por um pizzaiolo bretão chamado Henri Pick. 

O novo filme de Quentin Tarantino também chega às telonas nesta quinta-feira. "Era Uma Vez Em... Hollywood" traz um elenco de peso com Leonardo DiCaprio, Brad Pitt e Margot Robbie. O drama se passa em Los Angeles de 1969. Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) é um ator de TV que está decidido a fazer o nome em Hollywood. 

Outro filme nacional que deverá ser sucesso de bilheteria é "Simonal", a trajetória do cantor Wilson Simonal. Dono de voz marcante, carisma encantador e charme irresistível, Simonal (Fabrício Boliveira). Em lançamento nacional mais um filme nacional que agradará o grande brasileiro: "Nada a Perder - Parte II, que conta um pouco da trajetória do pastor Edir Macedo, fundador da Igreja Universal. O ator Petrônio Gontijo interpreta Edir Macedo.

14 de agosto de 2019

Sistema O Dia prepara programação especial para o aniversário de Teresina

Sistema O Dia prepara programação especial para o aniversário de Teresina

O material comemorativo será focado em quem faz a cidade, em quem ama a capital piauiense

Teresina completa 167 anos no dia 16 de agosto. Para celebrar esta data tão especial na vida dos teresinenses, o Sistema O Dia de Comunicação está preparando uma programação envolvendo suas plataformas. No dia 16, todo o conteúdo veiculado será em torno do tema ‘The, minha moradia com amor’. 

Alberto Moura, diretor de Marketing do Sistema O Dia, conta que a proposta do tema visa ressaltar a importância dos bairros, ruas e pessoas que moram em Teresina e são acolhidas por esta cidade bastante calorosa. 

 “Vamos contar histórias de pessoas que moram e são apaixonadas pelo local que vivem e escolheram para morar. Algumas moradias, hoje em dia, se tornaram inusitadas, como a Avenida Frei Serafim, que hoje é um Centro comercial, ou no Parque da Cidadania”, comenta. 


Foto: O Dia

Para isso, a programação da FM O Dia (92,7) será diferenciada. A partir das 10 horas a rádio apresentará um set list formado exclusivamente por artistas locais. Já a partir do meio dia, inicia o programa O Dia News 1ª edição especial, na O Dia TV. Quem explica mais detalhes é a diretora de jornalismo da O Dia TV, Paula de Oliveira. 

“Não vamos contar a história, necessariamente, de Teresina, mas sim de quem faz a cidade, a população. São pessoas que moram em um determinado bairro há muito tempo, ou perto de seus familiares, e casos inusitados, como de uma senhora que mora perto do Parque da Cidadania e fez parte de toda a história e viu o local ser construído”, cita. 


Foto: O Dia

O programa será apresentado direta mente do Parque da Cidadania, um dos locais mais visitados da Capital, e será reprisado às 17h, com duração de 1h. “Teresina não é só concreto, uma cidade planejada e sem sentimento. Pelo contrário, somos um povo muito acolhedor e por isso focamos nas histórias dessas pessoas, que é o diferencial da cidade”, fala. 

O Jornal O Dia também traz matérias sobre o tema ‘The, minha moradia com amor’. A editora-chefe do impresso, Adriana Magalhães, ressalta que serão contadas as histórias do amor de as pessoas sentem pelo local que elas vivem. 

“Quando pensamos nessa temática, quisemos ressaltar a afetividade que as pessoas têm com o local que elas escolheram para morar. As pessoas gostam do lugar onde vivem, tanto que quando aas pessoas casam ou saem da casa dos pais elas tendem a ficar o mais próximo de onde foram criadas ou cresceram, porque elas criaram laços e vínculo. Os teresinenses são apaixonados pela cidade que vivem”, frisa Adriana Magalhães.

13 de agosto de 2019

Edital do BB para cinema pergunta se há cenas de nudez ou sexo explícito

Edital do BB para cinema pergunta se há cenas de nudez ou sexo explícito

No formulário de inscrição, pergunta "se serão exibidas cenas de nudez ou de sexo explícito", se "a obra faz referência a crimes, drogas, prostituição" e se "tem cunho religioso ou político".

A BB DTVM, subsidiária do Banco do Brasil, abriu nesta segunda-feira (12) um edital  para seleção de filmes que receberão investimentos da empresa via Lei do Audiovisual. 

No formulário de inscrição, pergunta "se serão exibidas cenas de nudez ou de sexo explícito", se "a obra faz referência a crimes, drogas, prostituição" e se "tem cunho religioso ou político". 

O documento do edital também informa que não será selecionada obra que "incentive o uso de bebidas alcoólicas, cigarro ou outras drogas", "possua caráter religioso ou promovido por entidade religiosa" e que "tenha cunho político-eleitoral-partidário". 

Após a publicação, o Sindicato de Bancários de São Paulo, Osasco e Região se manifestou contra o documento. "O BB deveria zelar pela pluralidade de ideias e de temas. Vetar que empresas públicas financiem obras cinematográficas devido ao seu conteúdo é uma clara tentativa de censura", disse João Fukunaga, secretário de assuntos jurídicos do órgão.

Em abril, o presidente Jair Bolsonaro mandou tirar do ar uma propaganda do Banco do Brasil. No comercial, os atores são quase todos jovens, há mulheres e homens negros, e uma das personagens é transexual. Muitos aparecem com tatuagens e cabelos coloridos. 

Na semana passada, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou que a Ancine (Agência Nacional do Cinema) precisa estar "adaptada aos preceitos que a maioria da sociedade vivencia". 

Em julho, Bolsonaro disse que a Ancine poderia ser privatizada ou extinta caso não fosse possível usar filtros nas produções nacionais. Ele criticou o patrocínio pelo filme Bruna Surfistinha, protagonizado pela atriz Deborah Secco.

Em 2 de agosto, porém, ele disse à imprensa que pode recuar da ideia da extinção. "Se recuar, recuo. Quantas vezes vocês falam que eu recuei? Tem a questão do audiovisual que emprega muita gente, tem de ver por esse lado", afirmou.

Museu itinerante fica até o dia 18 no Teresina Shopping

Museu itinerante fica até o dia 18 no Teresina Shopping

O evento resgata a história do videogame, além de proporcionar várias atividades para o público.

Totalmente gratuito, o evento conta 47 anos de história dos videogames: é o Museu do Videogame Itinerante que ficará no Teresina Shopping até o dia 18 de agosto, na praça de alimentação, de domingo a sexta-feira, das 15h às 21h, e aos sábados, das 12h às 21h.

O acontecimento é uma grande diversão para todos os públicos; uma verdadeira viagem pelo maravilho universo dos games. Portanto, ainda há tempo para desfrutar de um evento que é sucesso em todo o País. São mais de 300 consoles de todas as gerações em exposições, dezenas de consoles antigos para jogar, além de trazer Palco Just Dance, simuladores de corridas, torneios de jogos antigos e atuais, controles gigantes e as áreas PlayStation VR, Nintendo Switch e XBOX ONE X. 


Foto:Divulgação

Entre as atrações estão o brasileiro bicampeão mundial de Just Dance, Diegho San, bem como o concurso de cosplay e o encontro K-POP. O Museu do Videogame Itinerante, que recebe cerca de 5 milhões de visitantes ao ano, é o primeiro do gênero do País registrado pelo Ibram – Instituto Brasileiro de Museus. 

Em 2014, recebeu o prêmio do Ministério da Cultura como o museu mais criativo do país. Em 2016, foi um dos museus brasileiros escolhidos para representar o país no maior encontro de museus do mundo, em Paris. A exposição totalmente interativa resgata mais de quatro décadas de história da evolução dos videogames.

 De acordo com o curador do Museu do Videogame, Cleidson Lima, entre as relíquias estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos); o Telejogo Philco Ford, de 1977 (o primeiro videogame fabricado no Brasil); o Nintendo Virtual Boy, de 1995 (primeiro a rodar jogos 3D); o Vectrex, de 1982 (console com jogos vetoriais que já vinha com monitor); o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho), de 1979 e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985).

Um dos diferenciais do Museu do Videogame Itinerante é que, além de conhecer consoles e jogos raros, os  visitantes também podem jogar em alguns videogames que fizeram história, tais como o Telejogo Philco-Ford, Atari 2600 , Odyssey, Nintendinho 8 bits, Master System, Mega Drive, Sega CD, Super Nintendo, Neo Geo, Panasonic 3DO, Turbografx, Nintendo 64, Game Cube, Sega Dreamcast, Xbox, Playstation 1, PlayStation 2, entre outros, além de outras muitas curiosidades.

09 de agosto de 2019

Samba: domingo é dia de Projeto

Samba: domingo é dia de Projeto "Terê Jam"!

O show acontece a partir das 17h, durante três domingos: uma homenagem a Teresina.

Um grande presente musical para Teresina, no mês em que a capital piauiense completa 167 anos: shows, sob o comando de Zé Roraima, batizado de Projeto Terê Jam. Sempre aos domingos, dias 11, 18 e 25, às 17h, em estrutura montada embaixo da Ponte Estaiada, as apresentações contam com muitos convidados, cada um na linha de seu estilo. 


Zé Roraima comanda uma trupe de convidados especiais - Foto: Divulgação

O show deste domingo traz o samba em seu bojo. Zé Roraima diz que esse vai ser um dia especial, pois o samba é uma das maiores representações da cultura brasileira e tem bons representantes na cidade. “As pessoas precisam conhecer mais o samba feito em Teresina, temos ótimos compositores e músicos”, ressalta o artista. Além dele e da Banda Terê Groove, que são atrações fixas do projeto, o dia terá vários convidados: Grupo Piauí Samba, Robert Gleydson, Juvenal Dedê, Peinha, Betão, Jô, Renata Portela, Virnalise. 

Versatilidade musical e capacidade aglutinadora é marca de Zé Roraima. Em sua longa carreira, o artista já experimentou vários estilos musicais e foi responsável por vários projetos com diversos artistas. Isso o credencia a comandar o projeto. “Teresina tem um cenário musical muito rico e quem quiser tirar a prova é só aparecer para comemorar junto”, convida Zé Roraima. Os shows acontecem nos domingos de agosto às 17h00.

08 de agosto de 2019

Academia Piauiense de Letras lança concurso literário para estudantes

Academia Piauiense de Letras lança concurso literário para estudantes

As inscrições encerram no dia 30 de setembro, e os nomes dos vencedores devem ser divulgados ate o fim de outubro

A Academia Piauiense de Letras lança no próximo sábado, 10 de agosto, o ‘Concurso Literário Herculano Moraes’, direcionado a alunos integrantes do ensino médio da rede pública ou privada no Piauí, abrangendo as categorias de poesia, conto e crônica, com tema livre.

As inscrições terão início em 10 de agosto, finalizando no dia 30 de setembro. Cada participante poderá inscrever apenas um texto por categoria. A obra inscrita deve ser inédita; portanto, não publicada total ou parcialmente em livros, jornais, sites ou revistas. 

O autor deverá enviar o texto, assinado sob a forma de pseudônimo, em envelope lacrado. No interior do envelope, deve constar, em sobrecarta à parte, o título da obra, a identificação do pseudônimo (nome completo do participante, o endereço e o telefone). 

A inscrição será efetuada na Secretaria ou Diretoria da escola do participante, em ficha disponível no site da APL, (www.academiapiauiensedeletras.org.br). Essa ficha e a respectiva obra devem ser encaminhadas, pela escola ou pelo(a) professor(a) da turma do candidato, à sede da Academia, localizada na Avenida Miguel Rosa, n° 3300/Sul, Teresina, Piauí, CEP:64001-490.

Para cada vencedor na categoria em que concorrer, será oferecido o prêmio de R$ 1.500,00 para o 1° colocado; R$ 1.000,00 para o 2° colocado e R$ 500,00 para o 3° colocado.

A escola do 1° colocado em cada categoria será premiada com uma Coleção Centenário do APL. 

O resultado dos vencedores será divulgado no final de outubro.

Cinemas Teresina: em pré-estreia,

Cinemas Teresina: em pré-estreia, "O Bar Luva Dourada"

Suspense alemão, o longa tem no enredo o caso de serial killer que aterrorizou uma cidade inteira nos anos 70.

Um dos destaques desta semana, nos Cinemas Teresina, no Teresina Shopping, é a pré- -estreia do suspense alemão “O Bar Luva Dourada”, no domingo (11) às 10h30. Além do longa citado, os Cinemas Teresina trazem uma variedade de gêneros para agradar a todos os público: drama, suspense, documentário e muito mais. 

"O Bar Luva Dourada" traz no enredo o caso de serial killer em Hamburgo, nos anos 1970. Os habitantes da cidade sofrem quando os jornais começam a noticiar o desaparecimento sucessivo de vários cidadãos seguindo um padrão específico, o assassino parecia ter predileção por prostitutas idosas e as atraía para sua casa. Começa então uma das mais complexas investigações de assassinatos em série que o local já havia Em pré-estreia, "O Bar Luva Dourada" presenciado até o momento.


"O Bar Luva Dourada", às 10h30, domingo, no Cine Teresina 5 - Foto: Divulgação

O drama “Meu Amigo Enzo” é mais uma novidade. No filme, Denny Swift (Milo Ventimiglia) é um piloto de corridas arrojado, com um talento especial para dirigir sob chuva. Um dia, ao ir para o trabalho, encontra um filhote de cachorro que decide adotar. Ele ganha o nome de Enzo, em homenagem ao criador da Ferrari, e passa a acompanhá-lo em todo lugar que vá, ganhando um apreço especial pela adrenalina das corridas, seja ao assisti-las ao vivo ou pela televisão. Com o passar dos anos, a amizade entre Denny e Enzo sofre profundas mudanças quando o piloto conhece, e se apaixona, por Eve (Amanda Seyfried). 


"Meu Amigo Enzo", a amizade entre um cão e um piloto - Foto: Divulgação

No filme “Rafiki”, Kena (Samantha Mugatsia) e Ziki (Sheila Munyiva) são muito amigas e, embora suas famílias sejam rivais políticas, as duas continuaram juntas ao longo dos anos, apoiando uma a outra na batalha pela conquista de seus sonhos. A relação de amizade transforma-se em um romance que passa a afetar a rotina da comunidade conservadora em que vivem. Outro lançamento nacional é o documentário "O Amigo do Rei", que mostra a tragédia da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais. 

Além de muitas estreias, os Cinemas Teresina ainda realizam sua II Masterclass, que será sobre Produção Cinematográfica, nos dias 09 e 10 de agosto. O evento tem como convidado um dos mais importantes produtores de cinema do Brasil, João Vieira Jr. Na ocasião serão discutidos como funciona o processo de viabilização de uma obra cinematográfica no Brasil, desde o roteiro no papel até o lançamento nos cinemas. João Vieira Jr. já trabalhou com importantes diretores e roteiristas brasileiro como: Hilton Lacerda, Marcelo Gomhes, Karim Aïnouz, Cao Guimarães, Letícia Simões, Adelina Pontual, Armando Praça e Lírio Ferreira.

07 de agosto de 2019

José Augusto traz para Teresina grande sucesso de novelas

José Augusto traz para Teresina grande sucesso de novelas

O primeiro hit que estourou em trilha de novelas foi "Aguenta Coração", que virou clássico de Barriga de Aluguel. Show acontece no dia 10, no Theresina Hall.

Com o show "Um Brinde ao Amor", dia 10 de agosto (sábado), no Theresina Hall, o cantor e compositor José Augusto inaugura turnê por todo o País. O romantismo é o grande trunfo do cantor que há anos se mantém com agenda cheia em decorrência do repertório que tem agradado gerações. E é justamente em razão desse sucesso constante, que muitas de suas músicas foram temas de novelas: o artista arrancou suspiros com sua canção, “Estória de Nós Dois”, tema de Monalisa em Avenida Brasil. Mas sucessos em novelas é que não faltam para ele. 

O primeiro grande estouro foi “Aguenta Coração”, que virou um clássico como tema de Barriga de Aluguel (1990). “Esta música entrou no meu disco de 90 e foi escolhida para ser a abertura da novela. Foi um sucesso muito grande.” 


José Augusto, grande sucesso também nas novelas - Foto: Divulgação

E não dá para esquecer “Querer É Poder”, música de abertura da novela Sonho Meu (1993), gravada com a rainha Xuxa.”Fiz a canção baseada no que ela (Xuxa) dizia em seus programas. Depois a convidei para gravar comigo e ela topou.” De Corpo e Alma (1992), A Indomada (1997) e Beleza Pura (2008) foram outras novelas embaladas pela voz de José Augusto. Indubitavelmente, seja para falar de um amor em sua forma mais plena ou de um caso recém- -terminado ou, ainda, mal resolvido, José Augusto ainda é uma das maiores referências da música romântica, com mais de 20 milhões de álbuns vendidos e mais de 400 composições, o cantor e compositor sabe traduzir em melodia e palavras, sentimentos que só quem se apaixonou, conhece muito bem. 

Para mostrar que o romantismo está sempre em alta, José Augusto lança o seu mais novo Single “Um Brinde Ao Amor”, canção inédita que leva o nome da nova turnê. No repertório deste novo show, além de sucessos consagrados – finalmente! A versão de “Página Virada”, música do compositor e seu maior parceiro; Paulo Sergio Valle, que estourou nas vozes de Chitãoziho e Xororó nos anos 1990. Sim, é aquela mesma: “Vem que esse orgulho não vai dar em nada, o que passou é página virada, melhor pensar que nada aconteceu…”. 

Entre seus inúmeros sucessos, o público vai curtir, dentre outros, Sábado, Fantasia, Aguenta Coração, Fui eu e Chuvas de Verão. Outros sucessos da carreira também não foram esquecidos: Por eu ter me machucado/A noite mais linda/De igual pra igual –, transformando-os num medley. “São músicas muito importantes e marcantes na minha carreira, todas elas temas de novelas e foram fundamentais na solidificação da minha carreira”, observa José Augusto.

O amor pelo sertão em obra de Benjamim Pessoa Vale

O amor pelo sertão em obra de Benjamim Pessoa Vale

O que se vê nas crônicas escritas por Benjamim são declarações de um sertanejo que acredita que os homens precisam olhar melhor para si mesmo.

Na quinta-feira (8), o médico Benjamim Pessoa Vale lança o livro "Retrato Inconcluso/ Abrindo os Olhos para Enxergar o Mundo", na livravria Anchieta, às 19h. Um cidadão comum, um sertanejo transformado pela educação, que carrega o sertão na alma, no olhar e nos gestos. Na segunda obra de Benjamim, as influências do sertão, com seus valores e sua simplicidade, promovem uma viagem às suas memórias. 

O que se vê nas crônicas escritas por Benjamim são declarações de um sertanejo que acredita que os homens precisam olhar melhor para si mesmo, a fim de que olhem para os outros e para o mundo com a mesma delicadeza. As crônicas que compõem este livro são a imagem que o sertão deixou impressa no Benjamim menino, no Benjamim jovem, no Benjamim adulto. São, também, o homem feito pelo sertão, sabedor da importância da educação na vida de cada pessoa em todos os cantos do Brasil. 

Em cada página, o autor se derrama de amor pelos rios, pelas serras, pelos lugares, pela vida, pelo dia a dia, pela dificuldade, pela beleza, pela precariedade, às vezes com crueza, às vezes com pragmatismo, nunca sem afeto. A cada página, encontra-se o caminho percorrido por Benjamim Pessoa Vale e suas memórias do sertão, seu pensamento sobre a educação, seu caminho na neurocirurgia. Tudo temperado com uma linguagem fluida, que embala as palavras, tinge o céu de múltiplas cores e nos leva a viajar pelo sertão visto pelo olhar de quem leva o sertão dentro do coração, junto com os sertanejos, porque se compreende um deles, sempre. Com originalidade de estilo e linguagem rica, Retrato Inconcluso é daqueles livros que você começa a ler e sente-se transportado para o mundo contado pelo autor. 


Foto: Divulgação

Sobre o autor 

Nascido no povoado Lagoa do Mato, em Coelho Neto, Maranhão, Benjamim Pessoa Vale é o 11º filho de João Pessoa Vale e Maria Vieira Vale. Na infância, viveu com a família, sustentada pela agricultura, e só na adolescência pôde iniciar os estudos, em Coelho Neto. A educação o trouxe para Teresina, onde trabalhava de balconista numa loja de tecidos e estudava numa escola pública à noite. Ingressou na Universidade Federal do Piauí, onde se formou em medicina aos 33 anos. 

A especialização em neurocirurgia o levou para São Paulo. A formação foi concluída aos 39 anos. Benjamim se tornou precursor da neuroendovascular no Piauí. A justiça e o compromisso social, tendo como base a família, o impulsionaram ao empreendedorismo social, com a fundação da Associação Reabilitar, gestora do Centro Integrado de Reabilitação, com projetos nas áreas de saúde, educação e meio ambiente. 

Cursou MBA em gestão empresarial na Fundação Getúlio Vargas, foi presidente (2009-2011) e conselheiro (2012-2018) da Sociedade Nordestina de Neurocirurgia. É autor do livro Alma Sertaneja publicado em 2015. Em 2018 realizou, sob a tutela da Associação Reabilitar, a exposição Abrindo os Olhos para Enxergar o Mundo, onde as letras e as artes confluíram para um perfeito equilíbrio.

06 de agosto de 2019

Mostra de filmes marca semana nos Cinemas Teresina

Mostra de filmes marca semana nos Cinemas Teresina

Os apaixonados pela sétima arte vão poder conhecer como é o processo de produção de um filme com um dos maiores produtores cinematográficos do Brasil.

Os Cinemas Teresina trazem uma cinesemana repleta de novidades na telona. Além de duas pré-estreias, teremos exibição exclusiva do filme ‘No Coração do Mundo’ e uma Mostra especial de filmes produzidos por João Vieira Jr., convidado especial da II Masterclass dos Cinemas Teresina.

O documentário nacional ‘O amigo do Rei’ será exibido em matinê de pré-estreia neste sábado (03) às 11h. Misturando documentário e ficção, o maior crime ambiental da história do Brasil é explorado através de suas mais variadas perspectivas. Tratando do rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, Minas Gerais, o deputado federal Rey Naldo (Luciano Chirolli) mostra ao Congresso Nacional como a política e a mineração se relacionam de maneira íntima. 

Outra pré-estreia da semana é ‘Vermelho Sol’, exibido no domingo (04) às 10h30. O novo filme de Benjamín Naishtat, se passa em meados da década de 1970, numa pacata cidade provinciana e narra a história de Claudio (Darío Grandinetti), um advogado renomado que entra numa discussão acalorada com um rapaz desconhecido, visivelmente perturbado, em um restaurante. Com arrogância, o advogado humilha o jovem diante de todos os presentes, que não interferem na discussão. O desconhecido se exalta e é expulso do local com o aval dos demais que ali estão. Mais tarde naquela noite, ele decide buscar vingança, surpreendendo Claudio e sua esposa, Susana (Andrea Frigerio). O advogado, então, toma um caminho sem volta que envolve desaparecimentos e segredos.

‘No Coração do Mundo’ tem estreia exclusiva essa semana nos Cinemas Teresina. O drama nacional acontece na periferia de Contagem. Lá, Marcos busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos. Surge uma oportunidade arriscada, mas que pode solucionar todos os seus problemas. Para isso, ele precisa convencer sua namorada, Ana, a se juntarem à Selma e executarem o plano que pode mudar suas vidas para sempre.

Para quem gosta de uma boa ação ainda tem ‘Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw’. Desde que se conheceram, em "Velozes & Furiosos 7", Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard Shaw (Jason Statham) constantemente bateram de frente, não só por inicialmente estarem em lados opostos mas, especialmente, pela personalidade de cada um. Agora, a dupla precisa unir forças para enfrentar Brixton (Idris Elba), um anarquista alterado geneticamente que se tornou uma ameaça biológica global. Para tanto, eles contam com a ajuda de Hattie (Vanessa Kirby), irmã de Shaw, que é também agente do MI6, o serviço secreto britânico.

A comédia ‘As Rainhas da Torcida’ também é outro lançamento especial dos Cinemas Teresina. Diagnosticada com câncer terminal, a solitária Martha (Diane Keaton) decide se livrar de todos os seus pertences pessoais e se mudar para uma comunidade de idosos com o intuito de esperar a morte chegar. Em seus últimos meses, ela quer uma vida tranquila, lendo livros e interagindo com poucas pessoas, mas ao conhecer sua nova vizinha, Sheryl (Jacki Weaver), uma mulher ativa e barulhenta, Martha vê seus planos indo por água abaixo, já que a nova companhia faz questão de se manter constantemente presente. A medida que a relação das duas se desenvolve, uma forte amizade surge e Sheryl incentiva Martha a treinar os passos de líder de torcida novamente, como fazia na época da escola. Resistente, a protagonista topa a ideia e juntas elas montam um clube para empoderar diversas mulheres acima dos 60 anos. Para fazer isso, elas precisam enfrentar o preconceito de todos e treinar para uma importante competição.

Mostra de filmes produzidos por João Vieira Jr.

Além de muitas estreias, os apaixonados pela sétima arte vão poder conhecer como é o processo de produção de um filme com um dos maiores produtores cinematográficos do Brasil, João Vieira Jr., durante a II Masterclass dos Cinemas Teresina nos dias 09 e 10 de agosto. Para que o público conheça os trabalhos produzidos pelo profissional, de 1º a 07 de agosto acontece nos Cinemas Teresina a Mostra de filmes produzidos por João Vieira Jr. Serão exibidos seis filmes, um em cada dia da semana, sempre às 19h30. A programação inclui os longas: ‘Joaquim’; ‘Tatuagem’; ‘Cinema, Aspirinas e Urubus’; ‘Viajo porque preciso, volto porque te amo’; ‘Era uma vez eu, Verônica’ e ‘O Homem das Multidões’.

Confira a programação completa:

- 1º/08 [Quinta]

Joaquim, de Marcelo Gomes

Drama/Biografia | 1h37 | 14 anos

Elenco: Júlio Machado, Isabél Zuaa, Rômulo Braga etc

Distribuidor: Imovision

- 02/08 [Sexta]

Tatuagem, de Hilton Lacerda

Drama | 1h50 | 16 anos

Elenco: Irandhir Santos, Jesuíta Barbosa, Rodrigo Garcia etc

Distribuidor: Imovision

- 03/08 [Sábado]

Cinema, aspirinas e urubus, de Marcelo Gomes

Comédia/Drama | 1h39 | 14 anos

Elenco: João Miguel, Peter Ketnath, Hermila Guedes etc

Distribuidor: Imovision

- 04/08 [Domingo]

Viajo porque preciso, volto porque te amo, de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes

Documentário/Ficção | 1h15 | 14 anos

Elenco: Irandhir Santos

Distribuidor: Carnaval Filmes

- 05/08 [Segunda]

Era uma vez eu, Verônica, de Marcelo Gomes

Comédia/Drama | 1h31 | 16 anos

Elenco: Hermila Guedes, João Miguel, W. J. Solhas etc

Distribuidor: Imovision

- 06/08 [Terça]

Cinema, aspirinas e urubus, de Marcelo Gomes

Comédia/Drama | 1h39 | 14 anos

Elenco: João Miguel, Peter Ketnath, Hermila Guedes etc

Distribuidor: Imovision

- 07/08 [Quarta]

O Homem das Multidões, de Marcelo Gomes

Comédia/Drama | 1h35 | 14 anos

Elenco: Paulo André, Sílvia Lourenço, Jean-Claude Bernadet etc

Distribuidor: Carnaval Filmes

Nova temporada do Boca da Noite começa dia 21 de agosto

Nova temporada do Boca da Noite começa dia 21 de agosto

Projeto acontecerá em mais nove cidades além de Teresina e tem revelado grande artistas, valorizando a música autoral piauiense.

Após várias etapas, ficou acertado que a seleção final dos músicos que se apresentarão no Projeto Boca da Noite, que terá abertura oficial no dia 21 de agosto, será divulgada a 12 de agosto. O Projeto tem revelado grandes artistas e valorizado a música autoral piauiense. 

Os trabalhos inscritos estão sendo analisados por uma comissão, constituída por cinco membros de notório saber artístico e cultural, sendo dois representantes da Secult, um representante do Sindicato dos Músicos, um representante do Conselho Estadual de Cultura e um representante da Ordem dos Músicos do Brasil no Piauí. 


Cochá, uma das grandes atrações do projeto que tem revelado talentosos artistas - Foto: Divulgação

O Projeto Boca da Noite acontecerá em mais nove cidades, além de Teresina, onde foi iniciado: Parnaíba, Piripiri, Corrente, Bom Jesus, União, Floriano, Oeiras, São Raimundo Nonato e Pedro II. O principal objetivo do projeto é incentivar e divulgar os artistas piauienses. “É um projeto já consagrado em nosso Estado, que ganhou muita projeção se estendendo para outros municípios e vai acontecer em Teresina e mais nove cidades do Piauí. Serão cerca de 100 edições, de agosto a dezembro, com a novidade da inclusão da cidade de Pedro II no projeto’, ressalta o secretário estadual da Cultura, Fábio Novo. 

Os músicos escolhidos receberão um cachê no valor de R$ 2 mil. No ato da inscrição, os candidatos devem apresentar histórico musical, CD ou DVD com no mínimo três músicas que serão analisadas pela comissão, cópias dos documentos de identificação, dentre outros documentos descritos no edital. O Projeto Boca da Noite é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secult, com patrocínio do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura/Siec. As informações estão publicadas no site institucional da Secult.

Balé da Cidade mostra seu 'Ta Ca Ti Ca Tum'

Balé da Cidade mostra seu 'Ta Ca Ti Ca Tum'

Com documentário sobre a companhia e coreografia, o Balé da Cidade de Teresina faz apresentação nesta terça.

Nesta terça-feira, a partir das 18h, na Casa da Cultura de Teresina, o Balé da Cidade de Teresina participa da Mostra de Resultados da Casa da Cultura apresentando a coreografia “Ta Ca Ti Ca Tum” e o documentário “Instantes - Um Olhar sobre o Balé da Cidade de Teresina”, com entrada franca. 

Assinada pela bailarina e coreógrafa Jeciane Sousa, "Ta Ca Ti Ca Tum" ressalta parte do encontro pulsante e explosivo entre o samba e as danças urbanas, celebrando a alegria do Carnaval e a potência hipnótica do corpo em movimento. Um desfile, uma abertura, uma comissão de frente. Ta Ca Ti Ca Tum vai abrindo os caminhos para celebrar a dança e trazer o corpo para agir no mundo. 

Além de assistir ao documentário, o público terá a oportunidade de assistir também ao documentário “Instantes - Um Olhar sobre o Balé da Cidade de Teresina”, de direção de Tássia Araújo e fotografia de Alexandre Soares. O documentário foi gravado em 2018 quando a Companhia comemorava seus 25 anos de história. Ele apresenta um olhar – dentre tantos possíveis - para este instante dessa trajetória, que, ao mesmo tempo em que pontua um novo momento, já é passado. 


Foto: Divulgação

Mostra de Resultados terá atividades de teatro, dança e ex-posições das oficinas ofertadas durante o primeiro semestre na Casa da Cultura de Teresina. Toda a programação da Mostra será gratuita. 

Balé da Cidade 

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de dança Contemporânea que vem a 26 anos atuando no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e aprofundamento da dança piauiense. Vem aproximando a dança da cidade através da sua atuação compromissada em diferentes ações, como temporadas de apresentações públicas, conversas e formação continuada. 

Atualmente, 18 bailarinos formam o quadro de dança do Balé da Cidade de Teresina, que é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina. Tem direção geral de Chica Silva, coordenação artística de Janaína Lobo e ensaios de Carla Fonseca.

02 de agosto de 2019

Balé da Cidade de Teresina realiza apresentação gratuita na Casa da Cultura

Balé da Cidade de Teresina realiza apresentação gratuita na Casa da Cultura

A Mostra acontece próxima terça-feira, 6, a partir das 18h, na Casa da Cultura.

O Balé da Cidade de Teresina irá participar da Mostra de Resultados da Casa da Cultura apresentando a coreografia “Ta Ca Ti Ca Tum” e o documentário “Instantes - Um Olhar sobre o Balé da Cidade de Teresina”. A Mostra acontece próxima terça-feira, 6,  a partir das 18h, na Casa da Cultura. 

Ta Ca Ti Ca Tum é uma coreografia de criação da coreógrafa e bailarina Jeciane Sousa. Ele representa uma coreografia que parte do encontro pulsante e explosivo entre o samba e as danças urbanas, celebrando a alegria do Carnaval e a potência hipnótica do corpo em movimento. Um desfile, uma abertura, uma comissão de frente. Ta Ca Ti Ca Tum vai abrindo os caminhos para celebrar a dança e trazer o corpo para agir no mundo.

Essa também será mais uma oportunidade do público assistir ao documentário “Instantes - Um Olhar sobre o Balé da Cidade de Teresina”, de direção de Tássia Araújo e fotografia de Alexandre Soares. O documentário foi gravado em 2018 quando a Companhia comemorava seus 25 anos de história. Ele apresenta um olhar – dentre tantos possíveis - para este instante dessa trajetória, que, ao mesmo tempo em que pontua um novo momento, já é passado.

Além da apresentação do Balé, a Mostra de Resultados terá atividades de teatro, dança e exposições das oficinas ofertadas durante o primeiro semestre na Casa da Cultura de Teresina. Toda a programação da Mostra será gratuita.

Balé da Cidade

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de dança Contemporânea que vem a 26 anos atuando no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e aprofundamento da dança piauiense. Vem aproximando a dança da cidade através da sua atuação compromissada em diferentes ações, como temporadas de apresentações públicas, conversas e formação continuada.

O Balé da Cidade de Teresina conta atualmente com 18 bailarinos e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina através da Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina. Tem direção geral de Chica Silva, coordenação artística de Janaína Lobo e ensaios de Carla Fonseca.

Procissão das Sanfonas: uma celebração da cultura nordestina

Procissão das Sanfonas: uma celebração da cultura nordestina

Hoje acontece o grande encontro de sanfoneiros, com concentração na Catedral de Nossa Senhora das Dores.

Viva o Sertão Alternativo". Este é o tema da 11ª Procissão das Sanfonas, que acontece nesta sexta-feira (2), com uma programação diversificada e de valorização da cultura nordestina. O evento promovido pela Colônia Gonzaguiana do Piauí reunirá centenas de sanfoneiros em cortejo musical pelo centro, seguido por um grande número de apreciadores dessa manifestação cultural. 

Realizada, anualmente, sempre no mês de agosto, a Procissão das Sanfonas relembra a morte de Luiz Gonzaga, ocorrida em 2 de agosto de 1989. Este ano, os gonzaguianos também homenageiam Raul Seixas. Considerado rei do rock brasileiro, o artista faleceu há 30 anos, no dia 21 de agosto. 


Foto: Divulgação

Outro ícone nordestino que será lembrado e festejado, durante o evento, é o intérprete, compositor e instrumentista paraibano Jackson do Pandeiro, que completaria 100 anos no dia 31 de agosto deste ano. A concentração dos músicos e artistas populares será realizada a partir das 15h, na Catedral de Nossa Senhora das Dores, onde as sanfonas serão abençoadas pelo padre Antônio Cruz. Para cumprir o rito religioso, o sarcedote usará um chapéu de couro, marca de Luiz Gonzaga. 

A Procissão sairá da igreja às 16h, após a benção das sanfonas seguindo pelo calçadão da Rua Simplício Mendes com bonecos gigantes de Luiz Gonzaga, Padre Cícero, Lampião e Maria Bonita, juntamente com o povo que acompanhará o cortejo até o Museu do Piauí/Casa de Odilon Nunes, quando acontecerá homenagens e apresentações musicais. 

Para o professor Wilson Seraine, idealizador do evento e estudioso da vida e obra de Gonzaga, a manifestação quebra a rotina da cidade e desperta o olhar da população para a importância da cultura nordestina. “Há 11 anos valorizamos as tradições do Nordeste e do nosso Estado. Com isso, mais do que fazer história, estamos resgatando memórias, que por vezes são esquecidas pelo nosso povo”, destaca. 


Foto: Divulgação

O Sertão Alternativo 

Na edição deste ano, uma das novidades é o lançamento da coleção de camisas “Viva o Sertão Alternativo”, produzida por artistas piauienses, e de um jingle escrito pelo músico local Roraima, especialmente, para a ocasião. 

Durante o evento, gonzaguianos que representam a diversidade do sertão alternativo e que colaboraram para a realização da procissão, serão homenageados com troféus criados pelo artista piauiense Álvaro Roberto Carneiro, em parceria com o pirógrafo José Francisco Lima. 


Foto: Divulgação

Três Reis 

Luiz Gonzaga não recebeu o apelido de Rei do Baião à toa. Com composições marcantes como Asa Branca, ele mostrou para todo o Brasil o sofrimento do povo do sertão nordestino, assim como a alegria e o orgulho de ter raízes no Nordeste. 

Raul Seixas é considerado o Rei do Rock brasileiro. O Maluco Beleza, como também é conhecido, misturou rock americano com baião. Jackson do Pandeiro foi considerado rei pela habilidade rara de brincar com os tempos musicais, pelo jeito de tocar o instrumento incorporado ao nome artístico.

01 de agosto de 2019

Teresina Shopping recebe Museu do Videogame Itinerante

Teresina Shopping recebe Museu do Videogame Itinerante

Evento totalmente gratuito e aberto ao público, que resgata 47 anos de história dos videogames, acontecerá de 3 a 18 de agosto, na praça de eventos do Teresina Shopping.

Um dos mais visitados eventos de videogames do país chegará dentro de alguns dias ao Piauí. De 3 a 18 de agosto, das 15h às 21h (domingo a sexta-feira) e das 12h às 21h (sábado), o Teresina Shoppingserá um dos shoppings a receber o Museu do Videogame Itinerante em 2019. Com entrada totalmente gratuita e aberta ao público, serão mais de 300 consoles de todas as gerações em exposições, dezenas de consoles antigos para jogar, além de trazer Palco Just Dance, simuladores de corridas, torneios de jogos antigos e atuais, controles gigantes e as áreas PlayStation VR, Nintendo Switch e XBOX ONE X. Entre as atrações estão o brasileiro bicampeão mundial de Just Dance, Diegho San, bem como o concurso de cosplay e o encontro K-POP.

O Museu do Videogame Itinerante, que recebe cerca de 5 milhões de visitantes ao ano, é o primeiro do gênero do país registrado pelo Ibram – Instituto Brasileiro de Museus. Em 2014, recebeu o prêmio do Ministério da Cultura como o museu mais criativo do país. Em 2016, foi um dos museus brasileiros escolhidos para representar o país no maior encontro de museus do mundo, em Paris. 

Foto: Divulgação

A exposição totalmente interativa resgata mais de quatro décadas de história da evolução dos videogames. De acordo com o curador do Museu do Videogame, Cleidson Lima, entre as relíquias estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos); o Telejogo Philco Ford, de 1977 (o primeiro videogamefabricado no Brasil); o Nintendo Virtual Boy, de 1995 (primeiro a rodar jogos 3D); o Vectrex, de 1982 (console com jogos vetoriais que já vinha com monitor); o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho), de 1979 e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985).

Um dos diferenciais do Museu do Videogame Itinerante é que, além de conhecer consoles e jogos raros, os visitantes também podem jogar em alguns videogames que fizeram história, tais como o Telejogo Philco-Ford, Atari 2600 , Odyssey, Nintendinho 8 bits, Master System, Mega Drive, Sega CD, Super Nintendo, Neo Geo, Panasonic 3DO, Turbografx, Nintendo 64, Game Cube, Sega Dreamcast, Xbox, Playstation 1, PlayStation 2, entre outros. 

Além das ilhas de antigos, o Museu do Videogame Itinerante também tem espaço para as novas gerações de consoles. Os visitantes poderão conhecer e jogar lançamentos da PlayStation em totens multimídia com PlayStation 4 já conhecidos nos grandes eventos de games no Brasil e no exterior. Além disso, é possível também pilotar supermáquinas em cockpits para PS4 que trazem gráficos como se estivesse em uma pista real. 

Outra área de destaque será a do PlayStation VR, na qual os visitantes poderão experimentar, gratuitamente, a nova tecnologia de realidade virtual para os consoles PlayStation 4. Para os amantes da Nintendo, o evento contará também com a área do Switch, novo console da companhia japonesa que será uma mistura de console e portátil. Os visitantes também poderão conhecer e jogar no novo console da Microsoft: o XBOX ONE X.

Para aqueles que curtem dançar e suar a camisa, uma outra atração no evento será o palco Just Dance. Nele, o jogador é desafiado a imitar os mesmos movimentos de dançarinos profissionais virtuais e, assim, alcançar a melhor pontuação no ranking do evento. Os mais bem colocados poderão, inclusive, participar do concurso Just Dance, da Ubisoft, e faturar brindes e prêmios.

Um dos momentos mais aguardados será o concurso de Cosplay, atividade em que as pessoas se caracterizam e interpretam seus personagens preferidos de anime (animações japonesas), mangá (quadrinhos japoneses) ou videogames.

Cronograma de torneios Museu Do Videogame Itinerante -Teresina Shopping

05/08 (SEG – 19H): River Raid – ATARI 2600

06/08 (TER – 19H): Ultimate Mortal Kombat 3 – SNES

07/08 (QUA – 19H): KOF 2002  – NEO GEO AES

08/08 (QUI – 19H): International SuperStar Soccer Deluxe – SNES

09/08 (SEX – 19H): Street Fighter 2 – Super Famicom

10/08 (SÁB – 16H): FIFA 19 – Xbox One

11/08 (DOM – 16H ÀS 18H) – Encontro K-Pop

11/08 (DOM – 17H): Pro Evolution Soccer 2019 – PS4

12/08 (SEG – 19H): DRAGON BALL Z – PS4

13/08 (TER – 19H): Street Fighter V Arcade Edition – PS4

14/08 (QUA – 19H): Mário Kart 8 Deluxe – Nintendo Switch

15/08 (QUI – 19H): Naruto Storm 4 Revolution – Playstation 4

16/08 (SEX – 19H): Mortal Kombat 11 – Playstation 4

17/08 (SAB – 18H): Concurso de Cosplay – Desfile Individual

18/08 (DOM – 18H): Final Just Dance 2019

Cinemas Teresina: estreias e mostra especial em destaque na semana

Cinemas Teresina: estreias e mostra especial em destaque na semana

O filme "No Coração do Mundo" tem exibição exclusiva nos Cinemas Teresina, além de outras grandes produções em lançamentos nacionais.

Uma semana repleta de grandes produções nos Cinemas Teresina, no Teresina Shopping: além de duas pré- -estreias, há a exibição exclusiva do filme "No Coração do Mundo" e uma Mostra especial de filmes produzidos por João Vieira Jr., convidado especial da II Masterclass dos Cinemas Teresina. 


"No Coração do Mundo", exibição exclusiva nos Cinemas Teresina - Foto: Divulgação

Na matinê de pré-estreia, no sábado (3), às 11h, será exibido o documentário nacional "O amigo do Rei". Misturando documentário e ficção, o maior crime ambiental da história do Brasil é explorado através de suas mais variadas perspectivas. Tratando do rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, Minas Gerais, o deputado federal Rey Naldo (Luciano Chirolli) mostra ao Congresso Nacional como a política e a mineração se relacionam de maneira íntima. 

Outra pré-estreia da semana é ‘Vermelho Sol’, exibido no domingo (4) às 10h30. O novo filme de Benjamín Naishtat, se passa em meados da década de 1970, numa pacata cidade provinciana e narra a história de Claudio (Darío Grandinetti), um advogado renomado que entra numa discussão acalorada com um rapaz desconhecido, visivelmente perturbado, em um restaurante. Com arrogância, o advogado humilha o jovem diante de todos os presentes, que não interferem na discussão. O desconhecido se exalta e é expulso do local com o aval dos demais que ali estão. Mais tarde naquela noite, ele decide buscar vingança, surpreendendo Claudio e sua esposa, Susana (Andrea Frigerio). O advogado, então, toma um caminho sem volta que envolve desaparecimentos e segredos. 


Velozes e Furiosos também estreia nesta quinta no Cinemas Teresina - Foto: Divulgação

Em estreia exclusiva nos Cinemas Teresina, "No Coração do Mundo" traz no enredo o drama nacional que acontece na periferia de Contagem. Lá, Marcos busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos. Surge uma oportunidade arriscada, mas que pode solucionar todos os seus problemas. Para isso, ele precisa convencer sua namorada, Ana, a se juntarem à Selma e executarem o plano que pode mudar suas vidas para sempre. 

"Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw’", em estreia nacional: desde que se conheceram, em "Velozes & Furiosos 7", Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard Shaw ( Jason Statham) constantemente bateram de frente, não só por inicialmente estarem em lados opostos mas, especialmente, pela personalidade de cada um. A comédia ‘As Rainhas da Torcida’ também é outro lançamento especial dos Cinemas Teresina. Diagnosticada com câncer terminal, a solitária Martha (Diane Keaton) decide se livrar de todos os seus pertences pessoais e se mudar para uma comunidade de idosos.

31 de julho de 2019

Patrícia Mellodi lança cd

Patrícia Mellodi lança cd "dois deuses e eu" no Theatro 4 de Setembro

Em novo disco, a cantora traz a ancestralidade, regionalismo, força, poesia e reencontra suas raízes piauienses e nordestinas.

Na faixa que abre o novo disco, ela já avisa: "eu sou mãe guerreira, sou matreira, brasileira e nada destrói". Em seguida adverte: "nem com cara feia, repressão, a esperança se vai... sou desdobrável, maleável... mulher que cupim não rói... sou do Piauí". 

Trazendo a ancestralidade, regionalismo, força, poesia e reencontrando suas raízes piauienses e nordestina, Patrícia Mellodi apresenta seu novo disco "dois deuses e eu". Dois shows estão marcados para apresentar aos seus conterrâneos o novo trabalho: nesta quarta (31), às 20h, no no Theatro 4 de Setembro, e quinta (1º de agosto), às 21h, no Restaurante Vila Isabel. 

"Quem for ao show vai encontrar essência e verdade. Trago a poesia, a filosofia, um reencontro comigo mesma, minha raiz, minha ancestralidade, acaba sendo um disco também político". 

O novo disco tem parceria artística com Alexandre Rabello, baixista, percussionista, e produtor musical (seu conterrâneo), e com o experiente e renomado baterista, Élcio Cáfaro, conceberam juntos os arranjos e o conceito estético sonoro, formando um power trio. 

"Eu toco violão o show inteiro, na minha harmonia, respeitando o DNA da canção. Estou com parceiros incríveis e é um disco pra ouvir inteiro, uma canção é ligada a outra, numa homenagens as mulheres, aos orixás, aos índios, os negros, além de deuses da música como Gilberto Gil e Caetano". 


A cantora retorna aos palcos com repertório de músicas inéditas - Foto: Divulgação

As 12 canções do projeto foram apresentadas ao público carioca nos, dias 18 e 19 de maio, em show no Parque das Ruínas, no Rio de Janeiro. A apresentação tem direção do poeta Jorge Salomão, roteiro a cargo do poeta e jornalista Christovam de Chevalier e cenário assinado pela artista visual Iza Valente. 

Com o novo álbum, a artista retorna aos palcos após oito anos sem lançar um disco de inéditas (seu último CD, “Do outro lado da lua”, foi lançado pela Saladesom Records). 

A canção "dois deuses e eu" que dá título ao projeto trata-se de uma homenagem a mulher guerreira brasileira, que é do afeto e da luta, e refere-se também aos orixás Iemanjá e Ogum, a mãe e o guerreiro. 

Mais sobre a artista

Patrícia Mellodi é uma cantora e compositora do Piauí, radicada no Rio de Janeiro. Lançou quatro CDs autorais, cujas faixas foram usadas em trilhas de novelas da TV Globo e tiveram grande execução em rádios de todo pais. Esses trabalhos tiveram, inclusive, indicações a prêmios importantes, como o Prêmio da Musica Brasileira. Já levou à cena projetos importantes como o show “Anjo Torto”, em homenagem aos 70 anos de Torquato Neto (1944-1972), seu conterrâneo, e o show com que celebrou os 50 anos de carreira de Joyce Moreno, uma de suas grandes influências musicais.

30 de julho de 2019

Procissão das Sanfonas celebra Luiz Gonzaga, Raul Seixas e Jackson do Pandeiro

Procissão das Sanfonas celebra Luiz Gonzaga, Raul Seixas e Jackson do Pandeiro

Com o tema “Viva o Sertão Alternativo”, este ano a procissão recorda 30 anos das mortes de Luiz Gonzaga e de Raul Seixas, e homenageia o centenário de nascimento de Jackson do Pandeiro.

Teresina recebe na próxima sexta-feira (2) mais uma edição da Procissão das Sanfonas, evento que leva a música de Luiz Gonzaga pelas ruas do Centro da cidade há 11 anos. O evento acontece sempre no mês de agosto, quando se relembra o dia da morte do Rei do Baião.

Com o tema “Viva o Sertão Alternativo”, este ano a procissão recorda 30 anos das mortes de Luiz Gonzaga e de Raul Seixas, e homenageia o centenário de nascimento de Jackson do Pandeiro.

Natural do município de Exu (PE), Gonzaga faleceu no Recife (PE), em 2 de agosto de 1989. Enquanto Raul Seixas, que também era nordestino, de Salvador, faleceu algumas semanas após Gonzagão, no dia 21 de agosto de 1989, em São Paulo, capital.

Jackson do Pandeiro nasceu em Alagoa Grande, município da Paraíba, em 31 de agosto de 1919.

A concentração dos sanfoneiros será realizada a partir das 15 horas, na Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores, onde as sanfonas serão abençoadas. O trajeto do cortejo passará pelo calçadão da Rua Simplício Mendes e seguirá até o Museu do Piauí, local de encerramento do evento.

“Agosto de 1989 levou embora o nosso Rei do Baião. Levou também o Rei do Rock Brasileiro: Raul Seixas. Mas agosto de 1989 nos trouxe o Rei do Ritmo: Jackson do Pandeiro. São esses reis que iremos homenagear este ano. Reis que mostraram ao mundo a beleza do nosso sertão alternativo”, conta o professor Wilson Seraine, idealizador do evento e estudioso da obra e vida de Luiz Gonzaga.

A Procissão das Sanfonas sempre atrai um grande público, integrando o calendário de atividades culturais de Teresina. Realizada pela Colônia Gonzaguiana do Piauí (grupo de fãs do Rei do Baião, músicos e pesquisadores), a manifestação cultural mobiliza artistas de todo o estado e conta com bonecos gigantes de Luiz Gonzaga, Padre Cícero, Lampião e Maria Bonita.

Durante o evento, haverá homenagens a gonzaguianos que representam a diversidade do sertão alternativo e que colaboraram para a realização da procissão. Eles receberão troféus criados pelo artista piauiense Álvaro Roberto Carneiro, em parceria com o pirógrafo José Francisco Lima.

Wilson Seraine ressalta que a 11ª edição traz novidades, como o lançamento da coleção de camisas “Viva o Sertão Alternativo”, produzidas por artistas piauienses, além de um jingle escrito pelo músico local Roraima, especialmente para o evento. “A música valoriza o legado dos homenageados. Nosso evento é pioneiro no Brasil. Temos que manter vivas as memórias desses artistas que tanto contribuíram para a cena cultural nordestina e valorizarmos essa manifestação cultural que é tão peculiar”, acrescenta.

O professor Wilson Seraine (Foto: Divulgação)

Exposição “30 anos sem Raul Seixas”

Na programação, destaca-se também a Exposição “30 anos sem Raul Seixas”. Organizada pela Colônia Gonzaguiana do Piauí, em parceria com o Fã Club Raul Rock Piauí, a mostra está instalada no Museu do Piauí e objetiva homenagear esse nordestino, por meio do acervo do pedagogo e fundador do primeiro Fã Club do Raul Seixas de Teresina, Bruno Lustosa. Há mais de 10 anos, ele reúne long-plays (LPS), fitas cassetes, compactos, livros, revistas, quadros, posters e outros itens que retratam a vida e obra do Maluco Beleza. 

A exposição está aberta para visitação até a primeira quinzena do mês de agosto, das 8h às 17h, de terça-feira a sexta-feira, e das 8h às 12h, aos sábados e domingos.

Encerram amanhã as inscrições para o Festival de Teatro do Piauí

Encerram amanhã as inscrições para o Festival de Teatro do Piauí

O resultado final da seleção será divulgado no dia 5 de agosto.

Encerra nesta quarta-feira (31) o prazo para os grupos de teatro de todo o Brasil se inscreverem no 8º Festival Nacional de Teatro do Piauí. Este ano, o evento acontece de 17 a 20 de outubro na cidade de Floriano, a 240 km da capital piauiense.

Segundo o Grupo Escândalo Legalizado de Teatro (Escalet), que organiza o Festival, ao todo serão selecionados 20 espetáculos, entre as categorias adulto, infantil, monólogo, rua e espaço alternativo. O resultado final da seleção será divulgado no dia 5 de agosto.

César Crispim, diretor do Grupo Escalet e coordenador do evento, lembra que as inscrições estão sendo feitas exclusivamente através do site www.escalet.com.br. Neste endereço eletrônico também estão disponíveis o regulamento do Festival e a ficha de inscrição, que deve ser preenchida e enviada à organização do evento.

Foto: Divulgação

Os grupos selecionados terão direito a passagens aéreas ou terrestres da cidade de origem à cidade sede do evento; hospedagem, alimentação e traslado interno municipal. “Os premiados receberão o Troféu Nilson Ferreira de melhor ator, melhor atriz, melhor diretor, melhor texto, melhor maquiagem, melhor figurino e melhor espetáculo de cada categoria. E entre todas as categorias também serão selecionados o ator e a atriz Revelação do Festival”, ressalta César Crispim.

Durante a realização do Festival, o público em geral terá oportunidade de assistir espetáculos de teatro de todo o Brasil, além de poder participar de oficinas e palestras. Todas as apresentações acontecerão no Teatro Cidade Cenográfica, no Espaço Cultural Maria Bonita ou em locais públicos, conforme as especificidades de cada espetáculo.

O 8º Festival Nacional de Teatro do Piauí é uma realização do Grupo Escândalo Legalizado de Teatro e da Secretaria de Cultura do Estado do Piauí (Secult). “Nosso objetivo é difundir ainda mais cultura no Estado e nos consolidarmos como agentes incentivadores deste cenário tão rico, que propicia engrandecimento não apenas para os grupos de teatro como também para a população que poderá assistir às apresentações”, conclui César Crispim.

Para mais informações, a organização do Festival disponibiliza os seguintes canais: e-mail: [email protected], telefones (89) 99419-1808 ou (89) 99978-6996, e o site www.escalet.com.br.

29 de julho de 2019

Show de Top Gun encerra 2ª edição do Festival The Vejo na Ponte

Show de Top Gun encerra 2ª edição do Festival The Vejo na Ponte

A segunda edição do Festival The Vejo na Ponte teve como proposta misturar ritmos e dar, cada vez mais, holofotes às bandas locais.

A banda dedicada ao flashback music, Top Gun, encerrou com chave de ouro a 2ª edição do Festival The Vejo na Ponte. Cerca de cinco mil pessoas estiveram reunidas para curtir o último dia de festival, neste domingo (28), deixando o Complexo Turístico Ponte Estaiada lotado.

Um dos shows mais aguardados da noite foi o da banda Validuaté, que levou suas canções cheias de poesia e romance ao palco do festival que acontece sempre no período das férias. Além destes grupos, as bandas Janela Lateral e Batuque Elétrico embalaram as pessoas que se concentravam no local.

Foto: Divulgação/PMT

A segunda edição do Festival The Vejo na Ponte teve como proposta misturar ritmos e dar, cada vez mais, holofotes às bandas locais. Aliado a isso, uma campanha para arrecadar uma tonelada de ração para cães e gatos, além de material de limpeza, também impulsionou os três dias de evento.

Para a empresária Cícera Silva, 52 anos, o festival tem se mostrado uma importante movimentação cultural para a cidade. “Eu acompanho o festival desde a primeira edição e em janeiro até trouxe uns parentes do Rio Grande do Norte para curtirem a festa. Eles saíram daqui encantados. É importante essa movimentação cultural, porque aqui a gente reencontra amigos, traz a família, os cachorros e isso vira uma experiência muito boa. Já quero a próxima edição”, explica.

Já a estudante Vanessa Oliveira, 21 anos, aprovou a ideia de unir ao festival à questão da causa animal, através da campanha de arrecadamento de ração.  “Eu vim na edição passada e estou aqui novamente porque eu sou apaixonada pela Validuaté e estou em praticamente todos os shows deles aqui na cidade. Além disso, achei muito massa a ideia da barraca dos AUmigos e de ligar esse evento a uma causa importante. Enfim, foi uma noite maravilhosa, com artistas maravilhosos. Melhor que isso só uma terceira edição para trazer mais Validuaté e mais outras bandas maravilhosas para a gente conhecer”, destacou.

De acordo com o gestor da Semdec, Venâncio Cardoso, o Festival The Vejo na Ponte já se consolidou e tornou-se um evento importante para o calendário da cidade. “A proposta deste festival é ser realizada no período das férias, ou seja, nos meses de janeiro e julho. Pelo comparecimento da população ao evento, podemos perceber que é uma proposta acertada, que reúne as pessoas, que divulga as bandas locais, que faz dinheiro girar, que dá mais visibilidade ao nosso principal atrativo turístico. Então acredito que o The Vejo na Ponte é um evento que se tornou importante para o calendário da cidade”, explicou.

A 2ª edição do Festival The Vejo na Ponte é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) em parceria com a Fundação Monsenhor Chaves (FMC).

26 de julho de 2019

Maria Gadú traz poesia na primeira noite da Ópera da Serra da Capivara

Maria Gadú traz poesia na primeira noite da Ópera da Serra da Capivara

A cantora realizou um show intimista e ficou emocionada com a oportunidade de fazer show no cenário da Pedra Furada.

A terceira edição da Ópera da Serra da Capivara teve início, nesta quinta-feira (25) à noite, com a apresentação da encenação Ato Carcará em homenagem ao Nordeste e a sua cultura, apresentando o universo mágico dos povos da caatinga com muita dança e música. Um espetáculo rico em cores, ritmos e vozes que emocionou o público no anfiteatro da Pedra Furada.

A atração musical da noite foi a cantora Maria Gadú, que realizou um show intimista e cheio de poesia levando milhares de fãs ao delírio. Gadú ficou emocionada com a oportunidade de fazer um show no belo cenário natural da Pedra Furada e com a receptividade do público que lotou as arquibancadas para cantar seus maiores sucessos. 


Ato Carcará e Maria Gadú apresentam-se na primeira noite da Ópera da Serra da Capivara - Foto: Ccom

“Sempre fico muito surpresa com a receptividade do público, é muito bonito. É muito lindo ver o Piauí, um estado tão silenciado pelo Sudeste, pela imprensa, pelos livros de História, trazer tanta gente para cá. Essa plateia gigante de pessoas brasileiras e, de outros países, que vêm para desfrutar de tudo que tem, e da arte que está sendo desenvolvida aqui. Queria agradecer a organização toda pela oportunidade de cantar nessa maravilha”, declarou a cantora.

Além de toda a beleza do corpo cênico da atração, a edição deste ano trouxe uma novidade para o espetáculo com a apresentação, ao vivo, da trilha sonora para a exibição cênica dos bailarinos. O grupo Rosa Armorial, de Curitiba, encantou o público com a performance temática da noite recriando a música popular através do desenvolvimento dos elementos eruditos.

Estiveram na abertura do espetáculo a prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro; o prefeito de Coronel José Dias, Maninho Galvão; a deputada federal Margarete Coelho, além representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Fundação Museu do Homem Americano. 

Programação Anfiteatro da Pedra Furada:

(Shows Nacionais)

26 Julho/2019 

19h  Ato Carcará 

21h Siba (PE)

27 Julho/2019 

19h  Ato Carcará

21h Mariana Aydar  (SP)

Projeto Liberdade será lançado nesta sexta no Club dos Diários

Projeto Liberdade será lançado nesta sexta no Club dos Diários

O movimento corporal como instrumento de transformação para mulheres encarceradas.

O Projeto Liberdade, a ser lançado nesta sexta-feria (26), a partir das 18h, no Club dos Diários, com entrada gratuita, idealizado pela bailarina e coreógrafa Luzia Amélia, utiliza a dança como instrumento de transformação das mulheres afrodescendentes em situação carcerária, em Teresina. 

O projeto virou documentário, assinado por Sérgio Caddah. Segundo a direção do projeto, a maioria das mulheres privadas de liberdade são negras. O Brasil é um dos maiores representantes do processo de encarceramento em massa no mundo, e o quarto país com maior número de pessoas presas. 

Projeto Liberdade será lançado nesta sexta no Club dos Diários. (Foto: Reprodução)

O País teve um relevante aumento de 157% da população carcerária, com elevação de cerca de 700% da população feminina presa, no período de 2000 a 2016. Em âmbito nacional, 68% das mulheres encarceradas são negras, ainda não tiveram julgamento, muitas são presas provisórias e 50% são jovens e não concluíram o ensino médio. 

A primeira fase do curta documentário acontece no entrelace de duas áreas que, embora sejam distintas, convergem no objeto de criação, o corpo dessas mulheres: a dança e o cinema que atuarão como mediadoras entre as reeducandas e a sociedade. O Projeto Liberdade tem apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura – SIEC e da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus. 

25 de julho de 2019

Suspense, ação, drama e aventura em cartaz no Cinemas Teresina

Suspense, ação, drama e aventura em cartaz no Cinemas Teresina

Final de férias chegando, mas os Cinemas Teresina continuam com programação especial.

Nesta semana, os Cinemas Teresina prepararam uma programação variada com suspense, drama, comédia, ação e aventura, para que o público possa se divertir nestes últimos dias de férias. Entram em cartaz longas para todas as idades, contemplando toda a família em pré-estreias, estreias e lançamentos nacionais. 

Com pré-estreia neste sábado (27), às 11h, o documentário francês “Varda por Agnès” expõe os processos de criação da diretora francesa Agnès Varda e revela sua experiência com o fazer cinematográfico. No domingo (28), outra pré-estreia imperdível: às 10h30, exibição do filme “Rafiki”, Kena (Samantha Mugastsia) e Ziki (Sheila Munyiva) são grandes amigas, apesar da rivalidade política de suas famílias. A relação de amizade transforma-se em um romance que passa a afetar a rotina da comunidade conservadora em que vivem. O drama, que fez parte da seleção oficial da Mostra "Um Certo Olhar" do Festival de Cannes 2018, é dirigido pela queniana Wanuri Kahiu. 


"Vanda por Agnès", pré-estreia no sábado, às 11h, no Cine Teresina 4 - Foto: Divulgação

A comédia "As Trapaceiras" entra em cartaz em lançamento nacional: no enredo, Josephine (Anne Hathaway) e Penny (Rebel Wilson) são duas manipuladoras conhecidas pela arte de extorquir milionários por quem fingem estar apaixonadas. O caminho delas se cruza quando ambas procuram por um novo alvo. Apesar de competirem pela fortuna de Thomas Westerburg (Alex Sharp), astrapaceiras logo descobrem que talvez tenham mais chances de sucesso se trabalharem juntas. 

Outra novidade desta semana é o suspense “Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal”. A cinebiografia conta a história do serial killer Ted Bundy (Zac Efron), um dos psicopatas mais famosos e perturbadores dos EUA. A trajetória do assassino, que tinha fama de sedutor e conquistou várias fãs, é contada pelo ponto de vista das mulheres que se envolveu: Liz Kendall (Lily Collins) e Carole Ann Boone (Kaya Scodelario). 

Uma surpresa agradável é o longa “O Mistério do Gato Chinês”. A história se passa durante a dinastia Tang, na China, quando um gato misterioso começa a atacar altos membros da Corte Imperial, provocando várias mortes. O chinês Bai Letian (Huang Xuan) e o monge japonês Kûkai (Shôta Sometani) decidem unir forças para solucionar o mistério por trás do animal místico. Eles descobrem segredos na história da nobreza, envolvendo uma bela concubina amada pelo Imperador, mas rejeitada pelo povo. O gato representaria, na verdade, o acerto de contas por um crime nunca solucionado. 



"O MIstério do Gato Chinês", lançamento nacional

Além dos filmes “Eu Não Sou uma Bruxa” e “A Costureira de Sonhos”, que tiveram pré- -estreia semana passada, ainda permanecem em cartaz O Rei Leão; Annabelle 3: De Volta para Casa; Homem-Aranha: Longe de Casa; PETS: A Vida Secreta dos Bichos 2 e outros.

Conselho premia artistas do concurso “Um rosto para Esperança Garcia”

Conselho premia artistas do concurso “Um rosto para Esperança Garcia”

A artista plástica Dora Parentes ficou com o primeiro lugar.

O concurso “Um rosto para Esperança Garcia”, promovido pelo Conselho Estadual de Cultura, reuniu trabalhos de 13 artistas plásticos piauienses. A missão desses artistas era retratar o rosto de Esperança Garcia, que foi escravizada e denunciou através de uma carta, os maus tratos sofridos no século XVIII. A artista plástica Dora Parentes ficou com o primeiro lugar. A premiação aconteceu nessa terça-feira (23), na sede do Conselho de Cultura, em Teresina.

“Ela era uma mulher negra, de 19 anos, alfabetizada e que se atreveu a escrever uma carta para o governador da Província, denunciando os maus tratos sofridos. Desde que conheci, me apaixonei pela história de Esperança Garcia. Ela é um símbolo de luta, de resistência, e precisa ser homenageada”, diz o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo.

Durante a solenidade de entrega da premiação e de apresentação dos trabalhos inscritos, o secretário disse ainda que as telas vão percorrer o Piauí, em exposições temporárias, que devem passar por escolas, museus e casas de cultura do Estado.


Foto:Reprodução

A entrega da premiação contou também com a presença da vice-governadora do Estado, Regina Sousa. Para o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Cineas Santos, o Piauí precisa se apropriar dos valores que tem. “Esperança Garcia é uma figura nossa, que ainda está na sombra. O Piauí precisa se apropriar dos seus valores. É assim que se constrói a identidade de um povo. A carga simbólica representada por Esperança Garcia precisa ser reconhecida”, afirma.

Além da artista plástica Dora Parentes, participaram do concurso os artistas: Dalva Santana, Jabuh, J Nildo, Rogério Albino, Josafá Lopes, Nonato Oliveira, Elda Ribeiro, Francisco Sanatiel, Jota A, Avelar Amorim, Jefferson Soares e Lídia Martins.

23 de julho de 2019

Exposição: as cores de Jader Damasceno

Exposição: as cores de Jader Damasceno

Um colorido com a luz solar que banha as lendas de um país cheio de transformações.

Continua aberta à visitação pública, até o dia 31 de julho, na Casa da Cultura de Teresina, a exposição Trópico de Câncer que reúne 14 trabalhos do artista visual piauiense Jader Damasceno. As visitas podem ser realizadas de segunda a sexta, das 8h às 17h30, e aos sábados, das 9h às 12h. 

 O colorido das telas de Jader Damasceno revela um Brasil ensolarado, através da cultura popular, das lendas de cada região. Natural de Oeiras, o artista traz nos traços característicos de sua obra reflexos de suas experiências, lembrando que passou boa parte de sua vida testando tintas, técnicas, e formas, desenvolvendo traço bem particular, o que destaca sua arte. 

Essa mistura de cores e formas traduzem, em um mesmo universo, o clássico e o popular, o humano e o carnal, e o lado divinal, como relatou o artista. Na arte de Jader Damasceno a inspiração vem da cultura nordestina, mas com o sotaque de outras regiões: "Os quadros são cheios de cortes, pois sempre falo que sou uma colcha de retalhos, tudo o que pinto remete a esse processo de cultura popular", observa. 


O colorido tropical é uma marca nas telas do artista - Foto: Divulgação

Autodidata, Jader ressalta que a ausência de rostos e a indefinição sexual dos personagens são resultantes da liberdade em seus trabalhos, uma busca pelo corpo liberto Exposição As cores de Jader Damasceno de preconceitos, de amarras, de qualquer obstáculo que venha contra o ato de ser tudo o que quiser. Para a diretora da Casa da Cultura de Teresina, Josy Brito, exposições como a de Jader Damasceno só engrandecem a cultura no Estado. “É um prazer receber a Trópico de Câncer. Estamos tendo uma receptividade muito boa por parte do público e a expectativa para que mais pessoas venham ver é altíssima, já que ocorre até o final de julho”, acentua. 

“Eu sempre gostei muito de geometria, porque eu gosto do corpo humano, eu acho o corpo uma obra geométrica incrível”, diz Jader Damasceno, cujas referências estão na literatura de Ariano Suassuna, Guimarães Rosa e de Mario Quintana: um misto de cores, uma coleção de sonhos e realidades.