Theresina Hall

Público já está na expectativa para os próximos shows

Próximo show é do rei Roberto Carlos, no dia 4 de dezembro.

22/11/2013 16:59h - Atualizado em 23/11/2013 01:33h

Compartilhar no

Quem veio ao Theresina Hall na inauguração da casa para o público com o show do Djavan, tem certeza que quer voltar. Por isso, a expectativa já é grande para as próximas atrações que estão previstas.

Fotos: Jailson Soares, Luana Santana e Izabella Pimentel

O produtor Ranieri Pinto, responsável pela vinda do Djavan à Teresina, já tem dois shows garantidos para os próximos meses. Um dos mais esperados é do Rei Roberto Carlos, no dia 4 de Dezembro. “Nós também vamos trazer o Rappa, no dia 15 de Fevereiro”, disse Ranieri.

O público gostou tanto da casa, que já sugere nomes como Gilberto Gil, Marisa Monte e Isabella Taviani para as próximas atrações.

Atualizada às 01h30

Um dos momentos mais emocionantes foi quando Djavan interpretou Meu Bem Querer. Toda a banda parou de tocar e o público continuou cantando a música.

Atualizada às 00h33

A animação do público foi visível no momento em que Djavan subiu ao palco. O cantor agradeceu a presença de todos e iniciou o show com a música que dá nome à sua turnê, Rua dos Amores. Muito aplaudido por todos os presentes, o artista continuou com a música Acelerou.

Atualizada às 00h15

O público que saiu de casa para ver Djavan também é formado por autoridades e políticos do Estado. Alguns deles fizeram questão de conhecer o Theresina Hall e aprovaram a estrutura da mais nova casa de shows e eventos do Piauí.

O Senador João Vicente Claudino foi um deles. “Eu fiquei orgulhoso de ter um espaço como esse, que possui as características das melhores casas do país”, disse João Vicente, acrescentando que o Theresina Haal vem suprir a lacuna de um Centro de Convenções no Estado.

Para o Secretário Municipal de Finanças, Admilson Lustosa, a casa é maravilhosa e não poderia ser aberta ao público com artista melhor. “Eu sei todas as músicas do Djavan”, disse o secretário.

O Secretário Municipal de Administração, Charlles Max destacou o padrão do Theresina Hall. “Espaço diferente do que já tínhamos por aqui. Excelente!”, ressaltou.

Atualizada às 00h00

O Theresina Hall abriu as portas ao público em grande estilo, com as músicas do Djavan. E os teresinenses compareceram em peso. São quase 3 mil pessoas que aguardam o início do show desse grande artista.

A aposentada Ana Deusa trouxe toda a família para ver o show de estreia do Theresina Hall. “Eu fiquei surpresa com o ambiente. É muito agradável”, disse a mulher, que está na expectativa pela entrada do Djavan.

Segundo o produtor Ranieri Pinto, a expectativa é a melhor possível para este e para os próximos shows que já estão previstos. ”Essa é uma grande casa de show, comparável com as melhores do Brasil”, disse Ranieri Pinto.

Para a cadeirante Jaqueline Carlos, o melhor do espaço foi o respeito com os deficientes físicos, devido à acessibilidade da casa. “Eu adoro o Djavan, mas nunca tive a oportunidade de vê-lo. Estou gostando muito do ambiente”, disse Jaqueline.

Atualizada às 23h30

Um show imperdível. Isso mesmo. Daqui a pouco, às 21h, o cantor e compositor Djavan sobe ao palco do Theresina Hall para apresentar “Rua dos Amores”, com o mesmo lirismo que vem embalando sua carreira ao longo desses anos. É com muita expectativa que o teresinense aguarda o astro alagoano com o som que conquistou o país.  Esse é o primeiro projeto do cantor, com músicas inéditas, em cinco anos. 

Em recente entrevista, o artista deixou claro que o show é dinâmico e faz parte de uma nova etapa de sua carreira. Considerado um dos maiores cantores do Brasil, Djavan tem composições gravadas por nomes consagrados da MPB. 

Após quatro anos sem deliberadamente compor nada – além do intenso envolvimento com “Ária”- Djavan presenteia o público com novo show e disco, já despontando nas paradas de sucesso. Passeando pelos ritmos e sonoridades brasileiras com naturalidade surpreendente, sempre dizendo que suas composições são inspiradas na natureza e em lembranças, Djavan promete um dos melhores shows de sua carreira para o teresinense, com tudo novo – inclusive o visual.

Djavan assina as letras e melodias das 13 novas canções, os arranjos e a produção do CD. “Rua dos amores” é um disco de canções de amor. Djavan está em turnê pelo Brasil, fazendo grande sucesso em todos os palcos. 

Os fãs teresineses

O publicitário Durvalino Couto explica que o sucesso de Djavan é fruto de sua genialidade e persistência: “O caminho do sucesso é longo e torto, e só os abnegados insistem até que chegam lá. Djavan é desses caras. Passou 12 anos tocando em bares e restaurantes no Rio e em Sampa; gravou seus primeiros LPs sem muita repercussão, até que um dia começou a acertar e estourou com suas canções, como Flor de Liz, Pétala, Meu Bem Querer, Oceano e tantas, tantas mais”, assinala. 

“Filho de mãe lavadeira negra e pai ambulante branco, Djavan começou na sua Maceió como crooner e guitarrista de conjuntos musicais, até que criou coragem de ir para o Rio. É uma beleza que ele tenha sido convidado para inaugurar essa nova casa de espetáculos de Teresina, que vem para matar o verme da vontade de ver coisa boa, no meio do forró moído (“muído”) geral. Com a presença de Djavan em Teresina, eu constato sem medo que “amar é um deserto e seus temores”. Seja bem-vindo, grande Djavan”, entusiasma- se Durvalino Couto. 

O músico e fotógrafo Sid Vitor deixa clara a sua admiração pelo artista alagoano: “Djavan é um artista completo, um bom músico e que tem bastante sensibilidade e expressividade; um cara que tenho escutado desde criança, com muita atenção. Sempre percebi em suas músicas o cotidiano, o amor de forma poética e um clima brando que contagia o ouvinte, um artista que faz da sua música uma espécie de teatro da vida!”, acentua e finaliza: “Djavan é um expoente ímpar!”. 

“O melhor intérprete da música popular brasileira”. Assim o advogado Haroldo Lopes resume o seu pensamento sobre Djavan, acrescentando que a simples menção ao nome já denota algo de bom, a alma da poesia, um sentimento profundo, puro como a poesia do artista. 

Metáforas e sentimentos

A artista plástica Josefina Gonçalves se confessa fã de carteirinha de Djavan. “ Bem, o que mais gosto do Djavan é como ele utiliza as metáforas para falar dos sentimentos. A sua música cantada tem uma sonoridade tão agradável, que em qualquer momento nos transporta e desperta a poesia que vive em cada um. Outro aspecto importante da obra de Djavan é a sua preocupação com o lado social”, explica a artista usando como exemplo a composição “Cara de índio”.

“Nessa música ele demonstra a sua preocupação com os resgates culturais brasileiros. Eu diria que ele é um dos ícones mais importantes da nossa música, com uma história de vida; ele tem a cara de nossa gente, de nosso país onde a diversidade cultural é muito grande. Sou sua fã”, completa. 

Para a professora Albetisa Moreira, Djavan reúne muitas qualidades que lhe conferem o status de astro da MPB: “É um artista versátil, é poeta, faz arranjos maravilhosos: um artista completo”, diz. 

Ela acrescenta que acompanha sua carreira desde o sucesso de “Alegre Menina”, tema na novela Gabriela. “E somando-se a tantas qualidades, Djavan tem uma voz maravilhosa, aveludada. Quem não admira “Pétala”, “Oceano”, “Matilha” e tantas outras?”, conclui. 

“Um dos últimos moicanos de nossa música. Um trovador de lirismo único”, lembra o professor Jivago Lima. Fã ardoroso do artista, ele assinala que se torna impossível enumerar as composições de Djavan, por ordem de importância. “Além dos sucessos conhecidos de todos, outras composições também são de uma beleza incomparável. Djavan é poesia verdadeira que enriquece, e muito, a nossa MPB”, enfatiza.

Compartilhar no
Por: Nayara Felizardo, com informações de Mayara Martins

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas