• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Voluntários se unem para revitalizar escola de idiomas em Teresina

As ações incluíram o plantio de arvores, inserção de espelhos nos banheiros, corte do mato do terreno e pintura das paredes das salas de aula.

28/09/2019 12:36h - Atualizado em 28/09/2019 13:01h

Alunos, professores e funcionários do Centro de Línguas - Padre José, localizado na zona Norte de Teresina, se reuniram neste sábado (28), de forma voluntária, para revitalizar as instalações da escola. As ações incluíram o plantio de arvores, inserção de espelhos nos banheiros, corte do mato do terreno e pintura das paredes das salas de aula.

Centro de Línguas é reformado por alunos, professores e funcionários. Foto: Jorge Wesley

O principal objetivo dos voluntários foi proporcionar um clima agradável para escola de idiomas. A professora de inglês e francês da unidade, Elisabete Torres, explica que a ideia surgiu após uma experiência pessoal de voluntariado, no Estados Unidos, em 2013.

Elisabete Torres, professora idealizadora do projeto. Foto: Jorgr Wesley

“A ideia é tornar a escola um ambiente mais agradável. Eu dei essa ideia e os professores abraçaram, convidamos os alunos e alguns deles fizeram doações. Quem não ajudou com material, veio com a mão de obra. Eu gostaria que essa ideia partisse daqui e ganhasse toda a rede pública no intuito de construir cidadãos mais conscientes”, disse.

Ações voluntariadas. Foto: Jorgr Wesley 

Os voluntários foram divididos em quatro grupos responsáveis por serviços diferentes: jardinagem, pintura, limpeza e carpintaria. As atividades começaram às 08h e terminaram às 13h. A organização estipulou que um novo encontro de voluntariado deve acontecer na última semana de agosto do próximo ano, já que, segundo a organização, no dia 28 do mesmo mês é comemorado o Dia Nacional do Voluntariado.

A estudante do 6º módulo do curso de inglês, Lilian Moura Fé, ressaltou que a prestação do serviço voluntário é uma forma de retribuir o que escola tem feito por ela.

Lilian Moura Fé, estudante do 6º módulo do curso de inglês. Foto: Jorge Wesley 

“Acho que quando a gente adota a escola, fica mais difícil de alguém querer depredar, é um incentivo pra todos cuidarem melhor do espaço. Eu também acho que é uma pequena forma de retribuir o que a escola tem feito para nós alunos. Essa escola é muito boa, tem excelentes professores e a gente praticamente usufrui de graça”, pontuou.

Centro de Línguas

Centro de Línguas, na zona Norte. Foto: Jorge Wesley

O Centro de Línguas vem atuando há doze anos no fortalecimento e expansão do ensino de novos idiomas no Estado. Atualmente, conta com cerca de 2000 alunos nos três turnos, distribuídos pelos cursos de inglês, francês, espanhol, libras, português e redação de duração de até 3 anos. Para ingressar, o estudante paga apenas o material didático.

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário