VÍDEO: Incêndio destrói residência no bairro Santa Clara, em Teresina

Fogo começou depois que uma vela caiu. Moradores dormiam no momento, mas foram socorridos por vizinhos. Ninguém ficou ferido.

12/10/2021 08:37h

Compartilhar no

Um incêndio de grandes proporções destruiu completamente uma residência localizada no bairro Santa Clara, zona Sul de Teresina. O fato ocorreu na madrugada desta terça-feira (12), quando havia três pessoas dentro da residência: uma senhora e seus dois filhos. Ninguém ficou ferido.


Leia também: Incêndio destrói teto de residência no Centro de Teresina 



A casa ficou completamente destruída. O teto desabou por conta do fogo - Foto: Reprodução/Whatsapp

O Corpo de Bombeiros esteve no local para controlar as chamas após serem acionados pelos vizinhos. De acordo com o relato deles à guarnição, a casa estava sem energia e a senhora que vive lá com os filhos acendeu uma vela para iluminar a sala. Ao ir se deitar para dormir, a vela continuou acesa e acabou caindo no chão no meio da madrugada.


O fogo rapidamente se alastrou e consumiu os aposentos da residência. Os vizinhos, que notaram o fogo e a movimentação, correram a retirar os moradores de dentro antes que o telhado desabasse. Pouco depois da chegada dos bombeiros, o telhado veio ao chão.


Segundo informou o Comando de Socorro ao Portalodia.com, não houve danos humanos, mas apenas materiais. “Quando a guarnição chegou, os moradores já haviam sido socorridos pelos vizinhos, então o trabalho da nossa equipe foi o de debelar as chamas e impedir que ela se alastrasse para as outras casas próximas. Houve muito dano material e o teto da residência desabou, infelizmente”, relatou o tenente Juarez.

O trabalho dos bombeiros agora é prosseguir com a perícia na residência para avaliar os danos e apontar em um laudo a causa do incêndio. Moradores do bairro Santa Clara estão se organizando em mutirão para acolher as vítimas do incêndio e arrecadar mantimentos, roupas e colchão para doar à família.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário