Vendas no comércio aumentam 5% em julho e lojistas apostam na temporada de férias

Lojas do centro estão abertas até as 17 horas e os shoppings até as 22 horas.

14/07/2021 11:58h - Atualizado em 14/07/2021 12:11h

Compartilhar no

O comércio varejista em Teresina vem dando sinais de recuperação em meio à sua pior crise por conta da pandemia de covid-19. Foram meses de incertezas quanto à retomada das atividades por conta da necessidade de isolamento social, mas ao menos as projeções se mostram animadoras. É isso o que aponta o Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas).


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Um dos principais motores para alavancar as vendas é a temporada de férias, que se iniciou agora em julho. Só do começo do mês até agora, as vendas do comércio varejista do Piauí aumentaram 5% em relação a junho. “Nós não temos como comparar com o ano passado, porque neste período em 2020 estávamos parados. Mas houve um crescimento em relação a junho e estamos agora nessa expectativa de que nas férias as pessoas comprem mais e isso se reflita no aumento das receitas dos lojistas”, explica Tertulino Passos, presidente do Sindilojas.

Pelos últimos decretos estaduais, o comércio geral está autorizado a funcionar em horário normal das 9h às 17h e os shoppings centers podem ficar abertos até as 22 horas. Essa flexibilização começou a acontecer na semana do Dia das Mães, em maio. Já em junho, o Dia dos Namorados consolidou o funcionamento do comércio aos finais de semana e, agora a expectativa é em relação às férias, o Dia dos Pais e o Dia da Criança.

“Esse período já uma outra grande oportunidade para o varejo dar continuidade nesse crescimento e focar em um público específico: as crianças. Com a pandemia, que levou os pequenos a passarem mais tempo em casa, os brinquedos são grandes aliados para proporcionar entretenimento”, afirma Tertulino.


Tertulino Passos, presidente do Sindilojas-PI - Foto: O Dia

O presidente do Sindilojas lembra que as lojas estão abastecidas para atender à demanda, disponibilizando serviços e produtos com qualidade e valores diversificados. Ele ressalta também que as lojas estão seguindo todos os protocolos de contenção da covid-19. “Temos reforçado a importância da compra no comércio local para a circulação de renda e manutenção dos empregos, já que este é um setor responsável por um grande número de contratações”, finaliza Tertulino.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário