Freezer explode e causa princípio de fogo na copa da reitoria da Uespi

Local estava ocupado por estudantes que fazem greve pedindo melhores condições de funcionamento da instituição Alguns alunos passaram mal.

16/04/2019 11:40h - Atualizado em 16/04/2019 11:52h

Compartilhar no

Os estudantes que ocupam o prédio da reitoria da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) no campus Torquato Neto, bairro Pirajá, passaram por momentos de susto e apreensão na madrugada desta terça-feira (16) após a explosão de um freezer que fica na copa do local. O aparelho teve um curto circuito que teria sido causado por uma oscilação de energia em parte do campus após o fornecimento de luz ter sido interrompido em boa parte do campus.


Foto: Reprodução/Whatsapp

Foi o que relatou o estudante do curso de Comunicação Social, Daniel Pessoa. Ele faz parte do grupo que ocupa a reitoria e disse que a energia em parte do Campus Torquato Neto foi desligada ainda na manhã de ontem (16). “Uma parte da reitoria ainda tinha energia de noite e estava dando oscilação. Nós desligamos os ares condicionados, mas como na copa não tinha energia, não desligamos nada. Quando foi de noite, teve de novo essa oscilação e o freezer acabou explodindo, queimando em uma parte e ainda teve risco de um incêndio na reitoria, porque tem um botijão de gás dentro da copa”, explica.


Foto: Reprodução/Whatsapp

Por conta do barulho da explosão e do cheiro de queimado, alguns estudantes chegaram a passar mal, conforme o que relata Daniel. Ele conta que o grupo perdeu todos os alimentos de que dispunha para se manter na ocupação da reitoria, inclusive alguns mantimentos doados no dia anterior. “Teve gente que chegou a vomitar por conta do cheiro forte de queimado e do cheiro do gás, que acabou tomando de conta”, diz. Mesmo com o ocorrido, os estudantes pretendem continuar ocupando a reitoria da Uespi.

O grupo recebeu, na manhã de hoje (16) um representante da segurança da Uespi, que checou as instalações, mas ainda não recebeu nenhum retorno sobre que providências serão tomadas. Os estudantes não chegaram a chamar os bombeiros porque, segundo eles, o posto de segurança do Campus Torquato Neto não está funcionando.


Foto: Reprodução/Whatsapp

O outro lado

Procurada, a Administração Superior da Uespi disse que devido à ocupação do prédio da reitoria estar sendo ocupado pelo Movimento Estudantil, encontra-se impossibilitada a realização da perícia para averiguar as causas que ocasionaram a explosão do freezer e o fogo na copa.

Veja a nota na íntegra:

A Universidade Estadual do Piauí esclarece que o Palácio Pirajá, prédio administrativo da instituição, está nesse momento sendo ocupado pelo Movimento Estudantil "SOS UESPI", dessa forma, encontra-se impossibilitado de ser realizado uma perícia para averiguar as causas que ocassionaram o fogo na Copa da Reitoria.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário