Sexta-feira 13: gatos pretos são vítimas de preconceito e maus-tratos

Tutores e protetores de animais falam do amor que sentem por seus bichanos pretos e desmistificam superstições

13/08/2021 11:07h - Atualizado em 13/08/2021 16:15h

Compartilhar no

Para as pessoas supersticiosas, a sexta-feira 13 é considerada uma data ligada à má sorte. Na cultura ocidental, quebrar um espelho, passar embaixo de uma escada e até cruzar com um gato preto é considerado sinônimo de infortúnio, ainda que não existam comprovações para isso.

Esse medo irracional da data é chamado de parascavedecatriafobia, uma forma especializada de triscaidecafobia, um pavor do número 13. Em 2021, a sexta-feira 13 aparece no mês de agosto, segundo o calendário gregoriano. Essa é uma data cheia de significados, mesmo para aqueles que não acreditam nessas superstições. Isso porque, neste dia, muitos gatos pretos são vítimas de maus-tratos.

Segundo Isabel Moura, uma das fundadoras da Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (Apipa), ONG que acolhe animais em situação de maus-tratos e vulnerabilidade, nesta data as adoções de gatos pretos ficam suspensas no abrigo. 

(Fotos: Rita Damasceno/Arquivo pessoal)

“Quando chega essa data, todo protetor fica desesperado com medo de acontecer, nesse dia, muito sofrimento aos animais. Até evitamos fazer adoções de gatos pretos, pois tememos que seja alguém mal intencionado. Uma vez presenciei uma senhora ‘jogando fora’ um gatinho filhote porque as pessoas da casa dela não aceitavam o bichinho porque ela preto. Isso é muito triste”, lamenta.

A protetora de animais remete esse temor a gatos pretos ao preconceito e que os animais também são vítimas de racismo. Ela destaca que, ao longo dos anos, as pessoas têm mudado esse pensamento e torce para que, em breve, mais nenhum caso de maltrato dessa natureza seja realizado. “É o racismo enraizado em todas as situações, e sobra para os animais também. Eles só querem amor. A cor não quer dizer nada, pelo contrário, o preto é lindo, é chique”, complementa Isabel Moura.

Box: “Gatos pretos não dão azar algum, somente amor”

Enquanto alguns temem os gatos pretos única e exclusivamente pela cor, outros amam e não abrem mão dos seus bichanos. A jornalista Rita Damasceno é tutora do Frango, um gatinho preto para lá de esperto. O amor pelo felino é tanto que este ano o amigo de quatro patas ganhou uma festa de aniversário para comemorar um ano da adoção. 

Rita lamenta que, em pleno 2021, as pessoas ainda acreditem nesse tipo de superstição. A jornalista conta que recebeu uma visita em sua casa e que a pessoa chegou a se benzer ao ver seu gato. Para ela, uma atitude desnecessária e preconceituosa. 

“Minha reação foi de espanto. Gato preto é igual a qualquer outro gato de outra coloração, não dão azar algum, somente amor. Tenho dois gatos pretos, muito carinhosos e brincalhões. Me assusta as pessoas ainda pensarem que gatos pretos tem algum poder de dar azar, isso não existe. Inclusive, tomo muito cuidado com os meus gatos por causa desse tipo de pensamento. Tenho medo que possam fazer algum mal a eles, justamente por esse preconceito ultrapassado”, enfatiza. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário