Sanatório Meduna é tombado pelo Conselho Municipal de Cultura

A decisão já foi encaminhada para homologação do prefeito Dr. Pessoa (MDB)

13/06/2021 15:18h

Compartilhar no

O Conselho Municipal de Política Cultura de Teresina (CMPC) aprovou por unanimidade durante assembleia o tombamento do Complexo Arquitetônico do Sanatório Meduna e já encaminhou a deliberação para homologação do prefeito Dr. Pessoa (MDB). Segundo a decisão, o tombamento compreende o prédio principal do antigo Sanatório, as alas, a capela e seu entorno e as áreas verdes componentes e adjacentes. 


Leia tambémSanatório Meduna pode ser transformado em Parque Tecnológico 


Uma suposta demolição do Sanatório Meduna foi alvo de um inquérito civil instaurado pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), que alegou que a função social da propriedade em relação ao imóvel deve ser preservada devido o Complexo Meduna concentrar testemunho histórico-cultural de Teresina.

Foto: Divulgação / MPPI

A arquiteta e urbanista Elane Lopes Coutinho, integrante  do Setor de Perícias e Pareceres do MPPI, explicou que a medida garante a proteção do espaço e é um passo importante para sua preservação e ampliação do potencial cultural da Capital. 

“O tombamento garante que um bem cultural acautelado, protegido por lei, receba o máximo e devido zelo por parte dos entes públicos encarregados de sua preservação. A preocupação do Ministério Público com o cuidado ao patrimônio cultural é mais que uma demonstração de respeito e responsabilidade com a memória piauiense”, disse. 

“Seguimos vigilante e atenta a todas as questões que sejam de cunho ambiental, urbanístico e histórico-cultural, com o intuito de salvaguardar os interesses da população, preservando assim a memória e patrimônio de nossa Capital”, acrescentou a promotora de Justiça, da 24ª Promotoria, Gianny Vieira de Carvalho

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário