SAMU realiza mais de 8 mil atendimentos no primeiro trimestre de 2019

Os casos mais recorrentes são de urgências clínicas de adultos, com 2745 atendimentos. Em segundo lugar ficam os acidentes de trânsito, com registro de assistência a 1.456 pessoas acidentadas.

07/05/2019 10:33h

Compartilhar no

No primeiro trimestre de 2019, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina realizou um total de 8.094 atendimentos. O número engloba orientações médicas por meio do número gratuito 192 e deslocamento de ambulâncias para casos de urgência clínica, traumática, obstétrica, psiquiátrica e, ainda, transferência inter – hospitalar de pacientes em estado grave.

Segundo as estatísticas, os casos mais recorrentes são de urgências clínicas de adultos, com 2745 atendimentos. Em segundo lugar ficam os acidentes de trânsito, com registro de assistência a 1.456 pessoas acidentadas. Outras ocorrências comuns são traumas por quedas e outros acidentes (com 381 atendimentos), 365 urgências obstétricas, 235 urgências psiquiátricas e 204 vítimas de agressão física.

Neste período, foram registrados ainda 50 trotes, sendo todos na zona urbana de Teresina. Os trotes trazem muitos prejuízos ao trabalho de salvar vidas, pois uma ambulância é deslocada sem necessidade real e deixa de atender um caso de pessoas que efetivamente necessitam do serviço, como explica a diretora do SAMU Teresina Francina Amorim. “Nós temos que nos deslocar até o local, o que requer gasto com combustível, além disso toda a equipe, que se prepara para o atendimento, é frustrada ao saber que aquele evento relatado não ocorreu”, relata a diretora.


Foto: Arquivo O Dia

Para ter acesso ao atendimento do SAMU, basta telefonar para o número gratuito 192 de qualquer telefone. O serviço deve ser acionado sempre que houver acidentes com vítimas, choque elétrico ou acidentes com produtos perigosos, nos casos de problemas cardiorrespiratórios de intoxicação, trauma ou queimadura, de quadros infecciosos, maus tratos, trabalhos de parto ou crises hipertensivas.

O seu primeiro contato é com os telefonistas, que colhem dados como endereço e natureza da ocorrência. Posteriormente, a ligação é repassada para o médico regulador, que avalia o caso informado e classifica se é necessário o envio de ambulância de suporte básico, avançado ou se faz apenas orientações médicas.

O SAMU Teresina possui oito viaturas de suporte básico, três viaturas de suporte avançado e quatro motolâncias para atender a população da capital. Para agilizar o deslocamento das ambulâncias, são mantidos cinco pontos de apoio para deslocamento de ambulâncias: na zona Norte, nos hospitais Mariano Castelo Branco e Buenos Aires, com duas viatura de suporte básico e uma motolância; na zona Sudeste, existe um ponto na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Renascença, com duas viaturas de suporte básico e uma motolância. Outro ponto de apoio do SAMU fica localizado no Hospital do Monte Castelo, com duas viaturas de suporte básico. O Hospital do Promorar também é ponto de apoio do SAMU, com duas viaturas de suporte básico.

Compartilhar no
Fonte: Fundação Municipal de Saúde de Teresina

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário