SAMU atende, em média, 18 acidentes de trânsito por dia em Teresina

De acordo com Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, a maior parte dos acidentes são causados por falta de atenção ao trânsito

20/09/2021 12:01h - Atualizado em 20/09/2021 12:16h

Compartilhar no

Os acidentes nas vias públicas de Teresina vem crescendo consideravelmente após o retorno dos eventos e a chegada das vacinas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), atende, em média, 18 acidentes por dia apenas na capital. Boa parte deles são causados pela falta de atenção dos condutores ao trânsito. 

 O SAMU atende, em média, 18 acidentes por dia apenas na capital. (Foto: Arquivo O Dia)

De acordo com Jean Gomes, condutor de ambulância do SAMU, os acidentes diminuíram nos períodos de isolamento social, mas, a partir do momento em que as pessoas começaram a sair de casa para festas e eventos, estes episódios voltaram a ocorrer com mais frequência. 

De acordo com Jean Gomes, os acidentes diminuíram nos períodos de isolamento social. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

“A gente sabe que o acidente em si é questão de atenção, uma vez que um minuto de desatenção é o que provoca um acidente de trânsito. Seja ele leve ou grave, é devido a uma falta de atenção. O SAMU Teresina está atendendo por dia, em média, 18 acidentes de trânsito”, conta.

O condutor explica ainda que a maior parte dos acidentes ocorrem com motociclistas, pois além de existirem mais motos nas vias, os motoqueiros são, geralmente, os mais imprudentes quando se trata de atenção no trânsito. "Às vezes o motociclista acha que vai dar tempo, sempre dá certo, acelera um pouco mais. Então, às vezes você vê o acidente acontecer com seu amigo ou vizinho e nunca acha que vai acontecer com você. Então é ter atenção, reduzir na hora certa e isso salva vidas”, ressalta.

“No trânsito, a responsabilidade salva vidas”

Em alusão a Semana Nacional Trânsito, os órgãos de trânsito de Teresina estão realizando ações desde o dia 18 deste mês, com o objetivo de conscientizar a população a respeito da atenção que se deve ter ao dirigir. Neste ano, o tema é: ‘No trânsito, a responsabilidade salva vidas’.

Campanha ‘No trânsito, a responsabilidade salva vidas’. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Nesta segunda (20), a ação ocorreu na Avenida Joaquim Nelson, no bairro Dirceu, zona Sudeste de Teresina. De acordo com Major Canuto, gerente de trânsito da Strans, a campanha objetiva, principalmente, sensibilizar a sociedade e os motoristas a respeito da obediência às normas de trânsito. 

Major Canudo comenta sobre a Semana Nacional de Trânsito. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

“Queremos conscientizar desde o pedestre, ciclista, condutor de automotor e motociclista, da obediência às regras de trânsito, para prevenir e evitar acidentes.Hoje orientamos até o uso do capacete por parte do motociclista. Além disso, nenhum usuário do sistema de trânsito deve fazer uso do celular nas vias, pois tira a tensão. Esse jeitinho brasileiro infelizmente pode gerar danos e ceifar vidas, então chamamos a consciência de todos os cidadãos para isso, que obedeça as regras, utilize as normas de trânsito”, pontua o Major.

Segundo Patrícia Leal, diretora da Escola Piauiense de Trânsito, as vias públicas são espaços de convivência social, onde as pessoas devem se colocar no lugar das outras, buscando sempre respeitar o espaço do outro e seguir as regras que beneficiam a todos. “Queremos alertar as pessoas para que não dirijam alcoolizadas, quando saírem com uma criança, coloquem em cadeirinhas, são esses detalhes que devemos estar atentos. Devemos ter realmente essa preocupação com os mais vulneráveis, como o pedestre e o ciclista”, destaca.

Segundo Patrícia Leal, as vias públicas são espaços de convivência social. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

A diretora afirma que a ação também visa distribuir materiais educativos que trazem informações a respeito do Código Braisleiro de Trânsito, além de guias para motoristas e condutores no geral. “E hoje nós estamos aqui nessa intervenção educativa, mostrando nosso material que está em QR code e nas rede sociais, e nesse material nós trazemos tanto às mudanças que tiveram nos codigo de transito brasileiro, quanto nosso material educativo, o guia do ciclista, tudo em prol da vida”. 

Semana Nacional de Trânsito. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Para o condutor Antonio Castro, que foi orientado na ação, esta é uma campanha de extrema importância. Ele afirma que a todo momento podemos visualizar acidentes ao nosso redor e que muitas vezes acontecem por falta de atenção de quem está envolvido. "As pessoas devem dar valor a esse tipo de campanha para que a gente consiga evitar muita coisa que acontece no trânsito. Como podemos observar, todo lugar que a gente passa sempre tem um acidente ou algo assim e sempre acontece por conta de uma imprudência de alguém”, comenta.

“Utilizar celular durante deslocamento no trânsito é uma infração gravíssima" diz Strans

No dia-a-dia, é muito comum os condutores utilizarem seus celulares para chegarem a determinados endereços, através do GPS. A maioria dos motoristas possuem até mesmo suportes para que possam ficar observando o mapa durante o deslocamento. Entretanto, o Chefe de Divisão de Ensino da Strans, Allan Pitter, explica que manusear o smartphone enquanto dirige é uma infração gravíssima passível de multa. 

Semana Nacional de Trânsito. (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

“Seria mais interessante o cidadão parar o veículo, consultar o local e depois seguir o caminho. Se tiver dúvida, para novamente. Ele não pode, durante o deslocamento, ficar olhando. Mesmo com o suporte, ainda sim tira a atenção do motorista ao trânsito”, afirma.

Allan Pitter acrescenta que dirigir sem a devida atenção ao trânsito é considerado infração de natureza média, e a multa é de 130 reais. Além disso, a utilização do suporte  O suporte também caracteriza infração. “O ideal seria o motorista pedir para o passageiro verificar o endereço”, ressalta.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário