• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Órgãos discutem regras para abrigos de venezuelanos em Teresina

A reunião aconteceu nesta terça-feira, 9, com coordenadores dos abrigos juntamente com Representantes da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI).

09/07/2019 17:07h - Atualizado em 10/07/2019 07:22h

Os venezuelanos estão alojados em dois locais na capital sendo: CSU do Buenos Aires e Piratinga. Nesta terça-feira, 9,  os coordenadores dos abrigos juntamente com Representantes da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) se reuniram para discutira algumas exigências feitas pelo Ministério da Cidadania do Governo Federal, em relação aos indígenas.

Segundo a chefe de Divisão de Média Complexidade da Semcaspi, Layla Paiva, algumas regras serão implantadas, porém será mantido o diálogo e o respeito a cultura dos migrantes. “A coordenação do abrigo está construindo uma rotina para eles, onde diariamente terão momentos de conversas com explicação sobre as regras institucionais, reforçando, por exemplo, que não será permitida entrada de venezuelanos alcoolizados e nem a entrada de bebida alcoólica no abrigo e que não podem sair com as crianças”, explicou.

Além disso, a Gerente de Proteção Social Especial da Semcaspi, Daguimar Barbosa, conversou com os venezuelanos para informar sobre o posicionamento do município, “estivemos lá para informá-los que essas orientações serão repassadas diariamente para eles. Nossa intenção é manter as ações educativas dentro do abrigo e nas ruas para que eles consigam se adaptar a essa nova realidade”, explicou a Gerente.

Enfermeiros da Fundação Municipal de Saúde, também visitaram o abrigo e contabilizaram as crianças que vão receber vacinas, já os adultos recebem orientações sobre saúde através de uma equipe multidisciplinar.

Fonte: ASCOM

Deixe seu comentário