Professores Raimundo Dutra e Patrícia Caldas registram candidatura à reitoria da Uespi

Os professores Dutra e Patrícia são egressos da Uespi, ele do curso de Pedagogia e ela do curso de Direito

29/10/2021 16:45h

Compartilhar no

O professor Raimundo Dutra e a professora Patrícia Caldas são pré-candidatos a reitor e a vice-reitora na chapa "Mudar e Reconstruir" nas eleições da Universidade Estadual do Piauí – Uespi, que acontecem no dia 30 de novembro. Os pré-candidatos fizeram o registro da chapa na noite desta quinta-feira (28/10) de forma remota, por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

Os professores Dutra e Patrícia são egressos da Uespi, ele do curso de Pedagogia e ela do curso de Direito. Dutra possui mestrado, doutorado e pós-doutorado em Educação, com Estágio de Pós-graduação em Educação (Doutorado Sanduíche PDSE / CAPES) na Universidade de Aveiro/Portugal. 

Foto: Ascom

Ele foi presidente do Centro Acadêmico e militou nos movimentos estudantis na década de 90. É professor da instituição desde 2001. Já foi coordenador do curso de Pedagogia, coordenador de pós-graduação em Docência do Ensino Superior, coordenador geral do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica e pró-reitor de Extensão de Assuntos Estudantis e Comunitários da Uespi. Além disso, é membro do Grupo de Estudos e Pesquisas Histórico-Culturais em formação de professores e prática pedagógica (GEHFOP/UESPI) e é autor de diversos livros e artigos científicos na área da educação.

De acordo com o professor, a chapa apresenta um novo modelo de gestão para a universidade priorizando a governança democrática e participativa. “A nossa chapa propõe uma mudança com relação ao planejamento institucional. A universidade precisa ter uma gestão que priorize o planejamento pedagógico de maneira séria, que seja construído nas necessidades institucionais e comunitárias visando o desenvolvimento da nossa instituição”, ressaltou.

Patrícia Caldas é professora do curso de Direito desde 2006. Já foi coordenadora do curso em 2011 e de 2016 a 2019, além de diretora do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA). Possui mestrado em Direito pla Universidade Católica de Brasília (UCB). É especialista em Direito Processual pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e pela Escola Superior de Advocacia (ESA). 

A professora frisou que o seu intuito é ajudar a reconstruir a Universidade Estadual do Piauí. “Queremos reconstruir uma Uespi com infraestrutura, com organização acadêmica, administrativa, acessível e que seja capaz de oferecer para os alunos e professores a assistência que eles merecem, para que ela seja a instituição pública que todos nós queremos, de referência para todos”, destacou.

No plano de gestão da chapa é destaque a proposição de uma Universidade “ativa, efetiva, com qualidade social e sustentavelmente referenciada”. O documento enfatiza a dimensão política e técnica de uma futura administração da universidade. No âmbito político, a capacidade de mobilização e envolvimento da comunidade universitária e sociedade piauiense e no âmbito técnico, a produção de políticas de desenvolvimento social, econômico e ambiental, planejadas e articuladas nas ações de ensino, pesquisa e extensão.

O professor Francisco Soares disse que apoia a candidatura da chapa, porque deseja ver a universidade deslanchar. “Os pilares que sustentam a universidade, atualmente, não têm um eixo de trabalho planejado. Essa falta de planejamento interfere em tudo da instituição, então os três pilares não estão fortalecidos, daí a necessidade de mudança”, disse.

A aluna do curso de pedagogia, Barbara Soares também demonstrou apoio à campanha. “Eu desejo ver o professor Dutra na reitoria, porque precisamos ver uma gestão que realmente se preocupe com os alunos, que nos dê condições de estudar, porque a gente não tem nem coisas básicas como uma biblioteca, precisamos de uma mudança”, frisou.

Júlia Cunha é técnica administrativa na Uespi e também apoia a candidatura da chapa. “Gostaria de ver essa chapa na próxima gestão, porque quero ver mudança. Queremos coisas novas, mais crescimento para a nossa universidade. Temos uma necessidade de renovação e mudança”, finalizou.

A campanha acontecerá no período de 10 a 29 de novembro. A escolha para os cargos de Reitor(a) e Vice-Reitor(a) será no dia 30 de novembro das 7h às 19h por meio do Sistema de Votação Eletrônica Helios Voting, um software livre (gratuito) desenvolvido por pesquisadores do MIT (Massachusetts Institute of Technology). Poderão votar estudantes, técnicos e professores. A apuração dos votos ocorrerá logo após o término da votação.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário