Carro da procuradora Clotildes Carvalho seria vendido por R$ 6 mil para quitar dívida

A PRF prendeu 5 pessoas suspeitas de roubar o veículo. Todos foram encaminhados para Central de Flagrantes.

19/05/2021 09:57h - Atualizado em 20/05/2021 09:24h

Compartilhar no

Atualização às 08:23h

O carro da Procuradora de Justiça, Clotildes Carvalho, foi localizado pela Policia Federal Rodoviária (PRF) na BR-343 em Teresina, na tarde desta quarta-feira, 20. A chave veiculo foi encontrada com os suspeitos, após a PRF abordar quatro homens de 37, 30, 26, 27 anos e uma mulher de 26 anos, que estavam em um carro modelo Kwid, de cor branca.


(Foto: PRF/ Reprodução)

Os policiais verificaram que os homens possuem uma extensa ficha criminal com passagens por Roubo Qualificado e Homicídio em vários estados. "Um dos homens já foi identificado pela vítima, trata-se da pessoa que efeituou a abordagem. Todos foram encaminhados para (Central de Flagrantes) para as devidas averiguações e assim decidir, a devida participação de cada um deles. O homem que tem mandado de prisão em aberto por homicídio, possivelmente, foi o que liderou a ação do roubo do veiculo da (Procuradora). e outros dois tem passagem pela policia. A mulher seria esposa de um dos detentos", explica inspetor Alexandro Lima.


(Foto: Reprodução/ Tony Silva)

A vítima e proprietária do veículo modelo Corola, reconheceu um dos responsáveis pela prática do crime e esteve presente na Central de Flagrantes para dar o seu depoimento. Segundo a PRF, não foi encontrado armas e drogas em pose das pessoas presas, apenas o veiculo Kwid, documentos e celulares foram apreendidos. O carro da procuradora foi localizado após  um dos suspeitos informar o endereço em que o veiculo estava escondido. O automóvel seria vendido por R$ 6 Mil para quitar uma "dívida" com traficantes da região.

Diante desse cenário, os policiais encaminharam os homens, a mulher e os dois veículos até à Central de Flagrantes na cidade de Teresina para o devido cumprimento do Mandado de Prisão e os procedimentos que o caso requer. Eles poderão responder pelos crimes de Receptação, Formação de Quadrilha e Roubo Majorado.


Entenda o caso

Na noite desta terça-feira, 18, a Procuradora de Justiça, Clotildes Carvalho, foi assaltada na zona sul de Teresina, no momento que chegava na casa de sua irmã, por volta de 20:20h. Os homens levaram a bolsa e o veículo da procuradora.


(Foto: Assis Fernandes/ O Dia)

Através das imagens das câmeras de segurança da rua, é possível identificar o momento exato que a procuradora para o carro, desce e poucos minutos depois um carro de cor escura se aproxima, dois homens armados descem  do veículo e ameaça Clotildes, enquanto ela abre o porta malas.


Um dos bandidos arranca a bolsa da procuradora e em seguida sai no veículo da vítima, enquanto outros bandidos homens fogem no carro de cor escura. A irmã da procuradora estava no portão de sua casa e a rua bem movimentada, mas isso não inibiu a ação dos bandidos.

Após a ação, a procuradora e familiares entram na residência. 

Aguarde mais informações

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário