Prefeitura volta atrás e decreta ponto facultativo para médicos de Teresina

A decisão foi tomada após o Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi) encaminhar ofício ao prefeito, Dr. Pessoa.

27/10/2021 11:38h

Compartilhar no

A Prefeitura de Teresina voltou atrás e decretou ponto facultativo para os servidores da Fundação Municipal de Saúde (FMS) em alusão aos Dia do Servidor Público, transferido para o dia 1º de novembro. A decisão foi tomada após o Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi) encaminhar ofício ao prefeito, Dr. Pessoa.

O Simepi protocolou ofício na última terça-feira (26) manifestando-se veementemente contra o Decreto nº 21.613, de 20 de outubro de 2021, que transferiu para o dia 1º de novembro de 2021 as comemorações alusivas ao ‘Dia do Servidor Público’, e, expressamente excluiu os servidores da FMS do gozo do ponto facultativo na referida data. 

(Foto: Arquivo/ODIA)

Após ofício do Simepi repudiando a exclusão dos servidores da FMS, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, decidiu revogar esta exclusão e estender o ponto facultativo a todos os servidores públicos municipais, ressalvados aqueles que, nesta data, estarão atuando para garantir o pleno funcionamento dos serviços de urgência e emergência da rede pública municipal

“A Diretoria do Simepi entrou em contato com o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que, sensibilizado com a situação dos profissionais que atuam junto à FMS, informou a decisão de revogar o decreto supracitado. Portanto, caros colegas médicos(as), informamos que o senhor(a) tem garantido o direito ao ponto facultativo do dia 01/11, assim como os outros funcionários municipais”, diz a nota do Sindicato.

Anteriormente, o texto apresentado pela administração pública municipal definia que os serviços essenciais e de interesse público, como Saúde e Trânsito, funcionariam durante o dia 01/11.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário