• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Mutirão atende mais de mil pessoas em consultas ortopédicas

Os pacientes faziam parte de uma fila eletrônica do SUS. Os atendimentos ocorreram neste sábado,14, no Centro de Saúde Lineu Araújo.

14/09/2019 16:15h

Através do programa “Teresina The Atende”, mais de mil pessoas foram atendidas por médicos ortopedistas. Os pacientes faziam parte de uma fila eletrônica do SUS. Os atendimentos ocorreram neste sábado,14, no Centro de Saúde Lineu Araújo.

O mutirão é organizado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Além disso, foram realizados exames de tomografia e ressonância magnética no Hospital Getúlio Vargas (HGV), do Governo do Estado do Piauí e Clínica Lucídio Portela, que possuem convênio com SUS. Como explica o presidente da FMS, Charles Silveira.

 “A fila eletrônica do SUS é a maneira democrática de organização da demanda existente, mas é preciso que a gestão adote estratégias para garantir a fluidez dessa fila, principalmente em especialidades com grande demanda. O programa Teresina The Atende nasceu dessa necessidade e já tem trazido benefícios imediatos à população”, conta.


Mais de mil pessoas são atendidas por médicos ortopedistas. Reprodução

Todavia, foram atendidos muitos pacientes com lesões pós-traumática, decorrentes de acidentes de transito. Uma das pessoas beneficiadas com o mutirão foi Elisângela da Silva, de 44 anos de idade, produtora rural.

 “Tive bursite no ombro e aguardava por consulta com ortopedista. Agora, meu atendimento deu certo por conta desse programa. Agradeço à equipe, porque resolveu o meu problema em menos de meia hora e de outras pessoas também”.

O médico ortopedista André Leal relata os atendimentos que foram mais recorrentes neste sábado. “No Piauí, tem muito trabalhador braçal e no mutirão atendemos com recorrência aqueles com lesões degenerativas relacionadas à esforços repetitivos e contínuos. Outro tipo de atendimento comum foi a pessoas com lesão pós-traumática, principalmente decorrentes de acidente de moto”.

Fonte: Ascom

Deixe seu comentário