• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

MP-PI promove caminhada pela valorização da vida neste sábado

A inciativa faz parte do Setembro Amarelo que conscientiza sobre a importância do combate as causas do suicídio e promove ações sociais em Teresina.

20/09/2019 17:23h - Atualizado em 20/09/2019 18:17h

O Ministério Público do Piauí (MP-PI) promove neste sábado (21) uma caminhada temática, na Avenida Raul Lopes, em Teresina, com objetivo de estimular o diálogo sobre a saúde mental e prevenção ao suicídio.



LEIA MAIS: Justiça determina devolução de perfis hackeados em redes sociais 




Gabriela Amâncio explica ação do MP, no O Dia News 1º edição. Foto: Elias Fontenele.

A concentração será às 7h30, embaixo da Ponte Estaiada e vai até o Parque Meus Filhos, onde o representante do Centro de Valorização da Vida (CVV), Elson Milhohomem, fará uma roda de conversa com os participantes. 

A inciativa faz parte do Setembro Amarelo que conscientiza sobre a importância do combate as causas do suicídio e promove ações sociais em Teresina. O Ministério Público do Piauí lançou neste mês a hastag #EuMeImportoComVocê cujo intuito é dialogar sobre a saúde e bem-estar.

A psicologa do Ministério Público, Gabriela Amâncio, explica ação durante o Setembro Amarelo. Foto: Elias Fontenele

“Faremos essa caminhada para dar visibilidade a causa não apenas sobre o combate ao suicídio, mas também falar da valorização da vida que é a principal campanha que estamos levantando neste mês com a #EuMeImportoComVoce. Vamos distribuir materiais informativos com telefones de instituições que podem ajudar na causa, além de auxiliar as pessoas a identificar quando alguém estiver passando por problemas psicológicos”, disse Gabriela Amâncio, Psicológica do MP. 

A programação do Setembro Amarelo foi desenvolvida pelo programa “Bem Viver do MPPI” em parceria com o Comitê de Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho (SQVT) e o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF). 

Além da caminhada deste sábado, o MP realiza também uma roda de conversa na segunda-feira (23), às 8h30, na sede do CEAF, com funcionários da instituição para discutir sobre o acolhimento de pessoa em crise suicida.

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário