• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Inthegra: entenda as mudanças do novo sistema de transporte público

Um dos principais objetivos da implantação é dar maior agilidade às viagens de ônibus e comodidade aos passageiros.

12/03/2018 07:04h

A população contará, a partir do dia 17 de março, com o novo sistema de transporte público de Teresina, Inthegra, que apresenta algumas mudanças, como a construção de estações e terminais. Para explicar como será o funcionamento, o Jornal ODIA traz uma série de reportagens mostrando as principais alterações e o que os usuários devem atentar ao utilizar os coletivos.

Uma das principais propostas da implantação deste sistema é dar mais agilidade às viagens de ônibus, já que estarão circulando em faixas exclusivas. Além disso, reduzirá o tempo dos passageiros dentro dos coletivos, já que farão paradas nos terminais. O superintendente municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Carlos Daniel, explica que os corredores exclusivos facilitarão o deslocamento dos ônibus, sobretudo em horários de pico.


Uma das estações, localizada na Avenida Miguel Rosa (Foto: Assis Fernandes/O Dia)

Com o novo sistema, foi feito um alargamento das vias para que fossem implantadas as estações. Na avenida Miguel Rosa, por exemplo, foram feitas três faixas, sendo uma delas exclusiva para ônibus. “A partir de agora, o sistema Inthegra será tronco-alimentar, ou seja, os ônibus sairão do bairro até o Terminal e os terminais alimentam as linhas troncais que vão até o Centro de Teresina. Com ÔNIBUS Inthegra: entenda as mudanças do novo sistema de transporte público Um dos principais objetivos da implantação é dar maior agilidade às viagens de ônibus e comodidade aos passageiros isso, a distância do bairro para o terminal será menor, então o ônibus poderá ir e voltar mais rápido e mais vezes, melhorando a oferta de vagas, diminuindo a superlotação e dando mais agilidade”, explica.

Ainda segundo Carlos Daniel, também haverá uma redução do tempo de percurso dos coletivos que sairão do terminal até o centro, já que terão faixas exclusivas e não haverá concorrência com os veículos privados. O passageiro deverá embarcar no coletivo do bairro e descer no terminal e, ao entrar no ônibus de destino, ganhará agilidade ao percorrer em uma faixa exclusiva.

“Se uma pessoa levava 40 minutos para ir do bairro ao centro, agora ela deverá ganhar entre 10 a 15 minutos indo para o terminal e pegando outro para o centro, onde esse será ainda mais rápido, já que fará parte do corredor exclusivo”, destaca.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Com a conclusão do novo sistema de transporte coletivo de Teresina, a expectativa é de que o usuário possa se deslocar por toda a Capital utilizando um único bilhete. O superintendente municipal da Strans enfatiza que será possível embarcar em um ônibus no bairro Jacinta Andrade (zona Norte) e chega até o bairro Torquato neto (zona Sul) pagando apenas uma passagem e dentro do prazo de duas horas.

“É tempo mais que suficiente, quando o novo sistema for totalmente implantado. Se o usuário sabe que vai para um bairro mais distante, ele pode passar o cartão já próximo da sua parada e passar logo depois que pegar o próximo ônibus. Mas o passageiro precisar saber usar a integração. Nem todos sabem, mas precisam ficar atentos”, argumenta.

Por: Isabela Lopes - Jornal O Dia

Deixe seu comentário