Há 20 dias do Natal, lojistas do Centro de Teresina não registram crescimento nas vendas

Historicamente, as compras de Natal garantem os melhores resultados para o varejo. Vendas ainda são consideradas tímidas por microempreendedores

06/12/2021 12:03h - Atualizado em 06/12/2021 16:21h

Compartilhar no

20 dias para festa de Natal, o comércio de Teresina registra uma tímida movimentação, mas com o pagamento do 13º salário os microempreendedores estão otimistas e esperam aumentar as vendas. Historicamente, as compras de Natal garantem os melhores resultados para o varejo.

Foto: Assis Fernandes/ODIA 


Héricles Anderson, de 25 anos, tem uma loja de importados que abriu há cerca de um ano e dois meses. Ele conta que o movimento está abaixo do esperado e que pandemia do coronavírus atrapalhou as vendas.  

“Estamos esperando as vendas melhorarem. Ainda não está como a gente espera. Agora, eu senti uma melhora em relação ao ano passado porque tem mais pessoas nas ruas e a pandemia atrapalhou bastante. As pessoas estão procurando mais acessórios, capinhas, película, carregador para celular, caixa de som. A nossa loja está preparada para o final do ano”, disse.

Há pouco mais de um mês, Antônia Vaz, de 23 anos, montou uma loja de roupas. A expectativa é que a movimentação dos clientes melhore com a aproximação do Natal.

“As vendas estão um pouco tímidas. Por ser no Centro, a gente espera que o movimento aumente, mas estamos confiantes que quando chegar mais perto do Natal as coisas melhorem. A movimentação dos clientes está mesclada no momento. Tem dias que tem muitos e tem dias que tem poucos. O público feminino tem comprado mais e acredito que seja porque as mulheres são mais compulsivas”, brincou.

Antônio Vaz. Foto: Assis Fernandes/ODIA 

Já Ana Paula, de 36 anos, apostou no ramo de comésticos. Ela conta que trabalha o ano todo na espera do mês de dezembro e com o pagamento 13º salário as vendas tendem a crescer. “A expectativa é grande, mas o movimento está baixo. A gente trabalha o ano todo esperando pelo dezembro, mas estamos aguardando um bom movimento. Na loja, as pessoas procuram mais kits de manutenção. Essa é uma filial de uma loja de Caxias, no Maranhão, que registra boas vendas”, ressalta.

Foto: Assis Fernandes/ODIA 

Ao se reinventar na pandemia, Katia Regina, de 48 anos, inaugurou uma loja que vende produtos geek. No local, há acessórios e camisas de animes, desenhos e games. “Eu tenho expectativa de melhorar as vendas nestes últimos 20 dias (que antecede o Natal) porque o nosso foco é esta data. Ainda não pegamos o pique do Natal. Essa semana estamos com esperança de melhoras. Os clientes procuram mais camisas, shorts, tênis e acessórios.... As pessoas estão procurando produtos de valores menores, produtos mais básicos para presentear. As pessoas aprenderam a ser bem econômicas nessa crise da Covid-19”, conta.

Foto: Assis Fernandes/ODIA 

A consumidora Patrícia Cavalcante, de 26 anos, conta que tem pesquisado bastante antes de levar um produto para casa. O presente este ano vai depender do valor na prateleira.  “Eu estou pesquisando bastante porque as coisas estão bem difíceis. O presente este ano vai depender muito do valor oferecido. Caso eu não encontre, vou buscar outras alternativas. A pesquisa vale muito além da negociação com o próprio vendedor. Acredito que seja uma troca, pois eu e ele estamos no mesmo barco. Ele quer fazer boas vendas e eu quero presentar que eu amo”, ressalta.  

Feriado para movimentar o comércio

Na próxima quarta-feira (08), as lojas do Centro de Teresina e bairros poderão funcionar em horário normal, data do feriado municipal em comemoração ao Dia de Nossa Senhora da Conceição. O Sindicato dos Lojistas do Piauí informou que expectativa é que os consumidores possam aproveitar o dia de folga para adiantar as compras de Natal.

Os estabelecimentos dos shoppings centers também estão autorizadas a funcionar, Rio Poty (10h às 22h), Teresina Shopping (14h às 20h) e Riverside (14h às 20h). As lojas do Shopping da Cidade abrem às 08h e fecham às 17h. Os bancos não funcionam e o transporte público de Teresina vai operar de forma reduzida.   

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário