Gyselle Soares vive Esperança Garcia em peça no Theatro 4 de Setembro

No enredo, um pouco da história da escrava piauiense que denunciou seus algozes ao governador, interpretado pelo ator Roberto Rowntree

09/10/2021 10:18h

Compartilhar no

A atriz piauiense Gyselle Soares viverá Esperança Garcia, na peça “Uma Escrava Chamada Esperança” a ser encenada no Theatro 4 de Setembro, dia 12 de outubro, às 19h30, obedecendo a todas as medidas de segurança contra a Covid-19, de acordo com a produção do espetáculo. No enredo, um pouco da história da escrava piauiense que denunciou seus algozes ao governador, interpretado pelo ator Roberto Rowntree, da então Capitania de São José do Piauí, pedindo providências para a não transferência do esposo, também escravo, para outra fazenda e a libertação do filho.

O diretor da peça, Valdsom Braga, destaca que a importância dessa narrativa é justamente por se tratar de uma história que deve ser vista com uma amplitude bem maior que simplesmente a libertação de uma raça: “Esperança Garcia estava lutando, na verdade, não só pelos escravos, mas em razão da ausência de direitos humanos, o que se torna uma causa universal”, observa. Ele acrescenta que “quem defende causa humanitária não tem uma defesa racial, mas universal. A gente compreende, nesse processo, que a alma não tem cor: eu posso me sentir negro quando eu defendo uma causa, eu posso me sentir índio quando eu luto pelos direitos desses povos.”

Foto: Tibério Hélio / Divulgação

“Quando agimos dessa forma nosso leque de visão se amplia. Esta é a ideia do espetáculo, trazer em tempos de pandemia uma reflexão para a sociedade, de forma geral, a respeito de nossos direitos. Através de Esperança Garcia, a gente vai refletir sobre a vida, e acima de tudo sobre nossas atitudes; não podemos ficar de braços cruzados, mas almejar uma libertação que se dá com a igualdade de direitos, com uma vida digna para todos os cidadãos, lembrando que o ser feminino é um ser fragilizado que luta por seus ideais. No enredo também falaremos do empoderamento da mulher e suas conquistas no território brasileiro, é um espetáculo emocionante”, observa o diretor.

Para a atriz Gyselle Soares, a oportunidade de interpretar Esperança Garcia é um marco em sua carreira, por se tratar de um dos personagens mais emblemáticos da historiografia: “Estou super feliz de estar vivendo esse momento maravilhoso, de viver essa guerreira Esperança Garcia nos palcos do teatro, porque foi uma mulher destemida que lutou por seus ideais. Ao ler sua história lembro dos tantos desafios que também tive de enfrentar na vida. Sei muito bem o valor de uma vitória”, argumenta a atriz, deixando claro que depois dessa estreia, a peça percorrerá outros palcos Brasil afora e, possivelmente, a apresentação se dará em outros países.

“Esta peça, “Uma Escrava Chamada Esperança”, vai brotar esperança em tempos difíceis.  Valdsom Braga, com sua mente brilhante, elaborou um texto profundo. Eu, investida em um personagem voltando ao passado, ao ano de 1770, trazendo de volta a hiistória de Esperança Garcia.  Quero dividir esse momento único daminha carreira com  vocês.  Apresentação única de estreia depois iremos percorrer o Brasil, lançando sementes de Esperança”, pontua Gyselle Soares. Para adquirir o ingresso, valor promocional R$ 20,00. Contatos: 86. 99901 3010 @teatro4desetembrooficial @valdsombraga.  

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Marco Antônio Vilarinho

Deixe seu comentário