Greve dos ônibus em Teresina chega ao fim após 36 dias; frota volta a circular

Com a decisão, a frota de ônibus deve retornar imediatamente na capital

15/03/2021 16:01h - Atualizado em 15/03/2021 16:26h

Compartilhar no

Após 36 dias, a greve dos motoristas e cobradores do transporte público de Teresina chegou ao fim. Diante de diversas mesas de negociações e conversas entre empresários e os trabalhadores, o entendimento foi possível após audiência pública realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) nesta segunda-feira (15). Com a decisão, a frota de ônibus deve retornar imediatamente na capital.

Foto: Arquivo/ODIA

Dentre as propostas do Tribunal está a suspensão da greve e trégua por 90 dias para verificar o cenário do sistema e se buscar soluções. Outra proposta é o pagamento dos salários atrasados de janeiro. Marcelino Lopes, vice-presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (SETUT), agradeceu pelo entendimento entre as partes e o encerramento da greve na capital, ressaltando que houve um esforço do setor empresarial para o funcionamento pleno do sistema de transporte.

“Agradecemos pela intervenção do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para com as negociações entre empresas e o Sintetro, a fim de que a greve fosse interrompida, e nos comprometemos a cumprir o acordo aceito pela entidade. Reiteramos que o SETUT sempre esteve em busca, prioritariamente, da manutenção dos postos de trabalho e, consequente, sobrevivência do sistema. E que seguirá mantendo efetivamente a prestação de serviços para sociedade teresinense”, disse o vice-presidente do SETUT.

Compartilhar no
Fonte: Com informações da Ícone Comunicação

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário