Fundação Nossa Senhora da Paz demite 60 funcionários após corte de convênio

Entre os profissionais demitidos estão auxiliares administrativos, serviços gerais além de trabalhadores que atuam na manutenção de projetos sociais nas três comunidades em que a instituição tem estrutura

30/04/2021 17:17h

Compartilhar no

A Fundação Nossa Senhora da Paz, situada na Zona Sul de Teresina, informou na manhã desta sexta-feira (30) que irá demitir 60 funcionários que prestam serviço na instituição. Segundo a entidade, as demissões acontecem após a redução de um convênio firmado com a Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

Foto: Reprodução/Google. 

Entre os profissionais demitidos estão auxiliares administrativos, serviços gerais além de trabalhadores que atuam na manutenção de projetos sociais nas três comunidades em que a instituição tem estrutura. A maioria deles moram nas comunidades.

“O impacto é grande porque a grande maioria é da comunidade, que estudaram na escola, que tem irmãos, tirando a parte econômica dessas famílias. A gente preferiu contratar pessoas próximas daqui, até por causa da violência. A Prefeitura de Teresina reincidiu a parceira com a instituição alegando dificuldades por causa da pandemia”, disse o assessor jurídico, Caio Lizard.

A Fundação Nossa Senhora da Paz é uma entidade sem fins lucrativos e juridicamente reconhecida. Foi idealizada pelo Padre Pedro Balzi para atender no campo da promoção humana a Vila da Paz e as comunidades vizinhas. A entidade também promove atividades educativas e culturais.

Em fevereiro, a prefeitura suspendeu 50% dos repasses às instituições da A Ação Social Arquidiocesana (ASA). Na época, sobre a suspensão do pagamento a serviços de assistência social, a prefeitura de Teresina disse que todos os contratos estavam sendo estudados e reavaliados. Segundo a PMT, durante auditoria  foram encontradas distorções em alguns contratos entre os valores pagos e os serviços executados, o que gerou a suspensão do mesmo a fim de averiguação.

Outro lado

Procurada pela reportagem, A Secretaria Municipal de Educação (Semec) disse que “todas as atividades, cobertas através de convênios, que foram impactadas pela Pandemia da Covid-19, tiveram seus valores reduzidos”. A secretaria informou ainda que “isso considerando a suspensão das atividades presenciais”.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário