Em Teresina, 50 mil pessoas ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra Covid

O presidente da FMS ressalta a importância das pessoas se vacinarem na data correta

13/09/2021 11:28h - Atualizado em 13/09/2021 12:48h

Compartilhar no

A campanha de vacinação em Teresina já atende boa parte da população. Por meio de drive-thru, agendamento ou vacinação em domicílio, o município oferece diversas maneiras para que as pessoas possam se imunizar. Entretanto, a Fundação Municipal da Saúde (FMS) estima que cerca de 50 mil pessoas ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19. 

Gilberto Albuquerque, presidente da FMS, ressalta a importância das pessoas se vacinarem na data correta, visto que existe um grande público que ainda não se vacinou com a primeira dose por motivos diversos, como estar viajando no dia da vacinação, ou por falta de informação e receio da vacina. 

Gilberto Albuquerque, presidente da FMS (Foto: Assis Fernandes/O DIA)

O presidente da FMS afirma que as campanhas de conscientização continuam nas mídias, e na atenção básica. “Temos que lembrar que se você todo mundo estiver vacinado, o vírus não tem como chegar até você. Só chega se for trazido por alguém, se todo mundo estiver vacinado, pronto”, ressalta. 

É importante lembrar também que a imprensa tem, diariamente, divulgado os cronogramas de vacinação em todas as redes sociais. 

“Todo mundo tem que fazer esforço e tentar fazer com que todas as pessoas sejam vacinadas. A FMS oferece várias oportunidades para vacinação e a imprensa está 24h falando sobre isso. Então temos um monte de gente que trabalha na intenção de mobilizar as pessoas para que consigamos 100% da população vacinada”, pontua Gilberto Albuquerque.

34 mil idosos irão tomar a dose de reforço em Teresina

O Ministério da Saúde autorizou a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 para idosos acima de 70 anos e indivíduos imunossuprimidos (que possuem comorbidades que reduzem a imunidade) que já concluíram o esquema vacinal. A Fundação Municipal de Saúde (FMS) estima que 34 mil pessoas de 70 a 80 anos poderão se vacinar com a dose de reforço.

De acordo com o médico Gilberto Albuquerque, presidente da FMS, o Ministério da Saúde ainda não enviou doses para a terceira dose e nem deu previsão de envio. Entretanto, seguindo o plano de envios semanais que está sendo aplicado, até o dia 21 de setembro deve-se iniciar a vacinação em terceira dose de idosos acima de 70 anos e pessoas portadoras de doenças imunossupressoras.

(Foto: Assis Fernandes/O DIA)

“Nossa equipe está pronta, só estamos esperando as doses chegarem. Ainda não tem previsão, mas possivelmente na última semana deste mês as doses devem chegar”, comenta o presidente. Segundo dados da FMS, seguindo o cronograma de aplicação da dose de reforço, no público de 60 a 70 anos, cerca de 70 mil idosos irão se vacinar com a terceira dose. Já no público acima de 80 anos, serão cerca de 17 mil pessoas.

A logística de aplicação dessas vacinas vai depender do tipo de imunizante e da quantidade de doses que será disponibilizada no município. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário