"Efeito zoom" gera procura por procedimentos estéticos faciais em Teresina

A insatisfação com o próprio rosto refletido nas telas de computadores e celulares tem causado nas pessoas o desejo de realizar procedimentos estéticos

27/09/2021 13:21h - Atualizado em 27/09/2021 13:29h

Compartilhar no

Seja por alguma imperfeição ou até mesmo por influência, a procura por cirurgias plásticas teve um crescimento significativo, especialmente durante a pandemia da Covid-19. Isso tem nome e explicação. É o chamado ‘efeito zoom’. As longas horas em frente ao computador ou celular faz com que as pessoas não apenas se olhem com mais frequência, como admirem os outros, o que acaba gerando comparações e até a vontade de mudar para se "encaixar em um padrão”.

O Google Trends, ferramenta que mensura a quantidade de pesquisas que são realizadas sobre um tema no Google, chegou a registrar, após o início da pandemia de coronavírus, um crescimento de quase 5000% nas buscas na internet sobre a rinoplastia. O crescimento das pesquisas não foi somente sobre esse procedimento estético, mas também a harmonização facial aumentou 250% de buscas no terceiro trimestre de 2020, e o interesse por aplicação de toxina botulínica no rosto (botox) aumentou 80% no mesmo período.

A promotora de merchandising, Daniele Alves Barbosa (31), faz parte dessa estatística. Este ano, ela realizou dois procedimentos de harmonização facial, sendo o primeiro uma lipo de papada, chama de lipo 4D - semelhante à lipoaspiração feita no abdômen, e a segunda a bichectomia, que é a retirada da gordura que fica no rosto. 

Daniele Alves realizou dois procedimentos de harmonização facial: lipo de papada e bichectomia (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

“Eu fiz esses procedimentos nem tanto por estética. Claro que a gente sempre quer estar melhor, mais bonita, mas eu não gostava desses excessos que tinham no meu rosto. Fui uma criança, adolescente, jovem e adulta magra, mas tinha o rosto muito inchado, redondo e muita retenção de líquidos, isso me incomodava bastante porque eu tinha uma aparência gorda por conta do meu rosto”, conta. 

Nos últimos cinco anos, Daniele Alves explica que teve aumento de peso, modificando ainda mais seu rosto e lhe trazendo desconforto. Foi então que veio o desejo de realizar os procedimentos cirúrgicos. Para ela, o resultado ficou melhor do que o esperado e a satisfação é imensurável. 

Daniele antes de depois dos procedimentos estéticos

“Eu realmente aumentei meu peso, e aquilo que já era grande ficou ainda maior. Eu já não tinha mais pescoço, tinha deformado completamente o desenho do meu rosto e eu já queria fazer isso. Me deixava bastante insatisfeita e incomodada, inclusive para fotos, que eu sempre gostei de tirar. Por conta disso, procurei um profissional que fizesse esse procedimento e tive a sorte de achar um bastante competente. O resultado ficou melhor do que eu esperava que aconteceria”, ressalta. 

O cirurgião plástico William Machado chama atenção para os dados, destacando a influência que as telas e câmeras ligadas exercem na autoestima das pessoas. O profissional pontua ainda que é importante as pessoas procurarem sempre médicos credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para a realização dos procedimentos estéticos faciais.

"A realização de uma cirurgia plástica não é um problema, para muitos é uma conquista e uma realização pessoal. Porém, o agravante é que à medida que esses procedimentos estéticos faciais são procurados pelas pessoas, mais propostas fáceis de falsos especialistas aparecem, prometendo resultados irreais a baixo custo. Por isso, recomendo que para toda e qualquer intervenção estética as pessoas optem sempre por um profissional credenciado pela SBCP", ressalta William Machado.

William Machado explica que não são somente os aplicativos de videochamadas que exercem essa influência na vida das pessoas, mas os filtros das redes sociais também têm motivado as pessoas a buscarem cirurgias plásticas.

"Nesse aspecto precisa de um cuidado maior, pois os filtros das redes sociais distorcem a realidade e geram nas pessoas expectativas impossíveis de serem alcançadas com uma intervenção estética. Os pacientes precisam sempre alinhar com os especialistas os objetivos e expectativas que podem ser alcançados, para que não haja futuramente alguma frustração", finaliza o cirurgião plástico.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário