Doses de vacina da AstraZeneca foram aplicadas dentro da validade, diz FMS

Segundo o Ministério da Saúde, entre as doses enviadas para o município, 99 foram aplicadas após o vencimento.

25/04/2021 16:28h - Atualizado em 25/04/2021 16:44h

Compartilhar no

A Fundação Municipal de Saúde(FMS) comunicou, neste domingo (25), que as doses da vacina AstraZeneca foram aplicadas dentro do prazo de validade em Teresina. O posicionamento da FMS é em resposta à informação de que a capital piauiense estaria entre as 160 cidades que aplicaram doses vencidas do imunizante, de acordo com dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde.


Leia também: Vídeo: Atleta morre após passar mal em luta clandestina na zona Norte


Um levantamento feito a partir do cruzamento de informações oficiais sobre as vacinas aplicadas com os registros de envios de imunizantes para os estados aponta que Teresina recebeu doses do lote 4120Z004, produzido pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford e fabricado na Índia, cuja data de expiração estava prevista para o dia de 13 de abril, seis meses após a fabricação. De acordo com o Ministério da Saúde, entre as doses enviadas para o município, 99 foram aplicadas entre os dias 14 e 23 de abril, logo após o vencimento.

Foto: Fotos: Heudes Regis/SEI/Fotos Públicas

Em nota, a FMS confirmou que recebeu 9.050 doses do lote 4120Z004 do Fabricante Fundação Osvaldo Cruz no dia 23 de janeiro de 2021. Contudo, segundo a FMS, a última saída de vacinas deste lote da Rede de Frio do município ocorreu no dia 06 de abril, dentro do prazo de validade, com todas as doses utilizadas na mesma data. Conforme o fabricante, após aberto, o frasco só deve ser utilizado em um prazo de, no máximo, seis horas. Assim, não houve mais estoque de doses desse lote no município após esta data.

“O novo SIPNI web, site oficial do Ministério da Saúde, para registro de doses não inativa os lotes inseridos no sistema após prazo de validade, permitindo visualização e registro dos lotes mesmo vencidos e sem estoque. Com isso, houve equívoco de registro das equipes de vacinação ao registrar doses do lote. Até o momento, o Ministério da Saúde ainda não disponibilizou a possibilidade de correção ou exclusão destes erros no sistema oficial”, explicou a FMS.

O órgão municipal reiterou ainda que o lote correto das doses administradas já foi identificado, sendo registrado corretamente no cartão de vacinação dos usuários e afirmou que a correção será feita no sistema tão logo esteja disponibilizado por parte do Ministério da Saúde.

Além de Teresina, outras cinco cidades do Piauí podem ter aplicado doses vencidas, segundo as informações do Ministério da Saúde, são elas: Sebastião Leal (nove doses), União (duas doses), Guadalupe (uma dose), Santa Cruz do Piauí (uma dose) e Amarante (uma dose). A reportagem do O Dia tentou entrar em contato com as prefeituras dos referidos municípios, mas não obteve retorno.

O Dia entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), responsável pela distribuição das doses entre os municípios, mas também não obteve retorno até a publicação deste material. O espaço continua aberto para quaisquer esclarecimentos sobre o fato.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário