PRF resgata três crianças que fugiram de casa caminhando na BR-316

Os menores estavam voltando para casa, em Teresina, mas tinham a intenção de visitarem o avô, em Caxias, no Maranhão. Eles caminharam mais de 7h no trajeto entre as cidades.

15/06/2021 09:49h - Atualizado em 15/06/2021 11:08h

Compartilhar no

Os três meninos que fugiram de casa, nesta segunda-feira (14) em Teresina, foram encontrados ainda na noite de ontem às margens da BR-316, em Caixas, Maranhão, retornando para casa. De acordo com o Conselho Tutelar, eles caminharam por mais de 7 horas para voltar para casa e aparentavam bastante cansaço.

Os meninos foram encontrados pela Polícia Rodoviária Federal, que acionou o Conselho. A polícia informou que as crianças tinham a intenção de chegar à casa do avô, que fica na localidade Engenho de Dentro, no estado maranhense. Eles foram caminhando de casa até Timon e, na rodoviária de lá, pegaram uma carona até a localidade Brejinho, entre Timon e Caxias. Do Brejinho, eles caminharam mais 2Km para chegarem até a casa do avô no Engenho de Dentro.

O Conselho Tutelar questiona é as motivações dos meninos terem fugido de casa. Quem explica é o conselheiro Ivan Cabral, do Conselho da zona Leste de Teresina.

“A pergunta que temos que responder é por que essas crianças fugiram de casa. O que as levou a fazer isso? Elas estavam sofrendo algum tipo de violência? É importante termos conhecimento disso para entendermos os encaminhamentos a serem dados. Eles disseram que iam para a casa do avô, mas estavam era retornando para casa a pé e visivelmente cansados. Eles chegaram até a casa do avô? Onde estava o avô quando os meninos voltaram para casa caminhando por uma rodovia?”, questionou Ivan.

O Conselho Tutelar já notificou os pais dos meninos e vai ouvi-los junto com a família. A mãe chegou a fazer um Boletim de Ocorrência e a polícia também está acompanhando o caso. Os meninos foram entregues novamente aos pais e levados para casa, no bairro Satélite, na zona Leste de Teresina.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário