Cresce venda de artigos natalinos nas lojas da Capital

Lojistas comemoram as boas vendas de pisca-piscas, flores para enfeitar a árvore de Natal, vasos, assim como pratos e taças.

18/12/2019 08:59h

Compartilhar no

Quem ainda não enfeitou a casa para o Natal tem menos de uma semana para preparar a ornamentação e utensílios para a ceia. Suyane Freitas é gerente de uma loja de utensílios e conta que as pessoas estão procurando pisca-piscas, flores para enfeitar a árvore, vasos, assim como pratos e taças.

“Sobre as cores, o dourado e vermelho sempre prevalecem, mas prata e azul também estão bem em alta. Nos últimos dias a procura de adereços para organiza a casa aumenta, com copos, talheres, sousplat”, cita a gerente.

Suyane comenta que, este ano, as vendas cresceram cerca de 50%, quando comparado ao ano passado, e avalia como uma boa estratégia abrir as lojas no fim de semana, já que durante a semana as pessoas trabalham e não têm muito tempo.

“Esse ano estão usando mais flores nas árvores de Natal, as pessoas têm evitado as bolas e estrela na ponta. Dá um charme diferenciado no Natal e todo ano tem uma tendência e as pessoas querem acompanhar o que está em alta, além de poder reaproveitar os arranjos nos anos seguintes”, diz Suyane Freitas.

Consumidores

A economia faz parte da casa de Eline Barros que, há 3 anos, reutiliza os enfeites dos anos anteriores e, com criatividade, deixa a residência aconchegante e atrativa para os convidados. “Estamos pesquisando valores, já temos enfeites de Natal e este ano estamos comprando apenas alguns complementos, compramos o festão para ser algo diferente”, conta.


Lucileia vai optar por enfeites de paredes e aéreos este ano/ Assis Fernandes

Já Lucileia Andrade diz que este ano vai fazer algo diferente. Como seus animais domésticos costumam destruir a ornamentação, a família optou por comprar alguns enfeites de paredes e aéreos.

“Não vamos comprar árvore porque os gatos e cachorros destruíram tudo. Só teremos enfeites aéreos, como papai noel paraquedista e enfeites de parede para ver se eles não destroem. Pretendemos gastar o básico, bem pouco, até porque todo mundo quer presente. Inclusive, vou comprar só lembrancinhas, pois não dá para comprar presente bom para todo mundo”, explica Lucileia Andrade.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Sandy Swamy- Jornal O Dia

Deixe seu comentário