• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Com aumento de assaltos, transporte coletivo paralisa na sexta (28)

Os arrastões acontecem em várias zonas da cidade, mas com aumento de casos nas linhas dos shoppings, na zona Leste

24/02/2020 11:24h - Atualizado em 24/02/2020 11:38h

Os assaltos a ônibus coletivos aumentaram nos dois primeiros meses de 2020 em Teresina. Nesse período de Carnaval, contudo, as ações criminosas se intensificaram. Foram contabilizados pelo Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário do Piauí(SINTETRO-PI) oito assaltos a ônibus desde a última quinta-feira (20) na capital. 

Os arrastões acontecem em várias zonas da cidade, mas com aumento de casos nas linhas dos shoppings, na zona Leste. Na tarde de domingo (23), mais um caso foi registrado. Os assaltantes entraram em um ônibus que fazia a linha Parque Piauí-Miguel Rosa na parada de um dos shoppings, fingiram ser passageiros e anunciaram o roubo momentos depois.

O SINTETRO-PI afirma que pelo menos dois assaltos estão acontecendo por dia. “Estamos tento uma onda de cerca de dois assaltos por dia, e todos os dias. Desde o começo do ano já são mais de 30 assaltos. A categoria toda e os usuários estão com medo. Não tem mais uma zona preferida pelo assaltantes, são todos os lugares. Todo tempo acontecendo. Mas na região dos shoppings está em mais evidência”, explicou o presidente do SINTETRO-PI Fernando Feijão.

(Foto: Elias Fontinele / O DIA)

Para pedir mais segurança no transporte público de Teresina, os trabalhadores anunciam paralisação para a próxima sexta-feira (28) em todas as regiões da cidade. Fernando Feijão esclarece que o transporte só vai começar a funcionar a partir das 7h e volta a ser interrompido no meio da tarde, entre 15h30 e 17h30.

“Vamos atender uma reivindicação da categoria que está com muito medo dessa falta de segurança. Não estamos vendo nenhuma atitude das forças de segurança para combater esses assaltos. Precisamos de segurança para os trabalhadores e usuários”, afirmou.

Segurança nega

O comando da Força Tarefa da Secretaria de Segurança do Estado, por outro lado, desconhece os assaltos em ônibus coletivos nesse período de Carnaval. Segundo o major Audivan Nunes, os últimos casos foram registrados há uma semana.

“Estamos apuando com reforço na Segurança durante esse Carnaval, e esse é um dos mais tranquilos dos últimos anos. Temos poucos casos registrados devido essa operação. A Força Tarefa não tomou conhecimento desses assaltos. Os últimos registros são da semana passadas, mas nesse período de Carnaval não temos conhecimento”, afirmou. 

Por: Otávio Neto

Deixe seu comentário