• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Casa da Cultura comemora 25 anos de incentivo à arte

No local são oferecidas oficinas de dança contemporânea, jazz, sapateado, dança do ventre, teatro e cinema.

10/08/2019 16:51h

Há 25 anos, a capital piauiense passou a contar com um espaço de concentração de arte. Um casarão antigo que abriga cursos, exposições e, principalmente, promove a cultura com a profissionalização de novos artistas. Essa é a Casa da Cultura de Teresina, que aniversaria nesta segunda-feira (12) com uma vasta programação.

A Casa da Cultura fica localizada na Rua Rui Barbosa, em frente à Praça Saraiva e oferece várias oficinas, como a de dança contemporânea, jazz, sapateado, dança do ventre, além de teatro e cinema, onde abriga também o Balé da Cidade de Teresina.

A diretora da casa, Josy Brito é uma das apaixonadas pelo local e destaca a importância do espaço para a cidade. “O certo é que quem aceita o nosso convite e passa por aquelas portas nunca mais é o mesmo. Na verdade, cada vez que uma pessoa faz desta Casa sua casa, a história é reescrita. Com a licença poética de João Guimarães Rosa, “o mundo torna a começar”. A história de cada um é resinificada e vemos a arte cumprir lindamente o seu papel social em todo o seu potencial transformador. No entanto, esses mesmos rostos, corpos e histórias transformados são também agentes transformadores. Nas nossas salas, são eles que ditam que cara a música tem, quem são os corpos que dançam, como eu falo das minhas dores através do desenho, da pintura”, frisa.

Para brindar o aniversário deste ano, a casa aposta em sua função transformadora e promoverá um workshop sobre Pesquisa e História com o poeta, escritor e historiador Paulo Machado, bem como uma apresentação do Grupo de Flauta Doce Orquestra. Tudo a partir das 19h com entrada franca. O local é mantido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Monsenhor Chaves.

De casa do Barão à morada da cultura

Construído na última metade do século XIX, o espaço já foi morada do Barão de Gurgueia, seminário, escola e hoje é uma junção de história, educação e cultura. Localizada na Rua Rui Barbosa, no centro da cidade, a Casa da Cultura de Teresina completa 25 anos se consolidando como uma referência da produção artística com cursos de teatro, dança, cinema e exposições.

A Casa da Cultura é sem dúvidas, o imóvel que mais carrega marcas da história e da cultura da capital piauiense. Edificada por João do Rêgo Monteiro, o Barão de Gurguéia, em um esforço para a consolidação de Teresina como a capital juntamente com o conselheiro Saraiva.

Em um passeio pela casa é possível sentir em cada viga e portal, nos corredores e nas salas hoje ocupadas pela arte, um pouco da nossa história. Desde as telhas à fachada reajustada, se tem um pouco das mudanças da capital que se moderniza.

Ela foi construída em meados de 1870 como uma das primeiras edificações importantes da cidade e, após a morte do Barão de Gurgueia, em 1913, o prédio foi vendido à Diocese de Teresina, passando a funcionar como Seminário. Logo depois, o Seminário foi fechado e o edifício passou a ser residência episcopal, sofrendo alterações na fachada frontal e em seguida abrigou o Colégio Pedro II.

Com o reconhecimento da importância do edifício para a capital, foi feita uma proposta de tombamento, enquadrando na política de preservação dos imóveis de valor histórico e tornando-se um bem com proteção legal. Com isso, foi cedido à Prefeitura de Teresina e restaurado em 1993, se tornando a Casa da Cultura, que recebeu uma nova reforma em 2010.

Por: Da redação

Deixe seu comentário