Avenida Padre Humberto tem início de alagamento com elevação do Rio Poti

Apesar disso, engenheiro afirma que água começa a baixar às 14h

06/04/2019 09:34h - Atualizado em 06/04/2019 10:52h

Compartilhar no

O Rio Poti alcançou a cota de 11 metros na manhã deste sábado. Como consequência, a água já começa a invadir a avenida Padre Humberto, zona Sudeste de Teresina. Segundo Daniel Pereira, engenheiro da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), a situação poderia ser ainda pior em caso de chuvas na capital.

Água avança pelas canaletas responsáveis pela drenagem da avenida (Foto: Poliana Oliveira)

“Trabalhamos com variáveis e uma delas era o rio, que se confirmou, mas também existia a previsão pluviométrica de ontem, de 60% de probabilidade de chuva, o que não ocorreu na cidade, se tivesse ocorrido poderíamos ter mais problemas nas avenidas, que teria água acumulada em pontos mais baixos, exatamente por conta do represamento do rio”, explicou o secretário.

Técnico da Prefeitura explica que a situação está sob controle (Foto: Poliana Oliveira)

Mesmo sem precipitações, Daniel afirma que há uma expectativa de que o nível da água do rio suba pelo menos mais dez centímetros nas próximas horas, o que ainda deixa em alerta o risco de alagamento de outras vias na cidade, principalmente localizadas em regiões mais baixas. “Em relação a outras avenidas, ainda estamos em alerta. Mas a boa notícia é que o rio vai começar a baixar. Nosso problema com rio só será até às 14h, depois vai voltar ao seu leito normal”, disse.

Segundo o engenheiro, a não ocorrência de chuvas na região dos principais afluentes do Poti diminui a probabilidade de maiores transtornos em Teresina, mas ressaltou que os órgãos competentes seguem monitorando a situação, principalmente das famílias em áreas de risco.

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante com informações de Glenda Uchôa

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário