Após ser esfaqueado, cachorro é resgatado e protetores pedem ajuda

Cachorro pertencia a uma boca de fumo e foi esfaqueado na região da barriga.

13/07/2017 16:32h

Compartilhar no

Bento é um cachorro sem raça definida que foi resgatado no início da tarde de ontem (12), após ser cruelmente esfaqueado no bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina. Segundo informações de moradores do bairro, o cachorro pertencia a uma boca de fumo e ficava amarrado por uma corda. O cão, que possui várias marcas de maus tratos pelo corpo, foi esfaqueado na região da barriga e corria grave risco de morte quando foi resgatado por protetores de animais.

Após o resgate, o cão foi encaminhado para uma clínica veterinária onde recebeu cuidados médicos e ficou internado. No local, o cão passou por cirurgia e tomou antibiótico e analgésico injetáveis. Bento também estava infestado de carrapatos. “Ele ainda está bastante assustado com tudo que vivenciou e continua tomando a medicação para dor e antiinflamatórios”, esclareceu a protetora, Shayanna Camelo.

Bento foi esfaqueado na região da barriga. (Foto: Reprodução/Protetores de Patinhas)

De acordo com a protetora, ainda levará algum tempo para descontaminar a lesão de Bento. Apesar de o ferimento ter sido superficial, o fato de ter sido esfaqueado na madrugada e só ter sido resgatado no dia seguinte, piorou o estado de saúde do cachorro. “Ele está se alimentando aos poucos, mas ainda não tem muito apetite. Ele é muito forte, estamos bastante confiantes em sua recuperação, está sendo muito bem assistido”, afirma a protetora.

A ONG Protetores de Patinhas foi a responsável pelo resgate de Bento. A protetora afirma ainda que, por causa de problemas financeiros, os resgates estão suspensos e que o resgate de Bento só possível através da ajuda de outras pessoas. “Os resgates ainda estão suspensos por conta do valor altíssimo que devemos na clínica, mesmo com as doações, a demanda de animais na clínica era bem grande e acabou acumulando”, lamenta a protetora.

Além disso, a ONG não possui abrigo e precisa de lar temporário para os cães resgatados. Por isso, os protetores pedem ajuda financeira para continuar os resgates e quitar as dívidas de atendimentos como o de Bento. Para ajudar, basta fazer o depósito de qualquer valor na conta corrente 64920-1, agência 3507-6, Banco do Brasil.

Bento foi esfaqueado na região da barriga. (Foto: Reprodução/Protetores de Patinhas)

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário