A educação ofertada na capital piauiense atrai estudantes até de outros Estados

Muitos jovens saem de suas cidades natal para buscar a oportunidade de estudar o curso dos sonhos em Teresina

16/08/2021 08:35h

Compartilhar no

Para o jornalista e mestrando Geovane Pereira sair de Cabrobó, no sertão de Pernambuco, para vir realizar o sonho de estudar jornalismo na Universidade Federal do Piauí, foi uma grande mudança de vida. “Eu vim com a cara e a coragem para estudar em Teresina”, afirma. Geovane conta o quanto a cidade o abraçou durante esses cinco anos de curso. 

Para ele, tanto a capital piauiense, quanto as pessoas são acolhedoras. “Foi uma cidade que me abraçou, me formou. Hoje, eu me considero sim teresinense, tive a oportunidade de me conhecer, de ser parte de quem eu não era antes, me desenvolvendo como acadêmico e como jornalista”, relata. 

(Foto: Arquivo Pessoal)

De acordo com o jornalista, foi em Teresina que ele se encontrou nas causas políticas e sociais, reconhecendo-se enquanto homem negro e LGBTQIA+. “A UFPI e Teresina foram lugares que me ajudaram a crescer e a me tornar quem eu sou hoje”, declara Geovane. 

Teresina é o lugar que todo mundo pode ter oportunidade, é um lugar em que as pessoas podem vir estudar. É também uma cidade que, mesmo com todas as questões, é um local acessível para se viver. Tem dificuldade sim, mas é uma cidade que recepciona as pessoas e por isso se torna mais fácil viver nela”, pondera. 

O mestrando afirma ainda que deseja que Teresina seja vista como um lugar que tem identidade própria. “Muitas vezes, os teresinenses não reconhecem a grandeza dessa cidade. Eu espero que nos próximos anos nossa capital possa ter sua identidade cultural reconhecida, assim como também pretendo retornar como professor e poder continuar aqui”, conclui.

“Tudo valeu à pena”

Teresina é uma cidade de oportunidades. É o que conta Danilo Carvalho, estudante de Comunicação Social da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), que veio de Fronteiras, Sul do Estado, atrás de uma chance de crescer enquanto pessoa e profissional. 

De acordo com o estudante, a família sempre o incentivou a vir morar em Teresina e lutar pela sua formação. “Desde a infância, sempre tive incentivo por parte da família. Até mesmo por ter uns parentes que já moravam aqui, sempre pensamos que seria mais fácil eu vir morar em Teresina. Na época, uma prima minha que morava aqui me dizia o quanto a cidade é boa e me deu muito incentivo em relação ao curso e à educação”, conta Danilo. 

Para ele, foi uma grande mudança sair de um pequeno município e vir para Teresina, especialmente porque a vida na cidade grande é completamente diferente da vida no interior. “É uma mudança muito abrupta. Nós estamos acostumados a viver em uma cidade pequena e conhecer tudo ao nosso redor e, quando saímos, tem todo um processo para nos adaptarmos. Mas, em questão de poucos meses, eu já estava me sentindo bem acomodado na cidade”, afirma. 

(Foto: Arquivo Pessoal)

Danilo Carvalho conta ainda que foi muito bem acolhido pela comunidade teresinense e, principalmente, pela comunidade acadêmica. "As pessoas fazem o possível pra você se sentir abraçado e bem-vindo. Desde o primeiro momento, sempre houve esse acolhimento. Tive muita facilidade em me conectar com as pessoas na Ufpi e depois com as pessoas da cidade mesmo”, acrescenta. 

Atualmente, faz cinco anos que Danilo veio para Teresina. Segundo o estudante, tudo valeu a pena. Ele conta que a cidade pode ser desafiadora em vários aspectos, mas isso o fez crescer muito enquanto pessoa. “Mudar para cá valeu à pena, por conta de todas experiências que eu tive. Eu cresci muito aqui, como pessoa, como acadêmico e como jornalista. Além de ter tido a oportunidade de conhecer pessoas incríveis”, finaliza. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário