Estudo: 'direitos autorais fazem livros desaparecerem'

Levantamento revela que títulos sob domínio público estimulam o comércio

10/07/2013 20:35h

Compartilhar no

Um estudo do professor de direito Paul J. Heald, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, descobriu que há três vezes mais livros disponíveis na Amazon a partir da década de 1850 do que de 1950 pra cá. E isso acontece por causa do protecionismo das leis de direitos autorais do país.
Entitulado "Como os direitos autorais fazem livros e músicas desaparecerem", o levantamento conclui que as obras de domínio público, que estão livres para serem publicadas e comercializadas por qualquer um, estão mais propensas a permanecer no mercado.
Por outro lado, os títulos que pertencem a alguém (geralmente, editoras) enfrentam dificuldades por conta das poucas possibilidades de comércio. Há uma contradição entre o que pedem os donos de direitos autorais e a realidade, pois eles geralmente querem mais tempo até que a obra se torne de domínio público sob justificativa de que isso estimula o mercado.
Como revela o trabalho de Heald - que foi divulgado pela Fortune -, ocorre o contrário: há mais interesse por títulos que podem ser comercializados à vontade. Confira os dados, em inglês, aqui .

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Fonte: Olhar Digital

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas