• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Especialista dá dicas de segurança para o uso de aplicativos

Cuidados ajudam a evitar que os usuários se exponham demais ou acabem sendo vítimas de golpes

02/02/2019 08:30h - Atualizado em 02/02/2019 08:39h


Nunca forneça informações pessoais, como número do CPF, cartão de crédito ou informações bancárias (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

É difícil se manter reticente às muitas facilidades ofertadas pelo uso da internet e das redes sociais. Utilizar as plataformas para conhecer novas pessoas é, sim, uma chance de ampliar as possibilidades de vida, mas também é necessária certa dose de atenção e cuidados para se prevenir de uma exposição exagerada ou golpes.

Segundo Lucas Marques, co-fundador do Teresina Hacker Club, recentemente, descobriu-se vulnerabilidades no aplicativo Tinder, onde algumas informações como nome, idade, sexo, e-mails, número de telefone e até localização do GPS dos usuários estavam expostas quando o aplicativo era acessado em redes públicas. “Isso acontecia porque o Tinder utilizava algumas aplicações de terceiros, chamadas SDKs, que manipulavam essas informações em transmissões sem criptografia, o que permitia a interceptação desses dados”, revela.

Lucas ainda lembra o fato das redes sociais serem um local em que pessoas mal intencionadas podem se utilizar para fins outros. Por isso, a atenção deve ser redobrada. “É altamente recomendado que os usuários deste tipo de plataforma nunca forneçam informações pessoais, como número de CPF, número de cartão de crédito ou informações bancárias, endereço de trabalho ou residencial para desconhecidos. E, claro, denunciar perfis que fazem isso”, destaca.

Em caso de necessidade de sair das plataformas, o usuário terá duas opções, a desativação da conta ou a ação de excluir todo o registro feito. “Ao desativar, os dados ainda existirão e serão mantidos pela empresa, mantendo o perfil do usuário apenas oculto para a rede. Quando o usuário exclui a conta, os dados são de fato excluídos, mas por motivos de disponibilidade da infraestrutura da rede, pode levar até 90 dias para que essas informações sejam completamente eliminadas dos servidores”, explica o especialista.

Para Lucas, com o surgimento de periféricos cada vez mais discretos e multifuncionais, além do fator comodidade e praticidade, o uso dessas tecnologias, principalmente para relacionamentos, será mais intensificado em um mundo cada vez mais corrido e conectado.



Fonte: Jornal O Dia
Por: Glenda Uchôa

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas