Vacinas recuperadas só serão liberadas após análise de ministério

O processo de análise pode durar mais de um mês e nenhum insumo ou dose será utilizado até que todos os critérios de segurança sejam observados.

07/04/2019 10:20h - Atualizado em 07/04/2019 10:30h

Compartilhar no

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS) informou que a carga de vacinas recuperada ontem (6) na Vila Kennedy, zona Oeste da cidade, será levada para a Central de Distribuição da prefeitura para ser avaliada por equipe especializada multidisciplinar, acionada pela empresa responsável pelo transporte da carga. Após a primeira análise do material e a notificação da recuperação ao Ministério da Saúde, novos testes devem ser feitos, cumprindo protocolos de segurança do Programa Nacional de Imunizações.

Essas análises podem durar mais de um mês. Somente depois disso, o Ministério da Saúde decidirá sobre a liberação das doses recuperadas para imunizar a população. Segundo a SMS, nenhum insumo ou dose de vacina será usado até que todos os parâmetros de segurança sejam observados.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a carga roubada continha 90.454 doses de vacinas diversas, entre elas 62 mil da vacina contra a gripe, número bem superior as 15 mil doses, informado anteriormente.

A secretaria explicou também que o roubo não atrapalhará o início da Campanha de Vacinação contra a Gripe, marcada para a próxima quarta-feira (10). Além de vacinas, os bandidos levaram insumos como preservativos, seringas para insulina e materiais para verificar glicemia. O valor estimado da carga é de R$ 1,5 milhão, e a empresa de transportes tem seguro.

Compartilhar no
Fonte: Agência Brasil

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas