Porto: médicos cubanos recebem R$ 500,00 para moradia e alimentação

Três profissionais chegaram ao município e vão receber a ajuda de custo.

26/04/2014 15:07h

Compartilhar no

Os três médicos cubanos, que chegaram ao município de Porto, a 160 km de Teresina, nesta terça-feira (22), vão receber da prefeitura municipal a ajuda de custo no valor de R$ 500,00 para cada profissional. O valor deve ser gasto com moradia e alimentação durante o mês.

O Governo Federal é que paga o salário dos médicos, mas cabe aos governos municipais custear as despesas com alimentação, transporte e hospedagem, entre outros gastos. O valor destinado por cada prefeitura, porém, não é estipulado pelo programa, o qual determina apenas que sejam atendidas as condições adequadas ao médico.

Foto: Blog de Porto/ODIA


Suzane, Esmo e Janete chegaram a Porto na última terça-feira

Os profissionais foram contratados através do programa "Mais Médicos”, que repassa R$ 10 mil, por cada médico, para a Organização Panamericana de Saúde (Opas), com quem o Brasil firmou o convênio para receber os cubanos. Desse valor, contudo, apenas R$ 2.900 fica com o profissional, outros 5% são repassados à OPAS e o restante é entregue ao governo de Cuba.

Os cubanos devem cumprir 8h de atendimento à população. "Isso é uma vitória para nós e, se precisarmos de mais médicos cubanos vamos trazer", disse o prefeito durante a recepção dos cubanos.

Os médicos identificados como Suzana, Janete e Esmo foram recebidos pelo prefeito Manin, pelo vice-prefeito Raimundo, pelo secretário municipal de Saúde Dr. Danilo Rêgo e pela secretária Clarissa Lira. 

Compartilhar no
Por: Nayara Felizardo, com informações de nascimento, blogueiro de Porto

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas