• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Oito em cada dez brasileiros podem estar infectados por herpes

Os primeiros sintomas demoram a aparecer. Os mais comuns são vermelhidão da pele, coceira, febre e mal-estar.

11/02/2020 11:49h

Uma estimativa do Ministério da Saúde revela que 80% dos brasileiros podem estar infectados com o vírus do herpes simples e não sabem. A principal dificuldade em diagnosticar a Infecção Sexualmente Transmissível (IST) é que os primeiros sintomas demoram a aparecer. Os mais comuns são vermelhidão da pele, coceira, febre e mal-estar.

No caso do herpes genital, em que bolhas aparecem nas áreas externas do pênis e da vagina e podem causar dores e úlceras, a procura por tratamento especializado é mais rápida. Uma vez que se manifesta, o herpes se torna extremamente contagioso. No caso do herpes oral, o vírus pode ser transmitido por beijos e até por conversas próximas com alguém infectado.

O herpes genital, como o próprio nome fala, acomete a área genital, mas a manifestação é a mesma do oral. Quando a pessoa faz sexo oral, ela pode ter tanto herpes oral como genital. No caso de mulheres grávidas, por exemplo, a infecção pode ser passada para criança, causando o herpes ocular.

Depois de aproximadamente cinco dias, as manifestações do herpes desaparecem, mas o vírus fica encubado para sempre no organismo infectado. Situações de estresse, cansaço, esforço exagerado, febre, exposição ao sol, traumatismo, uso prolongado de antibióticos e até a menstruação podem reativar os sintomas. 

Edição: Virgiane Passos
Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário