Wellington intensifica diálogos com presidentes de partidos da base aliada

A ideia de Wellington Dias é concluir a etapa de formação do secretariado para iniciar, na prática, o quarto mandato como governador do Piauí.

02/04/2019 06:47h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias (PT) já deu início às conversas com os presidentes dos partidos da base aliada para definir os critérios de distribuição de espaços na administração estadual. No último final de semana ele dialogou com representantes do MDB, Progressistas e PT, as três maiores legendas que fazem parte da base aliada. 

De acordo com o secretário de Governo, Osmar Júnior, o governador adiantou as conversas com os presidentes do MDB, Marcelo Castro e do PT, Assis Carvalho. Além disso, Wellington também conversou com o presidente nacional do Progressistas, Ciro Nogueira, em Brasília.  “O governador começou a conversar, ouvir as opiniões. A definição é posterior”, disse Osmar Júnior. 


Secretário aguarda a formação da equipe para discutir metas do mandato - Foto: Assis Fernandes/O Dia

O secretário de Governo também rechaçou a possibilidade de rompimentos na base aliada, por conta da disputa por espaços na administração estadual. De acordo com ele, a situação está pacificada entre os partidos que fazem parte da base aliada de Wellington Dias. 

“São diferenças que existem, e é natural que existam, mas os pontos de convergência foram maiores que os pontos de divergência. Eu até lembro o processo da campanha. No ano passado, por essa época, diziam que seria impossível fazer essa grande coligação, porque as divergências entre partidos e lideranças não permitiria. Foi feita a coligação. Depois diziam que a coligação não ia resistir à campanha, pelo contrário, terminou unida, elegeu dois senadores, oito deputados federais, e 24 federias. Agora, mais uma vez  surge essa expectativa de rompimento no governo, o que nós sabemos que não vai acontecer”, avaliou Osmar Júnior. 

Ao longo da semana, Wellington deve continuar os diálogos com os demais presidentes dos partidos da base aliada. A expectativa é que a formação do secretariado seja finalizada até o final do mês de abril. 

Compartilhar no
Por: Natanael Souza - Jornal O Dia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário