Wellington Dias repudia declarações de Bolsonaro na ONU

Dias classificou a declaração do presidente como uma crítica ao próprio país

21/09/2021 14:14h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias se manifestou na tarde nesta terça-feira (21) após presidente Jair Bolsonaro culpar governadores e prefeitos pelos efeitos negativos da pandemia da Covid-19 no Brasil durante seu discurso na Assembleia Geral da ONU. Dias classificou a declaração do presidente como uma crítica ao próprio país.


Leia tambémBolsonaro na ONU: Presidente enaltece política ambiental brasileira 


“Que presidente do Brasil ou do outro país ao longo da história foram a ONU para colocar a culpa, para colocar a responsabilidade, para fazer críticas ao seu país. Somos uma federação, e governadores e prefeitos do Brasil seguimos a ciência e vamos seguir a ciência”, disse Wellington Dias em vídeo.


Wellington fez referência ao protagonismo assumido por gestores de estados e municípios após as tentativas de um pacto para a gestão da pandemia com o presidente não se concretizar. Dias reforçou que a culpa pelas consequências da pandemia é quem não trabalhou contra a Covid-19.

“Buscamos contribuir para salvar vidas. A vida em primeiro lugar. Um pacto pela vida. Era isso que queríamos do presidente da República. E, agora, ele vai à ONU para colocar a responsabilidade pela situação social, econômica – resultado da pandemia -, em quem? Em quem aqui trabalhou duro para salvar vidas. Assim, repudiamos firmemente esta posição”, declarou.

O que disse Bolsonaro 

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU. Bolsonaro declarou: “No Brasil, para atender aqueles mais humildes, obrigados a ficar em casa por decisão de governadores e prefeitos e que perderam sua renda, concedemos um auxílio emergencial de US$ 800 para 68 milhões de pessoas em 2020”, disse.

“Sempre defendi combater o vírus e o desemprego de forma simultânea e com a mesma responsabilidade. As medidas de isolamento e lockdown deixaram um legado de inflação, em especial, nos gêneros alimentícios no mundo todo”, completou. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário