Wellington Dias defende grupo de trabalho para retomada econômica

O senador Rodrigo Pacheco reforçou a necessidade da manutenção de diálogo entre os poderes da República

02/09/2021 14:36h

Compartilhar no

A retomada da economia e a geração de emprego foi uma das pautas levantadas pelo governador Wellington Dias (PT) durante o encontro de governadores com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. A reunião ocorreu nesta quinta-feira (02) na residência oficial da Presidência do Senado, no Lago Sul, em Brasília. 

Dias apresentou a proposta da formação de um grupo de trabalho composto de representantes dos poderes para abrir diálogo com o Ministério da Economia para atração de investimento do seto público e privado.


Leia tambémVenda de motos dispara após alta no preço da gasolina e a falta de ônibus em Teresina 


"Surgiu a ideia da retomada de um grupo de trabalho que permitirá as condições de encontrar alternativas que levam em conta os setores público e privado para criação de ambiente para geração de emprego e renda com atração de mais investimentos", disse Wellington Dias.

Foto: Divulgação / Senado

O senador Rodrigo Pacheco reforçou a necessidade da manutenção de diálogo entre os poderes da República para a defesa da democracia. O parlamentar comentou sobre a instabilidade nacional e declarou que a democracia é “inegociável” e deve ser um “ativo” do país.

“Não se negocia a democracia. O Estado de direto é inegociável. A preservação do Estado de direito, da democracia deve ser sempre considerada como um ativo nacional para termos uma evolução do país e construirmos uma sociedade mais justa”, disse o presidente do Senado.

Os governadores apresentaram ainda medidas como a intermediação do Congresso na busca de mais vacinas, ajuda do Congresso para tentar frear o aumento de preços de combustíveis, da cesta básica e da energia

Além de Wellington Dias, participaram presencialmente do encontro os governadores Reinaldo Azambuja (MS), Renato Casagrande (ES), Helder Barbalho (PA) e Romeu Zema (MG).

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário