• Enem
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Wellington Dias anuncia seu secretariado; veja a relação completa!

Entrando em seu quinto mês de mandato, o governador Wellington Dias (PT) finalmente anunciou, nesta quinta-feira (2), o restante da equipe que vai compor seu secretariado.

02/05/2019 13:40h - Atualizado em 02/05/2019 15:19h

O governador Wellington Dias (PT) anunciou nesta quinta-feira (2) o restante dos nomes que irão compor seu secretariado. 

O gestor entra em seu quinto mês de mandato e, até o momento, só tinha três nomes confirmados e empossados: Ellen Gera, na Secretaria de Educação; o capitão Fábio Abreu, que retornou para a Secretaria de Segurança Pública; e o ex-deputado federal Osmar Júnior (PCdoB), que assumiu a Secretaria de Governo. 

A posse da nova equipe acontece na próxima segunda-feira (6), em solenidade no Palácio de Karnak.

O governador Wellington Dias e a vice-governadora Regina Sousa (Foto: Poliana Oliveira / O DIA)

Completam a equipe do governo de Wellington:

- o suplente de deputado federal Merlong Solano (PT), na Secretaria de Administração e Previdência (SeadPrev);

- o empresário Rafael Fonteles, que permanece na Secretaria de Fazenda (Sefaz); 

- Antônio Neto, que segue na Secretaria de Planejamento (Seplan);

- a jornalista Sádia Castro, na Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos;

- Florentino Neto, que fica na Secretaria de Saúde (Sesapi);

- o deputado estadual José Santana, na Secretaria da Assistência Social, Cidadania e Trabalho (Sasc);

- Carlos Edilson, na Secretaria de Justiça (Sejus);

- a deputada estadual Janaína Marques, na Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra);

- o administrador Mauro Eduardo, que permanece na Secretaria Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid);

- o engenheiro civil Manoel Gustavo Costa de Aquino, na Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans);

- o engenheiro civil Geraldo Magela, que deixa a diretoria-geral do Idepi para assumir a Secretaria da Defesa Civil;

- o engenheiro civil Gustavo Xavier, irmão do deputado Fábio Xavier (PR), assume a Secretaria das Cidades;

- Herbert Buenos Aires, que deixa a diretoria-geral do Interpi para assumir a Secretaria de Agricultura Familiar;

- a assistente social Simone Araújo, na Secretaria do Agronegócio; 

- a artista Marlenildes Lima da Silva, a Bid Lima, que permanece no comando da Secretaria de Cultura;

- o deputado estadual Wilson Brandão, na Secretaria de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis;

- o administrador Igor Nery, que segue na Secretaria de Desenvolvimento Econômico;

- o jornalista Allisson Bacelar, que era diretor de jornalismo da Coordenadoria de Comunicação do Governo, agora assume o comando da pasta.

- o ex-presidente da OAB-PI Chico Lucas, no Instituto de Terras do Piauí (Interpi);

- o engenheiro Castro Neto, que segue como diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagens (DER);

- o coronel Carlos Frederico, que permanece como comandante-geral do Corpo de Bombeiros;

- a empresária Alzenir Porto, que já comandou a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans), agora assume a Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi);

- o advogado Leonardo Sobral, que já foi diretor de planejamento da Secretaria Municipal de Saúde de Teresina, assume agora o Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi);

- o coronel Lindomar Castilho, que segue como comandante-geral da Polícia Militar do Piauí; 

- o delegado Luccy Keiko, que permanece como delegado-geral da Polícia Civil do Estado; 

- o contador e advogado Paulo Roberto Cardoso, que continua como presidente da Zona de Processamento de Exportação (ZPE); 

- a publicitária, produtora cultural e cantora Soraia Castelo Branco, que permanece à frente da Ouvidoria-Geral do Estado; 

- a assistente social Gilvana Gayoso, que continua como diretora-geral da Agência de Desenvolvimento Habitacional do Piauí (ADH); 

- o delegado de Polícia Civil e ex-deputado federal Marllos Sampaio, que segue como coordenador do Idoso; 

- Luiz Carlos Éverton de Farias, que era diretor administrativo e financeiro da Piauí Fomento, passa a ser diretor-presidente da pasta; 

- o advogado Sâmio Falcão, Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas (Cendrogas); 

- Genival Sales, que é servidor de carreira da Agespisa, permanece como presidente da empresa pública; 

- Clemilton Luiz Queiroz Granja, na Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi); 

- o advogado Arão Lobão, que continua como diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI);

- o engenheiro civil Luiz Claudio Lima Macedo, Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Iaespi);

- o administrador Antônio Torres da Paz, que era diretor de modernização do Governo do Piauí, na Secretaria de Administração, agora assume a Agência de Tecnologia da Informação (ATI);

- o deputado estadual Pablo Santos (MDB), que segue como diretor-presidente da Fundação Hospitalar;

- o ex-vereador Décio Solano (PT), que permanece como presidente da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi);

- o médico Benedito de Carvalho Sá, que já foi prefeito de Oeiras por duas vezes e deputado federal por quatro mandatos, assume a Coordenadoria de Fomento à Irrigação;

- Márcio Rodrigo de Araújo Souza, na Controladoria-Geral do Estado; 

- o professor Antônio Cardoso de Amaral, que foi premiado por seu trabalho à frente da Escola Estadual Augustinho Brandão, de Cocal dos Alves, assume a Fundação de Amparo a Pesquisa do Piauí (Fapepi);

- Maycon Danilo, que segue como diretor-geral do Instituto de Metrologia do Piauí (Imepi);

- o engenheiro agrônomo Francisco Guedes Alcoforado Filho, que estava como presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (Fapepi), assume agora o Instituto de Assistência Técnica e Expansão Rural (Emater-PI);

- o engenheiro agrônomo e administrador de empresa José Genilson Sobrinho, na Agência de Defesa Agropecuária (Adapi). 

PT continua com maior espaço no governo

O PT, partido do governador, mantém a maior parte dos espaços no secretariado estadual. Pastas estratégicas como Fazenda, Planejamento, Administração, Saúde, Agricultura Familiar e Cultura seguem comandadas por petistas. As coordenações do Emater, Comunicação, Mulher e Juventude também ficarão sob o comando do PT.

Os outros dois partidos com as maiores participações da administração estadual são o Progressistas, do senador Ciro Nogueira, e o MDB, do senador Marcelo Castro e do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Themístocles Filho.

Partido do governador continua sendo o que possui mais pastas na administração estadual (Foto: Poliana Oliveira / O DIA)

A lista de secretários era para ter sido divulgada na última terça-feira (30), mas o anúncio acabou sendo adiado devido à indefinição da situação do PT, que esperava indicar o secretário de Saúde. 

Wellington também demorou a anunciar os nomes de seu primeiro escalão devido à tramitação da reforma administrativa, que reconfigurou as atribuições de pastas da administração estadual, com a extinção de algumas secretarias e coordenadorias e a aglutinação de outras.

Por: Maria Clara Estrêla, Breno Cavalcante e Cícero Portela

Deixe seu comentário