Wellington Dias aciona Anvisa para aprovação emergencial da vacina Pfizer

Expectativa é que a agência reguladora se manifeste sobre o pedido em até 72 horas

10/12/2020 10:46h - Atualizado em 10/12/2020 11:05h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias (PT) afirmou, nesta quinta-feira (10), que encaminhará um pedido à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que a vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) desenvolvida pela Pfizer, já aprovada em outros países, seja validada no Brasil em caráter emergencial.   

O pedido será via Consórcio Nordeste, grupo presidido pelo piauiense, e pelo Fórum Nacional dos Governadores, com base na legislação federal aprovada durante a pandemia, que permite a liberação de vacinas para o uso emergencial desde que registradas por outras agências regulatórias internacionais.

Wellington Dias (Foto:Arquivo/Poliana Oliveira/ODIA)

“O que desejamos? É que em 72 horas, como diz a lei, a Anvisa possa validar o uso, a distribuição e aplicação do processo de vacinação do Brasil da vacina da Pfizer. Da mesma forma vamos adotar com qualquer outra vacina que tenha a aprovação por agência reguladora prevista na lei brasileira”, disse o governador.


A vacina desenvolvida pela empresa norte-americana conseguiu aprovação, na última terça-feira (8), na FDA (Food and Drug Administration), agência reguladora dos Estados Unidos semelhante à Anvisa e que consta entre os órgãos de relevância a serem considerados em uma eventual autorização excepcional. 

Após a provocação, as autoridades sanitárias brasileiras terão três dias para se manifestar acerca do pedido, caso isso não aconteça, estados terão autorização excepcional para importar e distribuir vacinas da Pfizer mesmo sem registro na Anvisa.

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário