• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Wellington defende condições de financiamento de empréstimo

O governador explicou que as taxas de juros importam mais que a capacidade financeira do banco.

13/09/2019 08:17h

Os questionamentos feitos pela oposição a respeito da instituição financeira escolhida, pelo Governo do Estado, para assinatura de um empréstimo foram minimizados pelo governador Wellington Dias (PT), já que segundo ele, toda esta operação estará sob o aval de outros órgãos da esfera federal. 


Leia também:

Governo pede autorização da Alepi para fazer mais quatro empréstimos 

Empréstimos não excedem capacidade do Estado, diz secretário 

Oposição questiona escolha de banco para novo empréstimo 


“Estamos falando de um entendimento que não envolve só o Estado, mas o Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional. Quem cuida dessa parte é o Banco Central. Qual o olhar do governo? Quero um financiamento com prazo mais longo e com as taxas mais baixas, isso é o que nos interessa para ter os investimentos”, avaliou o governador.


Wellington informou que a operação é acompanhada por vários órgãos federais - Foto: Jailson Soares/O Dia

A declaração veio após o deputado Gustavo Neiva, líder da oposição na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), onde o empréstimo ainda precisa ser apreciado e autorizado, afirmou que a instituição financeira escolhida pelo Poder Executivo possui um ativo de apenas R$ 767,1 milhões, valor inferior ao que o Governo pretende contrair.

Por sua vez, Dias voltou enfatizou mais uma vez que sua prioridade é conseguir instituições que ofereçam uma melhor condição de financiamento, haja vista que o Banco Central deve assegurar toda a operação. “Os bancos não trabalham com dinheiro próprio, mas com o de fundos internacionais e de clientes que fazem aplicações”, argumentou. 

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário