Washington Bonfim se reúne com JVC e revela os detalhes de sua saída do PSDB

Além do PTB de João Vicente Claudino, Bonfim dialoga ainda com PDT, PSL e Democratas para viabilizar a sua candidatura.

15/10/2021 10:44h - Atualizado em 15/10/2021 11:05h

Compartilhar no

O ex-secretário de planejamento de Teresina,  Washington Bonfim, revelou em uma entrevista exclusiva ao Sistema ODIA os  motivos que levaram a sua saída do PSDB. A  aproximação do partido com o Progressistas e, consequentemente com o presidente Jair Bolsonaro, foi o fator determinante para a  saída do gestor do ninho tucano. Pré-candidato ao governo do estado, Bonfim contou detalhes de uma reunião ocorrida na última quinta (14) com o ex-senador João Vicente Claudino.  O PTB pode se aliar ao Cidadania na construção de uma terceira via no Piauí.

Aliado histórico do ex-prefeito Firmino Filho e especialista em gestão pública, Bonfim revelou que a falta de proposições por parte, tanto da ala governista, como da oposição, motivou a sua decisão de lançar uma candidatura. O professor fez duras críticas a aliança entre PSDB e Progressistas no Piauí.

“No PSDB eu avaliei que não seria possível chegar a essa candidatura, o PSDB se aproximou muito do Progressistas que foi tomando uma posição muito próxima do governo Bolsonaro. Com o governo Bolsonaro é impossível construir coisas dessas que estou falando. É o tempo em que a inflação aumentou, em que os recursos para a educação diminuíram, na era do conhecimento é um negócio injustificável. Fora os problemas da pandemia e alguns outros problemas que existem. Essa aproximação do PSDB desse tipo de posição política foi me deixando desconfortável até o ponto em que avaliei que poderia ser candidato por uma terceira via”, avaliou o gestor.

Washington avaliou o diálogo que está construindo com partidos que podem construir uma terceira via no estado. Além do PTB de João Vicente Claudino, Bonfim dialoga ainda com PDT, PSL e Democratas para viabilizar a sua candidatura.

“Eu tenho um caminho de diálogo a fazer, ontem conversei com o senador João Vicente e ele me disse uma coisa que achei interessante, ninguém faz política sem dialogar, é que eu estou fazendo neste momento. Lancei meu nome há pouco mais de uma semana e as conversas com o cidadania tem apenas um mês. Não tenho pressa, estamos em um momento político  de alinhar expectativas e temos certeza que aquilo que estamos trazendo como mensagem vai atrair muita gente que quer construir um Piauí de uma maneira solidária”

Foto: Tarcio Cruz/ODIA

 

Projeto para o Piauí

O ex-gestor explicou também os pontos principais de seu projeto para o Estado. Para Bonfim os pré-candidatos deveriam discutir propostas para o Piauí, não apenas política partidária. Para ele a erradicação da pobreza deve ser a tônica de uma candidatura ao governo do estado.

“Os blocos tradicionais de situação e oposição estão discutindo questões que não dizem respeito aos interesses da população, as dificuldades com relação a alimentação, ao emprego, a renda, a juventude, a violência e a segurança pública. A gente precisa ter um foco nas pessoas, quero usar aquilo que aprendi na gestão com o prefeito Firmino Filho, o que aprendi em São Paulo, rodei o Brasil inteiro. Usar o que há de melhor para trazer o que há de melhor para a nossa gente, construir um sonho de Piauí onde a erradicação da pobreza seja um objetivo e que o desenvolvimento seja uma realidade”, concluiu Washington Bonfim.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário