W. Dias e embaixador chinês discutem liberação de IFA para produção de vacinas

Na ocasião, o governador piauiense também reforçou a importância de reforçar a relação comercial entre os dois países

20/05/2021 13:38h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias (PT) participou, nesta quinta-feira (20), de uma reunião remota com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, para estreitar as relações comerciais entre as duas nações e discutir o cronograma de liberação do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) para a produção das vacinas contra o novo coronavírus (Covid-19) no país.

(Foto: Divulgação/CCom-PI)

“Tivermos um entendimento e um compromisso de ampliar a relação de respeito comercial de investimentos e, ao mesmo tempo, trabalhar um ambiente de garantir as condições de fortalecimento dessa relação. Ainda tivemos um entendimento para que o cronograma de entrega, já a partir da próxima semana, de IFA, para garantir mais vacina aqui no Brasil”, disse o piauiense.

O encontro, promovido pelo Fórum Nacional de Governadores, também contou com a participação de outros chefes de Executivos estaduais e foi agendado após a demora para liberação da exportação dos insumos pelo governo chinês. Para o petista, que coordena a temática da vacina contra a Covid-19 no grupo, a reunião foi positiva neste sentido.

Segundo Dias, o embaixador garantiu que o seu país está comprometido com o cumprimento do cronograma de entrega acordado até setembro. “Temos a perspectiva de vacinar todo o grupo de maior risco no Brasil. A China teve a compreensão que nesse instante esse trabalho humanitário é importante para o Brasil e para o mundo”, pontuou.

Além desta questão, os governadores brasileiros aproveitaram a oportunidade para estreitar os laços com os chineses e atrair investimentos em seus respectivos estados, o que deve ser discutido em uma outra agenda. “Vamos tratar não apenas de vacinação, mas de interesses bilaterais, comerciais e de investimentos entre os dois países”, finalizou Wellington Dias.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário