Vereador promete votos em Kleber Montezuma em troca de asfaltamento de bairro

A promessa do vereador se constitui como crime eleitoral.

19/10/2020 16:32h

Compartilhar no

Uma polêmica envolvendo o vereador Luís André (PSL) tomou conta das redes sociais nesta segunda-feira (19). Isso porque, em reunião com o prefeito Firmino Filho e o candidato Kleber Montezuma, ambos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), o vereador promete conseguir 350 votos na chapa encabeçada pelo ex-secretário de Educação, caso a Prefeitura de Teresina faça o asfaltamento do bairro Macaúba, na zona Sul de Teresina.

A promessa do vereador se constitui como crime eleitoral, uma vez que é vedado pela Legislação Eleitoral “dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva, ou qualquer vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita”.

Vereador Luis André. (Foto: Arquivo O Dia)

No vídeo, o vereador promete que caso a prefeitura inicie o asfaltamento de “pelo menos cinco ruas” até as eleições, será possível conseguir os votos dos eleitores. No momento em que o parlamentar promete os votos, as pessoas que participam da reunião, inclusive o prefeito Firmino Filho e o candidato Kleber Montezuma batem palmas em aprovação à fala do vereador.

 “Asfalte o bairro Macaúba até a eleição que eu vou ter lá 350 votos num universo de dois mil, e lá eu só tive 11 votos, mas fiz amizade com o presidente da associação e ele falou: ‘pelo amor de deus, peça pelo menos para as máquinas começarem a asfaltar, que até o final do ano vai dar para asfaltar toda a Macaúba’. Comece a asfaltar o bairro Macaúba, pelo menos umas cinco ruas ou seis”, diz no vídeo.

Contraponto

A reportagem do O Dia entrou em contato com o vereador Luis André, mas o mesmo não retornou o contato. A Prefeitura de Teresina também foi contactada através da sua assessoria de imprensa, mas até o momento o O Dia também não obteve retorno. O O Dia reitera que o espaço continua aberto para quaisquer esclarecimentos sobre o caso.

Compartilhar no
Por: Nathalia Amaral

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário