• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Vereador Ítalo Barros confirma saída do PTC e filiação ao PSDB em 2020

O vereador explica que a amizade com o prefeito Firmino Filho (PSDB) e com a esposa dele, a deputada Lucy Soares (Progressistas), foram fatores determinantes para sua decisão de ingressar no ninho tucano.

29/11/2019 06:49h

Apesar de ter convite de outros partidos, o vereador Ítalo Barros confirmou, ontem (28), que deve trocar o PTC, que não atingiu a cláusula de desempenho nas eleições de 2018, pelo PSDB. Mesmo já podendo oficializar a migração, o parlamentar afirmou que só fará isso no próximo ano, quando disputará a reeleição.

“Ainda irá acontecer muita coisa na política piauiense, muitos fatos novos e espero aprender e entender direito como vai funcionar isso. No momento oportuno, acredito que depois de março, estaremos filiados ao PSDB”, pontuou Barros, que também mantinha conversas com o Progressistas (PP).

O vereador explica que a amizade com o prefeito Firmino Filho (PSDB) e com a esposa dele, a deputada Lucy Soares (Progressistas), foram fatores determinantes para sua decisão de ingressar no ninho tucano. “Acredito que o PSDB é o partido que me encontro mais próximo, tanto do prefeito quanto da minha deputada”, disse.


Vereador Ítalo Barros confirma saída do PTC e filiação ao PSDB em 2020 - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Mais dois

Além de enfatizar a chegada de Ítalo Barros como fortalecimento dos quadros do PSDB, principalmente para o pleito de 2020, o vereador Edson Melo, presidente do diretório municipal do partido em Teresina, revelou que a sigla tem negociações avançadas com outros dois vereadores de mandato.

“Estamos praticamente acertados com o Major Paulo Roberto, que deve se filiar também, e existe uma conversa com o Dr Lázaro”, confirmou o presidente psdbista, que também citou conversas com parlamentares do Patriota no sentido de migrarem para  agremiação.

O partido também vive a expectativa de ter em seus quadros o ex-reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e atual vice prefeito da capital, Luiz Júnior, do superintendente do Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT), Paulo Dantas, e do gerente de asfalto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), Daniel Pereira, que podem acertar suas filiações em breve. “Acredito que dentro disso iremos cumprir nossa, de eleger seis vereadores em Teresina”, finalizou Melo.

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário