Thanandra acredita que apreensão de macacos faz parte de perseguição política

Em coletiva de imprensa, a vereadora afirmou que está recebendo uma retaliação por apoiar a transferência de animais do Zoobotânico para um santuário.

13/08/2021 11:02h

Compartilhar no

A polêmica envolvendo a apreensão dos dois macacos-pregos da vereadora de Teresina Thanandra Sarapatinhas (Patriotas) ganhou mais um novo capítulo. Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (13), a parlamentar disse acreditar que a retirada de Caco e Chico de sua casa faz parte de uma perseguição política e se trata de retaliação pelo posicionamento que ela tem sobre a transferência dos animais do Zoobotânico para um santuário.

“Eu fiquei chocada porque tem tanta coisa pro pessoal se preocupar e vão bater em cima dos meus animais. É uma forma de me punir por conta da campanha que estou fazendo para os animais saírem daqui e irem para um santuário. Acho que é uma retaliação por conta desse movimento que estou fazendo em relação ao Zoobotânico. Todo dia eu recebo mensagem de gente me criticando por isso”, afirmou Thanandra.


A vereadora Thanandra Sarapatinhas disse que a apreensão de seus macacos é perseguição política - Foto: Assis Fernandes/O Dia

A vereadora rebateu ainda as declarações de que os macacos apreendidos em sua residência estivessem sofrendo maus-tratos e acrescentou que não vê problema em eles saírem de sua tutela se for para serem levados para um santuário. Thanandra disse que tem toda a documentação regularizada que comprova a autorização para cuidar dos animais e que eles vivem em um local com alimentação adequada sob sua tutela.

“Eu fiquei surpresa porque tenho a documentação dos macacos lá de Presidente Dutra. O delegado de Polícia Civil foi que me deu eles como depositária fiel e aqui em Teresina, no ano passado, o Batalhão de Polícia Ambiental foi na minha casa e me entregou um documento dizendo que estava tudo certo, que o local era adequado para eles. Eu só não podia soltá-los porque sou depositária fiel e se a qualquer momento alguém procurasse os macacos, eu teria que dar conta deles. Na minha casa eles têm todo o conforto e saber que eles estão longe em uma jaula no Zoobotânico me deixa mal”, diz a parlamentar.

Thanandra anunciou que já acionou a justiça e que aguarda uma decisão sobre o destino que será dado a Caco e Chico. A esperança, segundo ela, é que os macacos voltem para sua casa ou que o juiz autorize a ida deles para um santuário caso eles realmente não possam permanecer sob sua tutela.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário